7 Obras de arquitetura que mostram as diferenças do brutalismo no Brasil

7 Obras de arquitetura que mostram as diferenças do brutalismo no Brasil

O período entre as décadas de 50 e 70 no Brasil se caracterizou, sobretudo, pela produção e difusão da arquitetura brutalista. Apesar da falta de uma definição unânime que caracterize o que pode ser entendido como um desdobramento da arquitetura moderna, o termo “brutalismo” é utilizado de forma geral para denotar edifícios da época que têm um denominador comum: o uso aparente dos materiais construtivos, em especial o concreto.

Centro de Exposições do Centro Administrativo da Bahia / João Filgueiras Lima (Lelé). Via arcoweb.com.brGinásio do Clube Atlético Paulistano / Paulo Mendes da Rocha e João De Gennaro. Cortesia de Relae DesignFaculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) / João Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi. © Fernando Stankuns, via Flickr; Licença Creative CommonsCEASA Porto Alegre/ Carlos Maximiliano Fayet, Cláudio Luiz Araújo e Carlos Eduardo Comas + Eladio Dieste. Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques+ 8

No entanto, o brutalismo é mais que um estilo; é também um modo de pensar e fazer, conforme investiga o historiador e crítico Reyner Banham em seu livro de 1966 “El Brutalismo en Arquitectura ¿Etica o Estetica?”. O autor foi responsável pela cristalização e difusão do termo, que ainda hoje se desdobra em pesquisas que demonstram a diversidade geográfica, conceitual e arquitetônica da linguagem brutalista ao redor do mundo.

Entre projetos já publicados no ArchDaily Brasil, selecionamos sete obras em diferentes regiões brasileiras que refletem a pluralidade e riqueza de abordagens do brutalismo no país. Confira:

Tribunal de Justiça do Estado do Piauí / Acácio Gil Borsoi

Tribunal de Justiça do Estado do Piauí / Acácio Gil Borsoi. © Ana Rosa Soares Negreiros Feitosa
Tribunal de Justiça do Estado do Piauí / Acácio Gil Borsoi. © Ana Rosa Soares Negreiros Feitosa

Faculdade de Arquitetura da UFBA / Diógenes Rebouças

Faculdade de Arquitetura da UFBA / Diógenes Rebouças. © Manuel Sá
Faculdade de Arquitetura da UFBA / Diógenes Rebouças. © Manuel Sá

Centro de Exposições do Centro Administrativo da Bahia / João Filgueiras Lima (Lelé)

Centro de Exposições do Centro Administrativo da Bahia / João Filgueiras Lima (Lelé). Via arcoweb.com.br
Centro de Exposições do Centro Administrativo da Bahia / João Filgueiras Lima (Lelé). Via arcoweb.com.br

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) / João Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) / João Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi. © Fernando Stankuns, via Flickr; Licença Creative Commons
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) / João Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi. © Fernando Stankuns, via Flickr; Licença Creative Commons

Ginásio do Clube Atlético Paulistano / Paulo Mendes da Rocha e João De Gennaro

Ginásio do Clube Atlético Paulistano / Paulo Mendes da Rocha e João De Gennaro. Cortesia de Relae Design
Ginásio do Clube Atlético Paulistano / Paulo Mendes da Rocha e João De Gennaro. Cortesia de Relae Design

Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro / Affonso Eduardo Reidy

Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro / Affonso Eduardo Reidy. © Centro de Documentação e Pesquisa do MAM
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro / Affonso Eduardo Reidy. © Centro de Documentação e Pesquisa do MAM

CEASA Porto Alegre/ Carlos Maximiliano Fayet, Cláudio Luiz Araújo e Carlos Eduardo Comas + Eladio Dieste

CEASA Porto Alegre/ Carlos Maximiliano Fayet, Cláudio Luiz Araújo e Carlos Eduardo Comas + Eladio Dieste. Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques
CEASA Porto Alegre/ Carlos Maximiliano Fayet, Cláudio Luiz Araújo e Carlos Eduardo Comas + Eladio Dieste. Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Susanna Moreira. "7 Obras de arquitetura que mostram as diferenças do brutalismo no Brasil" 27 Fev 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/933749/7-obras-de-arquitetura-que-mostram-as-diferencas-do-brutalismo-no-brasil> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.