Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Como reciclar o poliestireno expandido (EPS) para convertê-lo em tintas

Como reciclar o poliestireno expandido (EPS) para convertê-lo em tintas
Br adtopic use and reuse banner

O Poliestireno expandido -também conhecido como isopor- é um material plástico amplamente utilizado na indústria da construção, principalmente para isolamento térmico (e em alguns casos, acústica) das envoltórias das edificações.

Mas é possível reciclá-lo e aplicá-lo novamente em outros processos construtivos? Sabe-se que o EPS pode se tornar matéria-prima para a fabricação de novos produtos plásticos, quando triturados e compactados. No entanto, a reciclagem pode voltar a ter impacto na construção de projetos arquitetônicos e urbanos, ao ser convertido em tintas e revestimentos.

Cortesía de Idea-Tec Cortesía de Idea-Tec Cortesía de Idea-Tec Cortesía de Idea-Tec + 10

As tintas à base de EPS foram desenvolvidas pela Idea-Tec, empresa criada em 2014 por dois químicos chilenos, com o objetivo de gerar tecnologias de reciclagem para resíduos pouco tratados.

© Acdx, via Wikimedia. License CC BY-SA 3.0
© Acdx, via Wikimedia. License CC BY-SA 3.0

Após 3 anos de pesquisa, surgiu uma solução que permite reciclar entre 3,3 a 5,5 kg de EPS por lata de tinta, dependendo do produto. A substituição de uma matéria-prima virgem por um resíduo evita a emissão de CO2 em 15,3 kg por lata; uma contribuição ambiental que se reflete na folha LEED® e no certificado de emissão de CO2 de cada pintura.

Cortesía de Idea-Tec
Cortesía de Idea-Tec

Os resíduos são recebidos na usina de reciclagem e ingressam em uma máquina especialmente projetada para este processo. Quando misturado com diferentes aditivos, obtém-se um concentrado de EPS que tem uma consistência semelhante ao mel. Este produto é então usado como matéria-prima para a produção de tintas. Para obter tintas de diferentes características técnicas, todos os processos seguem o mesmo caminho, mas os aditivos e suas proporções variam.

Cortesía de Idea-Tec
Cortesía de Idea-Tec

Entre os produtos desenvolvidos com base nessa reciclagem estão as tintas de alto tráfego, para demarcação de estradas e pintura de piso, apresentando uma aderência efetiva ao concreto e ao asfalto. Estes podem ser lavados e secos rapidamente, e podem ser aplicados manualmente ou através de sistemas de pulverização (spray).

Vista de pintura de estacionamientos desde Drone. Image Cortesía de Idea-Tec
Vista de pintura de estacionamientos desde Drone. Image Cortesía de Idea-Tec

Em um âmbito mais doméstico, podem ser aplicadas diferentes cores nas paredes e como vedações de acabamento para pisos vitrificados ou cimentícios, ou como impermeabilização de superfícies de alvenaria, argamassa ou concreto.

Cortesía de Idea-Tec
Cortesía de Idea-Tec

Notícia via Idea-Tec.

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este autor
Cita: Materials. "Como reciclar o poliestireno expandido (EPS) para convertê-lo em tintas" [Cómo reciclar el poliestireno expandido (EPS) para convertirlo en pintura] 27 Mar 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/913824/como-reciclar-o-poliestireno-expandido-eps-para-converte-lo-em-tintas> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.