Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

James Taylor-Foster

James is ArchDaily's European Editor-at-Large, based between London and Rotterdam.

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

Escritórios de arquitetura escandinavos pelas lentes de Marc Goodwin

O fotógrafo de arquitetura, Marc Goodwin, concluiu recentemente "a ultra-maratona de sessões de fotos:" vinte e oito escritórios de arquitetura em vinte e oito dias, distribuídos por quatro capitais - Oslo, Estocolmo, Copenhague e Helsinque. Seu objetivo era compreender que tipo de espaços os arquitetos dos países nórdicos estavam criando e quais suas diferenças em relação aos respectivos países. A partir de antigas casas de barco até estábulos e depósitos de carvão, Goodwin capturou alguns dos ambientes de trabalho mais exclusivos que a profissão oferece.

Studiopuisto. Imagem © Marc Goodwin Tham & Videgård. Imagem © Marc Goodwin Leth & Gori. Imagem © Marc Goodwin Norrøn. Imagem © Marc Goodwin + 33

Curadores revelam o tema do Pavilhão Báltico na Bienal de Veneza de 2016

O Pavilhão Báltico da Bienal de Veneza de 2016, representando a Estônia, Letônia e Lituânia, explorará os "esforços transformativos em andamento" que estão atualmente "reprogramando uma região inerte além das delimitações dos Estados-nação separados". Isso "pretende explorar o entorno edificado dos Estados Bálticos como um espaço compartilhado de ideias". Localizado no Palasport Arsenale Giobatta Gianquinto, projetado por Enrichetto Capuzzo, um pavilhão desportivo de arquitetura brutalista, situado perto do Arsenale, a exposição será também acompanhada por uma série de eventos correlatos que será apresentada através de um corte transversal do espaço Báltico, desdobrando-se com uma "estratégia não-linear".

Níall McLaughlin é eleito curador da exposição da Irlanda na Bienal de Veneza 2016

O escritório Níall McLaughlin Architects, com sede no Reino Unido e na Irlanda, foi selecionado para representar a Irlanda na Bienal de Veneza de 2016. O escritório, que fez parte de uma lista exclusiva para o prêmio RIBA Stirling Prize deste ano, trabalhará em conjunto com Yeoryia Manolopoulo, um arquiteto acadêmico de Londres. A proposta "contempla seus interesses em trabalhar como arquitetos para entender e melhorar a qualidade de vida daqueles que sofrem de Alzheimer, [analisando] a experiência espacial de pessoas com Alzheimer tendo em vista que a experiência destes possivelmente não se assemelha a nenhuma outra representação arquitetônica convencional".

Mehmet Kütükçüoğlu, Ertuğ Uçar e Feride Çiçekoğlu serão os curadores do Pavilhão Turco na Bienal de Veneza de 2016

Após um concurso público e uma avaliação de duas etapas, Mehmet Kütükçüoğlu, Ertuğ Uçar, e Feride Çiçekoğlu com o auxílio de Namık Erkal e Cemal Emden, foram selecionados como co-curadores do Pavilhão Turco na Bienal de Arquitetura de Veneza de 2016, dirigida pelo arquiteto chileno Alejandro Aravena sob o tema "Reporting from the Front". Comissionado pela Fundação de Cultura e Artes de Istanbul (İKSV), o título do projeto - 'Darzanà' - reflete sobre os importantes "portos gêmeos do Mediterrâneo": Istambul e Veneza.

Exposição na Bienal de Veneza examina o julgamento de David Irving e a arquitetura do Holocausto

Em 2000, em um julgamento realizado em Londres, David Irving, britânico notório por negar o Holocausto, processou, por calúnia, uma historiadora americana e seu artigo. Ele afirmou que o Holocausto na verdade não aconteceu -- teria sido o planejado e sistemático assassinato de seis milhões de judeus europeus uma farsa? A luta pelo valor de evidências arquitetônicas se torna relevante. Em última instância, análises forenses de plantas e remanescentes arquitetônicos de Auschwitz se tornaram crucial na derrota de Irving naquela que continua sendo a mais decisiva vitória contra a negação do Holocausto.

