1. ArchDaily
  2. Mercado

Mercado: O mais recente de arquitetura e notícia

Espaços de encontro e socialização: o papel dos mercados públicos na África contemporânea

Há alguns meses - em julho de 2021, um incêndio danificou parte considerável da estrutura do icônico Mercado de Kariakoo na cidade de Dar es Salaam. Projetado pelo arquiteto tanzaniano Beda Amuli e inaugurado em 1974, o Mercado de Kariakoo desempenhou por anos um papel fundamental como elemento de referência no tecido social e urbano da maior cidade da Tanzânia. Desde o fatídico incêndio de julho, muito se fala sobre o possível projeto de reforma do mercado, principalmente depois que começaram a circular as primeiras imagens do novo projeto, as quais revelam uma estrutura mais alta, com a adição de três novos pavimentos. A questão central é se a tipologia de “torre” seria realmente apropriada para este caso, considerando a natureza impopular de outros projetos de mercados “verticais” construídos em Dar es Salaam.

Kariakoo Market / Beda Amuli - Dar es Salaam. Imagem © Benedikt RedmannImage edited by Matthew Maganga - Kariakoo Market / Beda Amuli - Dar es Salaam. Imagem © Benedikt RedmannDandaji Daily Market / atelier masōmī - Tahoua, Niger. Imagem © Maurice AscaniDandaji Daily Market / atelier masōmī - Tahoua, Niger. Imagem © Maurice Ascani+ 11

Espaços públicos e os desafios da Covid-19: intervenções da UN-Habitat no Vietnã, Bangladesh e Índia

A Un-Habitat ou agência das Nações Unidas para o desenvolvimento urbano sustentável, cujo principal foco é encontrar soluções para os desafios impostos pelo rápido e voraz processo de crescimento e expansão urbana em países de economias emergentes, vem desenvolvendo abordagens inovadoras no campo da arquitetura e do urbanismo, centradas no usuário e nos processos participativos. Pensando nisso, o ArchDaily associou-se à UN-Habitat para trazer notícias semanais, artigos e entrevistas que se destacam neste setor, disponibilizando a nossos leitores conteúdos em primeira mão e direto da fonte.

Ao longo deste ano pandêmico, os espaços públicos desempenharam um papel fundamental para a manutenção da saúde física e mental das pessoas em diferentes comunidades urbanas no mundo todo”, afirma James Delaney, presidente da Block by Block. Na verdade, as pessoas sempre precisaram sair de casa, e agora isso se faz mais evidente que nunca. Pensando nisso, com o principal objetivo de qualificar uma série de espaços públicos para melhor enfrentar os desafios impostos pela pandemia de COVID-19, a UN-Habitat uniu forças com a Fundação Block by Block para desenvolver soluções urbanas em dez diferentes cidades do planeta para ajudá-las a voltarem com segurança à normalidade. Desenvolvidas em parceira com as autoridades e governos locais além de contar com a ativa participação das comunidades envolvidas, estas iniciativas ajudaram a estabelecer espaços públicos seguros e saudáveis, especialmente em bairros pobres, onde historicamente há uma carência de áreas verdes e espaços de convívio. Embora estas sejam soluções imediatas para um problema recente, elas são também uma oportunidade para resolvermos problemas históricos, como a desigualdade, a falta de oportunidades e infra-estrutura pública nos bairros mais pobres das grandes cidades. Pensando nisso, a UN-Habitat lançou-se em uma empreitada que abrangeu desde a instalação de playgrounds móveis para as crianças de Hanói, no Vietnã, passando pela construção de estruturas temporárias para vendedores ambulantes nas cidades de Dhaka e Khulna, em Bangladesh, até a introdução de espaços públicos seguros em assentamentos informais de Bhopal, na Índia.

