A cor na arquitetura: estratégias, tendências e exemplos aplicados

A cor na arquitetura: estratégias, tendências e exemplos aplicados

Para que serve a cor na arquitetura? A escolha da cor de uma fachada ou espaço pode afetar diretamente em nosso humor e produtividade: ela influência diretamente na maneira como percebemos e nos relacionamos com o espaço. As possibilidades são infinitas, desde cores que contrastam entre si até ambientes monocromáticos.

Apresentaremos a seguir um índice de artigos relacionados à cor na arquitetura publicados recentemente aqui no ArchDaily. Nesta lista você irá encontrar tudo aquilo precisa saber sobre o uso da cor na arquitetura, desde as principais estratégias de projeto até às últimas novidades e tendências além de um amplo catálogo de obras que exploram a cor em todas os seus tons e nuances. 

Considerações e estratégias de projeto

“Da mesma forma que as cores em uma pintura são capazes de produzir uma certa atmosfera, as cores de um edifício ou ambiente podem influenciar profundamente a forma como as pessoas percebem o espaço. Por exemplo, fisiologicamente, muitos estudos mostram que as cores de luz, podem estimular ou diminuir a produção de melatonina em nosso corpo, mantendo as pessoas mais relaxadas ou despertas.”

© Ari Marcopoulos. ImageMuseo Infantil para las Artes / WORKac
© Ari Marcopoulos. ImageMuseo Infantil para las Artes / WORKac

“A humanidade passa cada vez mais tempo em espaços fechados, seja no trabalho ou em casa. Estudos mostraram que passamos 87% de nossas vidas em ambientes internos. Enquanto interiores agradáveis podem influenciar positivamente no humor e no bem-estar de seus ocupantes, locais mal iluminados, desconfortáveis podem tornar as vidas miseráveis. Por isso, o ofício de projetar interiores é tão importante, mesmo que muitas vezes seja considerado menor por alguns profissionais.”

© Katherine Lu. ImageCasa Vida Dupla / Breathe Architecture
© Katherine Lu. ImageCasa Vida Dupla / Breathe Architecture

“Muito além de preferências estéticas, o uso de determinadas cores podem trazer diferentes significados que abrangem outros campos como a psicologia ou simbologia. Portanto, é sabido que uma cor não depende apenas da luz e do ambiente, mas também da percepção que temos dela. O alemão Johann Wolfgang Von Goethe, que se aprofundou no estudo da Teoria das Cores, aponta que a identificação dos tons é subjetivo, mas os efeitos são universais. Como exemplo, as cores quentes (vermelho, amarelo e laranja) são mais dinâmicas e causam sensações de conforto e estímulo nas pessoas, já as cores frias (verde, roxo e azul) possuem um efeito mais suave, relaxante e estático.”

© Luis Diaz Diaz. ImageFotografía base
© Luis Diaz Diaz. ImageFotografía base

“Um ambiente monocromático é um espaço em que a maioria de seus elementos é de uma única cor. E, embora seja muito comum as cores escolhidas serem em preto e branco, devido à sua neutralidade, é possível usar qualquer paleta de cores, aproveitando seus infinitos tons, subtons ou matrizes. Explorando uma série de exemplos construídos, hoje falaremos sobre três estratégias nas quais a cor pode fazer a diferença: destacar, unificar e delimitar o espaço.”

© Simone Bossi. ImageApartamento XVII / Studio Razavi architecture
© Simone Bossi. ImageApartamento XVII / Studio Razavi architecture

“Há arranhões, rabiscos de crianças ou descascados nas paredes que você pretendia encobrir, mas ainda não teve tempo? É sabido que as cores e a limpeza de um espaço interior podem ter um impacto profundo no humor de seus habitantes - principalmente quando esses habitantes ficam presos por meses durante uma quarentena. Este é um bom momento para repintar, consultando os guias de cores, considerando sua combinação e considerando a iluminação em cada ambiente antes de iniciar o esforço.”

© Imagen Subliminal. ImageApartamento para un Soltero en Madrid / gon architects + Ana Torres.
© Imagen Subliminal. ImageApartamento para un Soltero en Madrid / gon architects + Ana Torres.

Tendências

“No último mês de dezembro a Pantone anunciou sua(s) cor(es) para o ano de 2021: PANTONE 17-5104 Ultimate Gray e PANTONE 13-0647 Illuminating. Pela segunda vez em sua história—que já dura 22 anos—, a Pantone escolheu não uma, mas duas cores tendência para representar o ano de 2021.”

Cortesía de Atelier Vens Vanbelle. ImageStephanie & Kevin / Atelier Vens Vanbelle
Cortesía de Atelier Vens Vanbelle. ImageStephanie & Kevin / Atelier Vens Vanbelle

“Um tom que "inspira calma, confiança e conexão" para o processo de transição em direção a uma nova era. Descrita como "atemporal e durável", a cor faz lembrar o céu ao pôr do sol e "ajuda a focar os pensamentos.”

© Junia Mortimer. ImageMuseo de la Cachaça / Jô Vasconcelos
© Junia Mortimer. ImageMuseo de la Cachaça / Jô Vasconcelos

 “Coral Living: Com nuance vibrante, mas, ao mesmo tempo, suavidade, a cor que promete ser a tendência do novo ano, "nos acolhe com sua aura cálida e nutritiva, flutuando e reconfortando num ambiente em constante transformação.”