Isométrica de The Evidence Room (Siobhan Allman, Anna Longrigg, Donald McKay, Michael Nugent, Nicole Ratajczak, Alexandru Vilcu). Imagem © The Evidence Room Molde em geso do preenchimento câmara de Gás de Auschwitz, Copiado de Photo by Omer Arbel. Imagem © Omer Arbel Perspectiva interna da coluna de gás de Auschwitz em The Evidence Room (Siobhan Allman, Anna Longrigg, Donald McKay, Michael Nugent, Nicole Ratajczak, Alexandru Vilcu). Imagem © The Evidence Room Perspectiva interna da porta da câmara de gás em The Evidence Room (Siobhan Allman, Anna Longrigg, Donald McKay, Michael Nugent, Nicole Ratajczak, Alexandru Vilcu). Imagem © The Evidence Room + 14

Pavilhão da Turquia divulga seu tema para a Bienal de Veneza 2016: 'Darzanà'

Após uma chamada de projetos em duas etapas, Mehmet Kütükçüoğlu, Ertuğ Uçar e Feride Çiçekoğlu com o apoio de Namık Erkal e Cemal Emden, foram selecionados como curadores do pavilhão turco na Bienal de Arquitetura de Veneza 2016. Comissionado pela Fundação de Istambul para a Cultura e as Artes (IKSV), o projeto intitulado Darzanà faz referência aos dois portos mais importantes do Mediterrâneo antigo: Istambul e Veneza.

Alejandro Aravena divulga mais detalhes sobre a Bienal de Veneza 2016 - "Reporting From the Front"

A Bienal de Arquitetura de Veneza, dirigida este ano por Alejandro Aravena, divulgou mais informações sobre a exposição central e os projetos associados que estarão em exibição. Segundo La Biennale, 'Reporting from the Front' será uma exposição única que se espalhará pelo Arsenale e pelo pavilhão central do Giardini, mostrando trabalhos de 88 participantes de 37 países. Destes, 50 estarão apresentando trabalhos pela primeira vez e 33 são arquitetos com menos de 40 anos de idade. 'Reporting from the Front' mostrará trabalhos que lidam com segregação, desigualdade, periferias, problemas sanitários, desastres naturais, crises habitacionais, imigrações, crime, tráfico, desperdício, poluição e participação comunitária.

Boris Jensen e Kristoffer Weiss são escolhidos como curadores do Pavilhão da Dinamarca na Bienal de Veneza 2016

Boris Brorman Jensen e o filósofo Kristoffer Lindhardt Weiss foram escolhidos como curadores do Pavilhão da Dinamarca na Bienal de Veneza 2016. A exposição se concentrará no tema "humanismo", um "leitmotiv central na arquitetura dinamarquesa", que "promove um sentido de comunidade e expressa o orgulho cívico." Embora esteja no topo da agenda, os curadores comentam que "não há muito acordo em como, quando e através de que meios essa 'arquitetura humanista' deveria ser realizada."

Louisiana Hamlet Pavilion de SelgasCano será reutilizado como escola na favela de Kibera, Nairobi

O Louisiana Hamlet Pavilion, projetado por SelgasCano em colaboração com Helloeverything foi desmontado de sua localização original e será reconstruído na favela de Kibera, em Nairobi, onde assumirá a função de uma escola. A estrutura, que está a caminho de um dos maiores assentamentos informais daquele país, substituirá uma estrutura em ruínas que atualmente abriga 600 alunos. O pavilhão, originalmente comissionado pelo Louisiana Museum of Modern Art (Copenhague), foi relocado após uma decisão tomada por Iwan Baan, SelgasCano, o museu e Second Home.

Designers holandeses transformam navio petroleiro abandonado em pequenas cidades

Quatro designers holandeses —Chris Collaris, Ruben Esser, Sander Bakker e Patrick van der Gronde—imaginaram um modo sustentável de reutilizar um navio petroleiro abandonado na região sul do Golfo Pérsico. Intitulado The Black Gold, o projeto enxerga o petroleiro como "ícone perfeito" que representa "a história geográfica, econômica e cultural dos estados petrolíferos árabes" - um ícone que, segundo os designers, se tornará cada vez mais obsoleto.  

BIG é escolhido para projetar o Serpentine Pavilion 2016

A fundação Serpentine Galleries divulgou recentemente que o Serpentine Pavilion 2016 será projetado pelo escritório Bjarke Ingels Group (BIG). Além disso, também foi anunciado que quatro "Summer Houses" será construídas por firmas internacionalmente reconhecidas. Kunlé Adeyemi – NLÉ (Amsterdã/Lagos), Barkow Leibinger (Berlim/Nova Iorque), Yona Friedman (Paris), and Asif Khan (Londres) projetarão, cada um, uma estrutura de 25 m² inspirada no Templo da Rainha Caroline, uma casa de veraneio neoclássica construída em 1734 localizada nas proximidades do parque. Alinhado com o critério de seleção do Serpentine Gallery, os escritórios escolhidos para projetar as Summer Houses ainda não tem nenhuma obra construída na Inglaterra.

Zaha Hadid recebe a RIBA Royal Gold Medal em Londres

Congratulations to Dame Zaha Hadid who has tonight received the #RoyalGoldMedal for architecture.

