Dicas para aproveitar a água da chuva nos projetos de arquitetura

A quantidade total de água em nosso planeta é, teoricamente, a mesma desde sua formação. É possível que aquele copo de água tomado mais cedo contenha partículas que já correram pelo Rio Ganges, algumas que passaram pelo sistema digestivo de um dinossauro e outras que resfriaram um reator nuclear. Claro, antes de matar a sua sede, ela evaporou e caiu como chuva milhões de vezes. A água pode ser poluída, desrespeitada, mal usada, mas nunca criada ou destruída. Segundo um estudo da UNESCO, estima-se que a Terra contenha cerca de 1386 milhões de quilômetros cúbicos de água. No entanto, 97,5% deste montante são águas salinas e apenas 2,5%, água doce. Desse tanto, a maior parte (68,7%) está na forma de gelo e neve permanente na Antártida, Ártico e em regiões montanhosas. Em seguida, 29,9% existem como águas subterrâneas. Apenas 0,26% da quantidade total de água doce da Terra está disponível nos lagos, reservatórios e bacias hidrográficas, mais facilmente acessíveis para as necessidades econômicas e vitais do mundo. Com o aumento populacional, sobretudo em áreas urbanas, diversos países já apresentam severos problemas a ofertar a quantidade de água potável a suas populações.

As vantagens de utilizar pré-fabricados através de 10 projetos

O uso de materiais pré-fabricados torna a obra mais sustentável, barata e eficiente. Para isso, o projeto deve definir o processo e etapas de construção, respeitando a solução arquitetônica e integrando toda a estrutura com as instalações do edifício. Logo, a obra é realizada em curto prazo, o custo da mão de obra e manutenção é reduzido, assim como o desperdício de materiais.

O que são decibéis? (Ou como os ruídos afetam nossa saúde)

Ambientes ruidosos trazem efeitos extremamente negativos ao nosso organismo e são um grande vilão para a concentração, aprendizado e produtividade em salas de aula e escritórios. Dores de cabeça são sintomas momentâneos. Mas permanecermos expostos a locais muito ruidosos pode trazer problemas como a perda auditiva, afetar a concentração, a pressão arterial e até a digestão. Também pode desencadear altos níveis de estresse, distúrbios do sono, alterações do humor, aumento da frequência cardíaca e zumbidos no ouvido. Esse trata-se de um inimigo invisível e, muitas vezes, negligenciado nas grandes cidades com os ruídos de tráfego intenso, demolições e equipamentos barulhentos, como geradores e condicionadores de ar. Embora a história se repita em ambientes fechados, medidas eficazes podem ser tomadas para evitar ruídos desnecessários.

As possibilidade das formas para moldar concreto aparente

Peter Zumthor, em uma de suas obras mais emblemáticas, dá ao concreto uma dimensão quase sacra. Trata-se da pequena Capela de Bruder Klaus, em um vilarejo na Alemanha, uma construção ao mesmo tempo robusta e sensível. O cimento branco, misturado a pedras e areia da região, trazem um tom terroso à construção. As 24 camadas desse concreto foram despejadas, dia após dia pela mão de obra local, e comprimidas em uma forma pouco usual. Seu exterior plano e liso contrasta com a outra face, feita de troncos de madeira inclinados, que forma um vazio triangular. Para remover as formas internas, os troncos foram incendiados em um processo controlado, reduzindo os troncos a cinzas e criando um interior carbonizado, variando entre o preto e o cinza, com a textura dos negativos dos troncos que outrora continha o concreto líquido. O resultado é uma obra prima da arquitetura, um espaço de reflexão e transformação, em que o mesmo material aparece de maneiras diametralmente opostas.

Que vidros utilizar para evitar que aves se choquem com os edifícios

Você sabia que durante a segunda semana de maio é comemorado o dia mundial das aves migratórias?

5 Materiais alternativos para construção de abrigos emergenciais

Terremotos, pandemias, conflitos e desastres ambientais são alguns dos eventos que têm desafiado arquitetos, urbanistas, designers e engenheiros a encontrar formas de desenvolver estruturas e infraestruturas de maneira rápida, prática, eficiente e adequada tanto à situação como ao local em que serão implementadas. Na busca por materiais que estejam disponíveis e cumpram as exigências para cada tipo de situação, aqueles considerados “alternativos”, ou não usuais – ao menos no contexto dos abrigos emergenciais –, se apresentam como possibilidades para experimentação e posterior aplicação em estruturas de emergência. Ao abordarmos edificações temporárias, contêiners e lonas tensionadas sempre nos vêm à cabeça. Mas há materiais de grande disponibilidade e com boas características físicas que podem cumprir funções emergenciais.

Como projetar divisórias para arquitetura hospitalar? 9 detalhes de paredes de alto desempenho

As preocupações com a higiene, durabilidade e a salubridade dos espaços interiores têm aumentado consideravelmente nos últimos anos, exacerbando considerações em projetos hospitalares e relacionados à saúde. Consequentemente, a escolha dos materiais se torna essencial a partir da concepção de cada projeto, garantindo que cada espaço apresente desempenho efetivo em todas as áreas, desde resistência e segurança ao conforto e estética do ambiente.

