O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Exposição na Bienal de Veneza examina o julgamento de David Irving e a arquitetura do Holocausto

Exposição na Bienal de Veneza examina o julgamento de David Irving e a arquitetura do Holocausto

Exposição na Bienal de Veneza examina o julgamento de David Irving e a arquitetura do Holocausto
Exposição na Bienal de Veneza examina o julgamento de David Irving e a arquitetura do Holocausto, Fachada posterior de The Evidence Room (Siobhan Allman, Anna Longrigg, Donald McKay, Michael Nugent, Nicole Ratajczak, Alexandru Vilcu). Imagem © The Evidence Room
Fachada posterior de The Evidence Room (Siobhan Allman, Anna Longrigg, Donald McKay, Michael Nugent, Nicole Ratajczak, Alexandru Vilcu). Imagem © The Evidence Room

Em 2000, em um julgamento realizado em Londres, David Irving, britânico notório por negar o Holocausto, processou, por calúnia, uma historiadora americana e seu artigo. Ele afirmou que o Holocausto na verdade não aconteceu -- teria sido o planejado e sistemático assassinato de seis milhões de judeus europeus uma farsa? A luta pelo valor de evidências arquitetônicas se torna relevante. Em última instância, análises forenses de plantas e remanescentes arquitetônicos de Auschwitz se tornaram crucial na derrota de Irving naquela que continua sendo a mais decisiva vitória contra a negação do Holocausto.

Isométrica de The Evidence Room (Siobhan Allman, Anna Longrigg, Donald McKay, Michael Nugent, Nicole Ratajczak, Alexandru Vilcu). Imagem © The Evidence Room Molde em geso do preenchimento câmara de Gás de Auschwitz, Copiado de Photo by Omer Arbel. Imagem © Omer Arbel Perspectiva interna da coluna de gás de Auschwitz em The Evidence Room (Siobhan Allman, Anna Longrigg, Donald McKay, Michael Nugent, Nicole Ratajczak, Alexandru Vilcu). Imagem © The Evidence Room Perspectiva interna da porta da câmara de gás em The Evidence Room (Siobhan Allman, Anna Longrigg, Donald McKay, Michael Nugent, Nicole Ratajczak, Alexandru Vilcu). Imagem © The Evidence Room + 14

Robert Jan van Pelt (Universidade de Waterloo, Canadá) valeu-se de testemunha sobre Auschwitz no Julgamento de Irving. Seu parecer se tornou uma das fontes de inspiração para uma nova disciplina que se localiza no cruzamento entre arquitetura, tecnologia, história, direito e direitos humanos: a arquitetura forense. Sob a convocação de Alejandro Aravena, diretor da Bienal de 2016, Jan van Pelt se juntou a Anne Bordeleau, Sascha Hastings e Donald McKay para criar The Evidence Room, que será exibido no Pavilhão Central da próxima Bienal.

Preenchimento da câmara de gás de Auschwitz. Imagem © Omer Arbel
Preenchimento da câmara de gás de Auschwitz. Imagem © Omer Arbel
Detalhe fotográfico da viga da porta de gás (foto por um desconhecido fotógrafo russo). Imagem © The Evidence Room
Detalhe fotográfico da viga da porta de gás (foto por um desconhecido fotógrafo russo). Imagem © The Evidence Room

Juntamente a uma equipe de estudantes de Waterloo, eles irão "apresentar um trabalho que resume as análises forenses de Auschwitz dentro da exposição Reporting From the Front. The Evidence Room consiste em réplicas em escala 1:1 e moldes de peças-chave de evidências arquitetônicas (bem como colunas de gás, portas de gás, seções de parede com preenchimentos de gás compacto, plantas, cartas de arquitetos, recibos de construtoras, fotógrafos etc.) que provam, sem sombra de dúvida, que Auschwitz foi uma fábrica intencional da morte, equipada com grandes câmaras de gás e enormes incineradores.

Estudante de arquitetura Bradley Paddock mede o molde da porta em tamanho real da câmara de gás. Imagem © Fred Hunsberger
Estudante de arquitetura Bradley Paddock mede o molde da porta em tamanho real da câmara de gás. Imagem © Fred Hunsberger
Estudantes de arquitetura de Waterloo Anna Beznogova e Anna Longrigg preparam um molde de gesso. Imagem © Piper Bernbaum
Estudantes de arquitetura de Waterloo Anna Beznogova e Anna Longrigg preparam um molde de gesso. Imagem © Piper Bernbaum

The Evidence Room será exibido na Bienal de Arquitetura de Veneza de 2016 de 28 de maio a 27 de novembro de 2016 e será mostrado no Pavilhão Central (Giardini). Um livro acompanhará o projeto.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
James Taylor-Foster
Autor
Cita: Taylor-Foster, James. "Exposição na Bienal de Veneza examina o julgamento de David Irving e a arquitetura do Holocausto" [2016 Venice Biennale Exhibition to Examine the 2000 Irving Trial and the Architecture of the Holocaust] 06 Mar 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Ferber, Amanda) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/783004/2016-venice-biennale-exhibition-to-examine-the-2000-irving-trial-and-the-architecture-of-the-holocaust> ISSN 0719-8906