Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Cool Capital: Pavilhão da África do Sul na Bienal de Veneza 2016

Como parte da cobertura do ArchDaily sobre a Bienal de Veneza de 2016, apresentamos uma série de artigos escritos pelos curadores das exposições e instalações à mostra no evento.

Zaha Hadid é tema de exposição em Veneza

Em celebração às quatro décadas da carreira de Zaha Hadid, a Fondazione Berengo receberá uma exposição com suas pinturas, desenhos e modelos que acontecerá no Palazzo Franchetti, construído no século XVI em Veneza, coincidindo com a Bienal de Veneza 2016. A exposição exibirá a gama completa dos trabalhos de Zaha, daqueles em construção àqueles jamais realizados. Entre os trabalhos mais antigos estão o Malevich’s Tektonic, uma proposta de ponte para o rio Tâmisa, que Hadid desenvolveu quando ainda era estudante da Architectural Association, além do Peak Club em Hong Kong, o Hafenstrasse em Hamburgo, os Grand Buildings em Londres, o masterplan Victoria City para Berlim e a Cardiff Bay Opera House.

"Our Amazon Frontline": Pavilhão do Peru na Bienal de Veneza 2016

Como parte da cobertura do ArchDaily Brasil na Bienal de Veneza 2016, estamos apresentando uma série de artigos escritos pelos curadores das exposições e instalações à mostra no evento.

Kashef Chowdhury / Contribuição de URBANA para a Bienal de Veneza 2016

Como parte da cobertura do ArchDaily sobre a Bienal de Veneza 2016, apresentamos uma série de artigos escritos pelos curadores das exposições e instalações à mostra no evento.

"Making Heimat": Por dentro do Pavilhão da Alemanha na Bienal de Veneza 2016

"Making Heimat. Germany, Arrival Country" [Construindo um lar. Alemanha, país de chegada] é uma resposta à chegada de mais de um milhão de refugiados na Alemanha em 2015. As expectativas para 2016 são similares. A necessidade de habitação é urgente, mas urgente também é a necessidade de novas ideias e abordagens confiáveis para a integração. Portanto, a exposição é composta por três partes: a primeira parte investiga os abrigos físicos dos refugiados - as soluções reais que foram construídas para lidar com a necessidades urgentes. A segunda parte busca definir as condições que devem estar presentes numa "cidade de chegada" a fim de transformar refugiados em imigrantes. A terceira parte da exposição é o conceito de design espacial do pavilhão alemão, que abordará a situação política contemporânea. O grupo "Something Fantastic" planejou e organizou a apresentação de arquitetura e design gráfico.

Vídeo: Subindo o zigurate do Pavilhão Nórdico na Bienal de Veneza 2016

Neste vídeo, Jesús Granada visita o Pavilhão Nórdico e a exposição "In Therapy" na Bienal de Veneza deste ano. O vídeo apresenta uma série de imagens estáticas que mostram a instalação central da exposição - uma pirâmide escalonada, ou zigurate - e sua série de "ambientes sem paredes" para a reflexão. O pavilhão em si, construído em 1969, foi projetado por Sverre Fehn para refletir e concretizar algumas ideias sobre a sociedade Nórdica e sua arquitetura - inclusive mostrando um certo sentido de abertura. Este ano, portanto, o pavilhão foi organizado como uma extensão do espaço público do Giardini.

Participantes do Pavilhão do Brasil falam sobre a Bienal de Veneza

A participação brasileira na Bienal de Veneza deste ano - JUNTOS - consiste na reunião de quinze projetos realizados em diversas regiões do país e que abrangem uma grande gama de abordagens do tema da Biennale: Reporting from the Front. Perguntamos a alguns dos idealizadores dos projetos que fazem parte de Juntos suas opiniões acerca do pavilhão do Brasil e da contribuição de seus projetos ao pavilhão e à própria Bienal, veja suas respostas, a seguir:

Bienal de Veneza 2016: "Reporting from Chile" (ou, do Chile para o Mundo)

No início do mês de março, no Palácio de Governo do Chile, foi organizado um evento inédito para a arquitetura chilena: membros do governo, autoridades do governo e a imprensa se reuniram para participar, da primeira conferência de imprensa em espanhol realizada pela Bienal de Veneza.