© Fernando Guerra. ImageCasa Vermelha / extrastudio
© Fernando Guerra. ImageCasa Vermelha / extrastudio

Materiais

“A cor e o tipo de corte do tijolo podem influenciar significativamente a atmosfera que emana. Enquanto o tijolo branco se presta a um design mais minimalista, o tijolo marrom, por exemplo, tende a parecer mais rústico e terroso. Neste artigo, exploramos algumas das cores mais populares de tijolos, descrevemos formas de colori-los artificialmente e listamos projetos recentes que utilizam o material.”

© Qiang Zhao. ImageShuyang Art Gallery / UAD
© Qiang Zhao. ImageShuyang Art Gallery / UAD

“O traço tradicional do concreto, que leva cimento, brita, areia e água pode apresentar variações por conta dos seus elementos compositivos, mas sempre varia entre o cinza claro e o escuro. No entanto, um recurso que vem sendo cada vez mais utilizado é o de agregar pigmentos a essa mistura, para se alcançar cores variadas na aparência final da obra, já que tornam todo o concreto, por dentro e por fora, colorido. Essas tonalidades decorrem da adição de óxidos: as cores amarelo, vermelho e suas derivações (marrons) são obtidas com a adição do óxido de ferro, enquanto que o óxido de cromo e de cobalto criam o efeito de cor verde e azul, respectivamente. Para o concreto preto, geralmente inclui-se óxido de ferro preto e óxido de carbono, combinados com cimento pozolânico.”

Centro de Interpretación de La Batalla de Atoleiros / Gonçalo Byrne Arquitectos + Oficina Ideias em Linha. Image© Fernando Guerra | FG+SG
Centro de Interpretación de La Batalla de Atoleiros / Gonçalo Byrne Arquitectos + Oficina Ideias em Linha. Image© Fernando Guerra | FG+SG

“Especificamente para o concreto preto, geralmente inclui-se óxido de ferro (Fe3O4), encontrado na natureza como o mineral magnetita. Quando adicionadas ao traço do concreto, as partículas de óxido de ferro englobam e revestem as partículas de cimento, por serem 10 vezes menores. É por isso que a quantidade de pigmento é dosado com base na quantidade de cimento, e não na de areia, brita ou água.”

© Rafael Gamo
© Rafael Gamo

“O policarbonato tornou-se uma alternativa atraente ao vidro para fachadas, pois apresenta distintos níveis de translucidez e pode fornecer transmissão e difusão ideais da luz. Além disso, é leve, flexível, reciclável, durável, resistente a impactos e inclui proteção ultravioleta (UV), além de resistir a temperaturas entre -40 °C e 115 °C. Mas, além de suas propriedades funcionais, este termoplástico também oferece amplas oportunidades estéticas, permitindo que os arquitetos criem fachadas excepcionalmente dinâmicas e expressivas.”

© Ossip van Duivenbode, Rodeca Systems b.v. Cortesía de Rodeca. ImageTetris Hotel / MVRDV
© Ossip van Duivenbode, Rodeca Systems b.v. Cortesía de Rodeca. ImageTetris Hotel / MVRDV

“Em Yucatan, arquitetos estão revivendo uma antiga técnica de estuque maia para edifícios contemporâneos, combinando arquitetura moderna com história e cultura regional. A técnica é chamada de “Chukum”, um termo derivado do nome popular da árvore Havardia albicans nativa do México. Feito com a casca dessa árvore de chukum, o material tem várias qualidades definidoras que o separam do estuque tradicional, incluindo propriedades impermeáveis e uma cor natural terrosa. A coloração natural do material também elimina a necessidade de corantes artificiais, enquanto sua resistência natural à água elimina a necessidade de revestimentos sintéticos.”

© Leo Espinosa
© Leo Espinosa

“Parece mentira mas é possível reciclar EPS e aplicá-lo novamente em outros processos construtivos. Sabe-se que este material pode ser transformado em matéria-prima para a fabricação de novos produtos plásticos, quando triturados e compactados. No entanto, a reciclagem pode voltar a ter impacto na construção de projetos arquitetônicos e urbanos, ao ser convertido em tintas e revestimentos.”

Cortesía de Idea-Tec
Cortesía de Idea-Tec

Obras

“Reconhecendo nosso banco de dados como uma ferramenta valiosa de repertório arquitetônico, convidamos você a visitar nossa página de projetos, onde, com um único clique, você terá à disposição uma variedade de projetos na cor escolhida.”

“A cor preta, espaços escuros e minimalismo convergem na mesma linguagem, oferecendo novas possibilidades para o projeto de iluminação e uso de novos materiais. Apresentamos a seguir uma seleção dos melhores espaços internos contemporâneos que usam o preto como elemento protagonista, criando ambientes introspectivos e dramáticos.”

© PanoramicStudio
© PanoramicStudio

“Atenção millenials, que muito antes de vocês nascerem, arquitetos como Ricardo Bofill e Luis Barragán já utilizavam esta cor como ferramentas identitárias de suas obras. Com isso em mente, apresentamos 13 projetos que demonstram que no mundo da arquitetura, o Millennial Pink também chegou para deixar sua marca.”

© Takumi Ota. ImageYusuke Seki
© Takumi Ota. ImageYusuke Seki

Produtos

“A iluminação de cor ajustável é uma tecnologia de iluminação relativamente nova, a qual permite aos usuários controlar a cor da luz quando e como quiser, ajustando a sua tonalidade e intensidade de acordo com as suas preferências ou necessidades específicas de cada momento.”

© Alcon Lighting
© Alcon Lighting

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Dejtiar, Fabian. "A cor na arquitetura: estratégias, tendências e exemplos aplicados" [Color en Arquitectura: Las mejores estrategias y tendencias de diseño, los mejores ejemplos en obras y materiales ] 28 Jan 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/955548/a-cor-na-arquitetura-estrategias-tendencias-e-exemplos-aplicados> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.