Mobile playground in Vietnam. Image Courtesy of UN-Habitat, Global Public Space ProgrammeMobile playground in Vietnam. Image Courtesy of UN-Habitat, Global Public Space ProgrammeVendors receiving mobile selling cart in Bangladesh. Image Courtesy of UN-Habitat, Global Public Space ProgrammeUmbrellas distributed to street vendors who relocated to the streets in Bangladesh. Image Courtesy of UN-Habitat, Global Public Space Programme+ 18

MVRDV divulga imagens do projeto Glass Mural em Detroit

O escritório holandês MVRDV foi escolhido para projetar o Glass Mural, um novo empreendimento comercial em Detroit, EUA. O edifício de 3.716 m² contará com uma fachada de vidro adaptável que apresentará, de tempos em tempos, murais de artistas como DENIAL e Sheefy McFly. O Glass Mural será o terceiro projeto de uso misto liderado pelo MVRDV nos Estados Unidos e o primeiro em Detroit.

© MVRDV© MVRDV© MVRDV© MVRDV+ 9

Lições da ONU-Habitat: como projetar espaços para e com as pessoas?

A ONU-Habitat ou Agência das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos e Desenvolvimento Urbano Sustentável, cujo foco principal é lidar com os desafios da rápida urbanização, tem desenvolvido abordagens inovadoras no campo do desenho urbano, centrado na participação ativa da comunidade.

Descubra neste artigo a primeira lição a ser aprendida com a ONU-Habitat, sobre como projetar com e para as pessoas. Para criar espaços públicos melhores, o único segredo é ouvir a comunidade. Refletindo sobre “como podemos projetar juntos”, este artigo apresenta casos em Gana, Brasil e Índia, com foco em projetos de implantação de ruas, mercados e espaços públicos abertos.

Mind the Step - Jardim Nakamura, São Paulo, Brazil. Image Cortesia de UN-HabitatMind the Step - Jardim Nakamura, São Paulo, Brazil. Image Cortesia de UN-HabitatChild Play Spaces in Malata & Nima Markets - Accra, Ghana. Image Cortesia de UN-HabitatChild Play Spaces in Malata & Nima Markets - Accra, Ghana. Image Cortesia de UN-Habitat+ 48

Shift Architecture Urbanism propõe solução para comércio local em tempos de pandemia

O Shift Architecture Urbanism apresentou recentemente o resultado de uma pesquisa relâmpago à respeito da comercialização de produtos de necessidade básica em cidades em estado de shut down. Os arquitetos defendem que, disseminando e diluindo os grandes mercados de rua e as grandes concentrações de pessoas, é possível atuar na micro-escalada, fornecendo alimentos frescos, saudáveis e de maneira segura à população em quarentena domiciliar.

Museu de Design de Gent na Bélgica receberá projeto de ampliação escolhido por concurso

A equipe formada pela Carmody Groarke e pela TRANS architectuur | stedenbouw acaba de ser escolhida como a grande vencedora do concurso internacional de arquitetura Baumeister para projetar a ampliação do Museu de Design de Gent, na Bélgica. Através de sua abordagem inovadora, o projeto desenvolvido pela parceria britânico-belga se destaca em meio ao contexto histórico, promovendo novas formas de abordar a cidade e o patrimônio construído.

Mercado da Boca / Gustavo Penna Arquiteto e Associados + AR.Lo Arquitetos + Bloc Arquitetura

© Jomar Bragança© Jomar Bragança© Jomar Bragança© Jomar Bragança+ 32

Jardim Canada, Brasil

Mercados: exemplos de arquitetura em planta e corte

Os mercados não só foram essenciais na história do comércio - transpassando tipologias, indo do tianguis ao souk - mas um elemento essencial na configuração do espaço urbano.

Muitos arquitetos já abordaram esse tipo de projeto, que se mostra desafiador tanto na escala de sua localização como de sua estrutura, em que a distribuição espacial desempenha um papel fundamental em relação à logística e circulação de pessoas.

A seguir, compilamos 20 exemplos de mercados, acompanhados de suas representações em desenhos de planta e corte. 