Em particular, os recintos dos hospitais e centros de saúde devem ser regidos por uma série de pautas e dimensões predeterminadas, que respondem às dimensões padronizadas dos diferentes equipamentos e às necessidades de cada procedimento médico. Dentro da estrutura robusta das paredes estruturais, as divisórias - essenciais para subdividir o espaço - devem ser especialmente resistentes a impactos, fogo e umidade, além de resolver efetivamente a acústica entre salas e dentro de cada uma delas.

Como aproveitar espaços pequenos: 9 camas dobráveis e de correr

Com empreendimentos cada vez menores e apartamentos compactos, arquitetos e designers de interiores veem-se desafiados a criar soluções multifuncionais e sistemas capazes de melhor aproveitar o espaço, de modo que cada centímetro parece fazer a diferença. Por esta perspectiva, é cada vez mais comum que profissionais debrucem sobre suas pranchetas na criação de soluções criativas de marcenarias que permitam que o espaço transforme-se completamente em poucos segundos.

Efeito Borboleta: 4 dicas que permitem que o projeto arquitetônico ajude a combater problemas globais

Em um mundo majoritariamente urbano, que constantemente precisa lidar com questões complexas como geração de resíduos sólidos, desabastecimento de água, desastres naturais, poluição atmosférica, e mesmo com a disseminação de doenças, é impossível ignorar o impacto das atividades humanas no meio ambiente. A mudança climática é dos maiores desafios do nosso tempo e torna-se urgente buscar formas de, ao menos, desacelerar esse processo dramático. Para contribuir efetivamente nisso, nossos hábitos de produção, consumo e construção terão de ser modificados, ou a degradação do meio ambiente e mudanças climáticas continuarão diminuindo a qualidade e a duração de nossa vida e das gerações futuras.

Móveis open source: Faça o download e construa sua mobília

Vamos supor que você precise de uma estante para seus livros. Há poucos anos, possivelmente pesquisaria nas lojas de móveis de sua cidade - ou talvez em antiquários. Hoje é mais provável que abrisse dezenas de abas em seu navegador de internet para comparar preços e modelos. Mas há outra opção que vem se tornando cada vez mais popular: móveis open source.

Categorias, famílias e tipos: Como os modelos BIM são compostos?

Em várias ocasiões, ouvimos falar dos Modelos BIM (Building Information Modeling) e da variedade de oportunidades que elas trazem para o setor de AEC (Arquitetura, Engenharia e Construção). Mas como esses modelos BIM são compostos? Este artigo explica os componentes dos modelos e suas características com base em um padrão BIM, abordando a importância dos catálogos e bibliotecas BIM.

A Inteligência Artificial só poderá ajudar a arquitetura se fizermos as perguntas certas

A inclusão da Inteligência Artificial (IA) na indústria da arquitetura provocou muito debate nos últimos anos - ainda que pareça que poucos de nós saibam exatamente o que é ou por que essa tempestade de emoções foi criada. Há profissionais pesquisando sobre o tema que sabem mais do que eu, mas tenho experiência prática usando IA e algoritmos em meu cotidiano nos últimos 10 anos por meio de vários projetos. Esse é um dos desafios que nosso campo enfrenta. Como podemos fazer uso prático dessas novas ferramentas?

Novas tecnologias para repensar o futuro da construção de habitações

Cinquenta por cento dos resíduos de aterros sanitários na Nova Zelândia decorrem de construções e demolições. A demanda por habitação nos próximos anos e décadas está superando rapidamente qualquer oferta possível que possamos fornecer com nossos métodos de construção atuais. O doutorando Ged Finch discute os problemas com a indústria e as práticas de construção de casas na Nova Zelândia e propõe uma alternativa ao que ele chama de "modelo descartável" de construção. As casas de hoje não são construídas para durar e podem até nos deixar doentes. A pesquisa de Finch concentra-se, em vez disso, em um modelo completamente reimaginado e sem desperdício para construção. Utilizando as tecnologias atuais de fabricação digital, podemos criar um conjunto de peças de construção otimizadas e reutilizáveis a partir de materiais naturalmente duráveis. Mas a solução técnica é apenas uma parte, afirma Finch. A verdadeira chave é a ambição humana.

A importância para a saúde das superfícies antibacterianas na arquitetura

Embora qualquer projeto arquitetônico deva garantir o bem-estar e a segurança de seus ocupantes, os espaços hospitalares devem ser especialmente saudáveis, pois serão utilizados principalmente por pessoas propensas a adoecer ou piorar sua condição inicial. Por esse motivo, seu projeto não deve apenas apoiar procedimentos médicos e permitir seu desenvolvimento em condições ideais, mas também garantir que o ambiente seja mantido estéril e limpo o tempo todo.

Como funcionam os materiais que combatem o crescimento de bactérias patogênicas? É possível melhorar a higiene e a saúde do meio ambiente sem descuidar a estética do espaço? Revisamos o caso das superfícies sólidas Krion®, amplamente utilizadas no setor de saúde, mas também em projetos residenciais, comerciais e de escritório.