Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência

Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência

Schoonschip é um inovador bairro circular de Amsterdã, um projeto comunitário definido para se tornar um protótipo para empreendimentos urbanos flutuantes. Com um masterplan elaborado pelo escritório de arquitetura holandês Space & Matter, o projeto compreende 46 residências em 30 lotes de água conectados por um cais e que emprega recursos descentralizados e sustentáveis de energia, água e sistemas de esgoto. Com o último de seus edifícios concluído este ano, o empreendimento apresenta uma estratégia de adaptação importante de ser considerada, em face das mudanças climáticas e da elevação do nível do mar.

Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência - Imagem 2 de 21Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência - Imagem 3 de 21Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência - Imagem 4 de 21Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência - Imagem 5 de 21+ 21

Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência - Imagem 12 de 21
© Alan Jensen

O novo bairro no Canal Johan van Hasselt em Amsterdã, agora com mais de 100 residentes, foi iniciado em 2010 por um grupo de entusiastas determinado a criar uma comunidade neutra em energia. O plano urbano da Space & Matter reflete a coesão desta comunidade, com um cais que conecta todas as moradias e media encontros casuais entre os residentes, enquanto cada casa preserva a vista panorâmica da água. As habitações são projetadas por diferentes práticas arquitetônicas, das quais derivam a variedade de estilos, tipos de construção e materiais que caracterizam o projeto. Cada casa foi fabricada fora do terreno, incorporando os pré-requisitos do terreno, de acordo com o plano de Space & Matter, que também desenhou duas das casas flutuantes.

Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência - Imagem 4 de 21
© Alan Jensen

Viver na água oferece uma ótima solução para lugares onde as mudanças climáticas e o aumento do nível do mar são um perigo iminente. A solução, não apenas protege as pessoas contra a natureza, mas também a própria natureza. – Sascha Glasl, Space & Matter

O Schoonschip é projetado em torno de um conjunto específico de valores definidos pela comunidade de residentes e representa uma visão arquitetônica que responde às mudanças climáticas. O projeto é criado em torno de um modelo comunitário circular e apresenta uma rede inteligente de painéis solares que ajudam os residentes a trocar energia entre si. O desenvolvimento também incorpora trocadores de calor submersos para aquecimento e resfriamento e tecnologias de tratamento de água para recuperar energia e nutrientes de águas residuais. Além disso, a comunidade se esforça para conseguir o fechamento do circuito local.

Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência - Imagem 14 de 21
© Isabel Nabuurs

Além disso, a associação de proprietários deseja compartilhar o conhecimento acumulado ao longo da década de desenvolvimento do projeto, fomentando um terreno fértil para soluções sustentáveis e circulares. “Achamos necessário e estimulante compartilhar nossa mentalidade social e sustentável com outras pessoas, ajudando-as a aprimorar seus conhecimentos e habilidades. Gostamos de aprender com os outros e recebemos de volta todos os que desejam aprender conosco", disse Marjan de Blok, um dos primeiros associados do Schoonschip. Portanto, o projeto é open source e o conhecimento que foi utilizado na construção do empreendimento residencial foi compilado em um site, detalhando vários aspectos, desde materiais à produção de alimentos até aspectos legais.

Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência - Imagem 18 de 21
© Space&Matter

Space & Matter é um escritório com sede em Amsterdã com um forte foco em sustentabilidade, processos participativos e design circular. O trabalho do estúdio gira em torno do planejamento urbano, esforçando-se para formar comunidades que possam desencadear mudanças valiosas no ambiente urbano. Os projetos mais notáveis da Space & Matter incluem Object ONE, uma estrutura que promove adaptabilidade e flexibilidade, Beekblokken Roosendaal, um desenvolvimento integrado de arquitetura e natureza, ou De Ceuvel, que consiste em casas flutuantes recuperadas transformadas em um distrito criativo super sustentável.

Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência - Imagem 5 de 21
© Isabel Nabuurs

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Cutieru, Andreea. "Bairro flutuante em Amsterdã oferece uma nova perspectiva sobre circularidade e resiliência" [Amsterdam's Floating Neighbourhood Schoonschip Offers a New Perspective on Circularity and Resiliency] 13 Jul 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/964437/bairro-flutuante-em-amsterda-oferece-uma-nova-perspectiva-sobre-circularidade-e-resiliencia> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.