A pior coisa da Bienal de Veneza de 2016 foi a reação mesquinha de alguns críticos

Para muitos, pode parecer que os objetivos de Alejandro Aravena com a Bienal de Veneza de 2016 - como ele descreve, "entender quais ferramentas de projeto são necessárias para subverter as forças que privilegiam o ganho individual sobre o benefício coletivo"—são irrepreensíveis. Apesar destes objetivos, um grande número de comentadores surgiram, levados pelo talvez mais fervoroso Patrik Schumacher, criticando a Biennale. Neste artigo, originalmente publicado no site do The Architecture Foundation como "Holier than thou," Phineas Harper responde a estas críticas.

Pavilhão da Turquia na Bienal de Veneza 2016 explora as similaridades entre Istambul e Veneza

O Pavilhão da Turquia na Bienal de Veneza 2016 apresenta a exposição Darzanà: Two Arsenals, One Vessel, que correlaciona a herança cultural das docas em Istambul e em Veneza. Com curadoria a cargo de uma equipe de arquitetos turcos, a mostra apresenta "uma última embarcação" que foi construída usando materiais encontrados nas docas de Istambul e transportados para a Bienal.

"Reporting from the Front": Exposição no Arsenale

Passadas algumas semanas da abertura da 15ª Exposição Internacional de Arquitetura da Biennale di Venezia, o ArchDaily Brasil tem o prazer de mostrar uma prévia das exposições e instalações selecionadas por Alejandro Aravena e seu escritório Elemental. Separadas dos Pavilhões Nacionais, “Reporting from the Front” celebra trabalhos que “abordam problemas importantes para os quais a qualidade da arquitetura fez a diferença.”

Mais um dia de alegria!

Para os oitenta anos de Álvaro Siza, em 2013, escrevi um texto para o jornal Público e a Ordem dos Arquitectos de Portugal. Falei no mestre utilizando palavras e expressões como luta corpo a corpo, capacidade de pensamento sincrético, treino de alta competição, intervenções cirúrgicas, serenidade, densidade, silêncio, combates, esforço, paciência, entusiasmo, reserva, prudência e medo, mas, principalmente, alegria.

Vídeo: Mergulhe no Pavilhão da Austrália para a Bienal de Veneza 2016

Em sue mais recente vídeo, Jesús Granada visita o pavilhão da Austrália na Bienal de Veneza 2016, intitulado "The Pool". Com curadoria de Amelia Holliday, Isabelle Toland & Michelle Tabet, do Aileen Sage Architects, a exposição explora a tipologia arquitetônica da piscina e seu lugar na cultura australiana.

Por dentro do "Pavilhão Báltico" na Bienal de Veneza 2016

Como parte da cobertura do ArchDaily Brasil na Bienal de Veneza 2016, apresentamos uma série de artigos escritos pelos curadores das exposições e instalações à mostra no evento.

Vídeo: Por dentro do Pavilhão da Áustria na Bienal de Veneza 2016

Neste vídeo, Jesús Granada nos leva para dentro do Pavilhão da Áustria na Bienal de Veneza 2016. A exposição, intitulada Orte Für Menschen (Lugares para Pessoas), foca na criação de soluções habitacionais inovadoras necessárias para lidar com a atual crise de imigrantes refugiados no país. O pavilhão exibe três projetos em andamento em Viena, onde três equipes de arquitetos se uniram a ONGs para converter edifícios abandonados em acomodações temporárias para refugiados e, posteriormente, em residências permanentes.

Home Economics: Por dentro do Pavilhão britânico na Bienal de Veneza 2016

Como parte da cobertura do ArchDaily Brasil na Bienal de Veneza 2016, apresentamos uma série de artigos escritos pelos curadores das exposições e instalações à mostra no evento.

Against The Tide: Por dentro do Pavilhão do Chile na Bienal de Veneza 2016

Como parte da cobertura do ArchDaily Brasil na Bienal de Veneza 2016, apresentamos uma série de artigos escritos pelos curadores das exposições e instalações à mostra no evento.

Uma conversa com Koolhaas, Foster e outros na Bienal de Veneza 2016

No dia 28 de maio, alguns ilustres arquitetos, entre eles Rem Koolhaas e Norman Foster, se reuniram no primeiro dos "Meetings on Architecture" - uma série de discussões organizada por Aravena na Bienal de Veneza 2016. Sob o tema "Infraestrutura", cada convidado contou histórias acerca de seus projetos na Bienal e respondeu a questões colocadas pelo público.