3XN divulga projeto para o mercado de peixes de Sydney

O escritório dinamarquês 3XN revelou o projeto para o Mercado de Peixes de Sydney após anunciar a contratação em junho. O projeto, que deve começar a ser construído em 2019, combina o programa tradicional do mercado com características contemporâneas e tem como objetivo estabelecer uma forte conexão pública com a orla de Blackwattle Bay.

Anunciados os vencedores do concurso para o Mercado Comunitário de Istambul

A plataforma Ctrl+Space, responsável por organizar concursos de arquitetura, divulgou os vencedores do concurso de ideias para o Mercado Comunitário de Istambul, que buscava propostas culturalmente relevantes para um mercado na região central de Istambul, Turquia.

Das 138 propostas enviadas foram selecionados 10 finalistas e destes, três projetos premiados com o primeiro, segundo e terceiro lugar, refletindo a opinião do júri em relação às demandas do concurso: comunicação eficiente, qualidade técnica, qualidade estética, funcionalidade e relação com o contexto. Veja os três projetos vencedores, a seguir.

Uma nova imagem para Les Halles

"Alguma área na história - com exceção, talvez, do fórum romano - foi mais rica em história arquitetônica que o Fórum des Halles e seu entorno imediato, incluindo o Beaubourg?"

Rem Koolhas, The terrifying Beauty of the Twentieth Century, 1985

Les Halles, em permanente procura por uma forma definitiva

Les Halles, no centro histórico de Paris, é um desses espaços em permanente busca por sua forma definitiva ao longo da história urbana moderna e contemporânea. Marcado há séculos por seu papel histórico de mercado, sua posição central em uma capital o condenou a abrigar, em uma superfície limitada, dezenas de serviços sobrepostos que, evidentemente, entravam em conflito uns com os outros. Por um lado, estes usos tradicionais que possuíam relação direta com a função de mercado, eram responsáveis por muitos efeitos incômodos e complexos como odores, saturação, lixo,etc. Entretanto, este mercado (que chegou a ter 10 hectares) contribuía de forma significativa para a animação da cidade e era parte essencial da identidade da região.

Mercado Municipal em Ghent / Marie-José Van Hee + Robbrecht & Daem, de Hufton + Crow

Marie-José Van Hee + Robbrecht & Daem projetaram o Mercado Municipal de Gent restabelecendo antigas áreas urbanas que haviam se tornado irreconhecíveis. Como um interior urbano, o espaço criado engloba o visitante com uma cobertura de madeira modulada dupla, com pequenas janelas de dispersão de luz para o interior. O exterior do edifício de fato parece assumir um papel respeitoso em relação aos nobres edifícios históricos de pedra.

Nós já mostramos imagens do projeto anteriormente, mas essas últimas imagens de Hufton + Crow realmente capturaram a experiência e destacaram os materiais e princípios do projeto. A galeria de fotos pode ser visualizada abaixo.

Proposta para o Mercado e Praça Zdunski / Mado Architekci

Cortesia de Mado Architekci + Marcin Gierbienis
Cortesia de Mado Architekci + Marcin Gierbienis

O objetivo do concurso para a Praça da Liberdade e Praça do Mercado Zdunski foi selecionar o melhor desenho urbano e arquitetônico em Kutno, Polônia. Características como o desenvolvimento territorial, a funcionalidade e praticidade foram levadas em consideração. O projeto de Mado Architekci obteve o segundo lugar, criando um híbrido entre a aparência atual e a original. Uma praça que satisfaz as necessidades de uma cidade moderna.

 Mais imagens e descrição dos arquitetos a seguir.   

2º Lugar: Praça do Mercado Sustentável / PMG Architects

© Cortesia de PMG Architects

Foster & Partners e Avanti Architects abrem seus escritórios no Brasil

Aberto Shopping Starlight Place projeto de Aedas / Chongqing - China

Mercado de Yusuhara / Kengo Kuma & Associates