O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Mercado
  4. Brasil
  5. Carlos Maximiliano Fayet, Cláudio Luiz Araújo e Carlos Eduardo Comas
  6. 1970
  7. Clássicos da Arquitetura: CEASA Porto Alegre/ Carlos Maximiliano Fayet, Cláudio Luiz Araújo e Carlos Eduardo Comas + Eladio Dieste

Clássicos da Arquitetura: CEASA Porto Alegre/ Carlos Maximiliano Fayet, Cláudio Luiz Araújo e Carlos Eduardo Comas + Eladio Dieste

Clássicos da Arquitetura: CEASA Porto Alegre/ Carlos Maximiliano Fayet, Cláudio Luiz Araújo e Carlos Eduardo Comas + Eladio Dieste
Clássicos da Arquitetura: CEASA Porto Alegre/ Carlos Maximiliano Fayet, Cláudio Luiz Araújo e Carlos Eduardo Comas + Eladio Dieste, Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques
Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques

Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques Via benhuser.wordpress.com Via benhuser.wordpress.com + 15

O Pavilhão dos Produtores é o maior e principal edifício do conjunto. O edifício é formado por uma repetição contínua de um mesmo elemento: uma abóbada de tijolo armado com dupla curvatura. São quarenta e uma abóbadas intercaladas por aberturas de iluminação.

Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques
Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques

O edifício mede duzentos e oitenta metros de comprimento por quarenta e cinco metros de largura. A cobertura do edifício é composta trinta e nove abóbodas. As abóbadas são idênticas e vencem o vão correspondente à largura do pavilhão. Em cada frente, uma abóbada formalmente diferenciada marca as duas entradas do edifício cuja altura do arco no sentido do vão é de seis metros e meio.

Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques
Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques

As abóbadas são executadas em tijolo armado. A dupla curvatura de cada abóbada mensura, em planta, sete metros; a altura máxima da dupla curvatura mede quatorze metros.

Detalhamento construtivo
Detalhamento construtivo

No interior do edifício, as ondulações sucessivas das abóbadas se destacam enfatizadas pela iluminação natural. A iluminação adentra o recinto por entre as curvas através de aberturas que tem altura máxima de oito metros. Os tijolos estão assentados de maneira que a face maior fica aparente.

Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques
Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques

As abóbadas apoiam-se em pilares perimetrais dispostos a cada sete metros. No exterior das duas faces laterais, há um corredor elevado que se estende por todo o comprimento do edifício, e é protegido por uma laje de concreto aparente em balanço ligeiramente inclinada, configurando uma calha sobreposta às paredes laterais.

Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques
Cortesia de Acervo João Alberto FAU UniRitter. Cortesia de Sergio Marques

Os outros blocos que se destacam na implantação –os Pavilhões dos Comerciantes– são idênticos. Cada um dos dezessete blocos apresenta cem metros de comprimento por trinta metros de largura. São cobertos por vinte abóbadas autoportantes de curvatura simples, posicionadas a cada cinco metros. Não há aberturas entre elas. A iluminação se dá pela própria abertura lateral arqueadas das abóbadas.

Implantação
Implantação
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: Audrey Migliani. "Clássicos da Arquitetura: CEASA Porto Alegre/ Carlos Maximiliano Fayet, Cláudio Luiz Araújo e Carlos Eduardo Comas + Eladio Dieste" 19 Nov 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/755131/classicos-da-arquitetura-ceasa-porto-alegre-carlos-maximiliano-fayet-claudio-luiz-araujo-e-carlos-eduardo-comas-plus-eladio-dieste> ISSN 0719-8906