Posted by RIBA on Wednesday, 3 February 2016

Zaha Hadid, primeira mulher a ser reconhecida individualmente com a maior honraria da arquitetura do Reino Unido em 2015, recebeu a RIBA 2016 Royal Gold Medal em uma cerimônia na última quarta-feira. Hadid, que recebeu o título de Dama do Império Britânico em 2012, recebeu o Prêmio Pritzker em 2014. Seu escritório também foi premiado com o RIBA Stirling Prize em 2010 e 2011.

Google coloca o espaço interno do Guggenheim de Nova Iorque no Street View

O Google Cultural Institute se uniu ao icônico Museu Guggenheim de Nova Iorque, projetado por Frank Lloyd Wright, para abrir as portas da instituição no Street View. Além disso, a Solomon R. Guggenheim Foundation disponibilizou mais de 120 obras de arte para serem vistas online. "Com a tecnologia do Street View é agora possível caminhar pelas distintas rampas espiraladas do museu a partir de qualquer lugar", comentou a fundação.

Vídeo conta a história do projeto Robin Hood Gardens de Alison e Peter Smithson

O cineasta britânico Joe Gilbert realizou um breve filme sobre o projeto Robin Hood Gardens de Alison e Peter Smithson em Londres. Acompanhado por comentários de Timothy Brittain-Catlin, o filme apresenta a "história e o estado atual da obra a partir de uma série de imagens monocromáticas do projeto."

Como o pintor Ben Johnson torna a representação arquitetônica tão real?

Ben Johnson é um pintor preocupado com o realismo - especialmente quando trata-se da representação bidimensional do espaço arquitetônico. O artista britânico trabalha em Londres desde a década de 1960. Neste tempo, sua extensa obra abordou paisagens urbanas, estampas e representações de ambientes desenhados por Norman Foster, John Pawson, IM Pei, David Chipperfield.

'Room of the Niobids II' (2011, acrylic on canvas, 71 x 99in / 180 x 252cm): depiction of the Neues Museum (Berlin) by David Chipperfield Architects & Julian Harrap. Image © Ben Johnson 'Fatherland Room' (2014, acrylic on canvas, 71 x 93in / 180 x 237cm): depiction of the Neues Museum (Berlin) by David Chipperfield Architects & Julian Harrap. Image © Ben Johnson 'Roman Room' (2014, acrylic on canvas, 71 x 93in / 180 x 237cm): depiction of the Neues Museum (Berlin) by David Chipperfield Architects & Julian Harrap. Image © Ben Johnson 'Room of the Niobids' (2011, acrylic on canvas, 71 x 99in / 180 x 252cm): depiction of the Neues Museum (Berlin) by David Chipperfield Architects & Julian Harrap. Image © Ben Johnson + 19

Aplicativo mostra os ambientes digitais criados pelas ondas de rádio em tempo real

Um novo aplicativo para dispositivos móveis criado pelo designer holandês Richard Vijgen visualiza a "infosfera" - uma "rede de redes" interdependentes que é "povoada por entidades informacionais" - em realidade aumentada e em tempo real, transformando nosso ambiente intangível em um mundo abstrato de ondas de energia pulsantes. De acordo com o designer, estamos "completamente cercados por um sistema oculto de cabos de dados e sinais de rádio criado por pontos de acesso, torres de celulares e satélites em órbita". O aplicativo Architecture of Radio funciona "revertendo a natureza do ambiente da 'infosfera', ocultando o visível e revelando a paisagem tecnológica invisível com a qual interagimos através de nossos dispositivos."

iddqd Studio recria virtualmente a Igreja de St. John de Marcel Breuer

Um estúdio de visualização de Belarus chamado iddqd recriou a Igreja de St. John de Marcel Breuer em uma série de imagens altamente detalhadas que mostram os espaços internos e o exterior do edifício. Primeiro de uma série de trabalhos chamada "Unforgotten Heritage", as imagens são complementadas por um vídeo e jogam luz sobre um edifício que, segundo os artistas, "poderia cair no esquecimento."

Malkit Shoshan é escolhida como curadora do Pavilhão dos Países Baixos na Bienal de Veneza 2016

Malkit Shoshan, finalista este ano do Harvard GSD Wheelwright Prize, foi escolhida pelo Het Nieuwe Instituut para ser a curadora do Pavilhão dos Países Baixos na Bienal de Veneza 2016. Fundadora do think-tank FAST (Foundation for Achieving Seamless Territory), Shoshan tem sido parceira do instituto nos últimos dois anos e é autora do premiado livro Atlas of Conflict: Israel-Palestine (2010). Seu trabalho atual, intitulado Drones and Honeycombs, é um estudo da arquitetura e paisagem que examina atentamente "o espaço público em zonas de guerra".