Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Unesco World Heritage Site

Unesco World Heritage Site: O mais recente de arquitetura e notícia

Foster+Partners projeta vinícola em Saint-Émilion, França

O escritório britânico Foster + Partners divulgou imagens de sua proposta para a nova vinícola Le Dôme em Saint-Émilion, a segunda vinícola da empresa na região de Bordeaux, França. Localizado em uma paisagem cultural inscrita na lista de patrimônio mundial da UNESCO, o projeto tira proveito da topografia, integrando-se a ela.

AI Studio projeta edifício de uso misto no centro tombado de Riga, na Letônia

A cidade letã de Riga, a maior entre os três estados bálticos, está passando por um renascimento cultural e urbano. A cidade antiga, acessível apenas para pedestres, é tombada como Patrimônio Mundial da UNESCO e apresenta diversos museus, centros culturais e restaurantes, atraindo milhares de visitantes todos os anos.

A empresa de arquitetura londrina AI Studio recebeu aprovação da Comissão de Planejamento da cidade para a construção de uma torre de uso misto, com lojas, escritórios, restaurantes e espaços públicos.

© Photoreal3D © Photoreal3D © Photoreal3D © Photoreal3D + 17

MDDM vence concurso para intervir na Feira de Trípoli projetada por Oscar Niemeyer no Líbano

O concurso internacional para o projeto do Centro de Inovação do Conhecimento (KIC), parte da Zona Econômica Especial de Trípoli (TSEZ), selecionou a proposta do MDDM, um escritório de arquitetura com sede em Beirute, como vencedora. Tendo como palco a Feira Internacional Rachid Karami, projetada por Oscar Niemeyer nos anos 60, em Trípoli, Líbano, a intervenção deveria ser funcional e conceitualmente compatível com requisitos específicos.

Proposta vencedora MDDM. Imagem © MDDM Proposta vencedora MDDM. Imagem © MDDM Proposta vencedora MDDM. Imagem © MDDM Proposta vencedora MDDM. Imagem © MDDM + 14

Oito obras de Frank Lloyd Wright são encaminhadas à UNESCO para serem reconhecidas como Patrimônio Mundial da Humanidade

A UNESCO indicou recentemente oito projetos do aclamada arquiteto americano Frank Lloyd Wright para a inclusão na lista de Patrimonio Mundial da Humanidade. Intitulada de “a arquitetura do século XX por Frank Lloyd Wright”, a lista de oito grandes obras é uma revisão de uma proposta anterior apresentada em fevereiro de 2015.

17 obras de Le Corbusier são incluídas na lista do Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) acaba de qualificar 17 obras de Le Corbusier espalhadas em 7 países como Patrimônio Mundial da Humanidade. Concedida a sítios de especial importância cultural ou física, a nomeação ajudará a proteger e preservar os edifícios para as futuras gerações. Citando a inventiva linguagem arquitetônica de Le Corbusier, a UNESCO elogiou a série de projetos por "[refletirem] as soluções que o movimento moderno buscou aplicar durante o século XX ao desafio de inventar novas técnicas arquitetônicas que respondessem às necessidades da sociedade."

"A inscrição na Lista do Patrimônio Mundial dos 17 edifícios de Le Corbusier representa um grande incentivo para continuar a rever toda a obra construída de Le Corbusier, mantendo este patrimônio vivo para as futuras gerações", comentou Antoine Picon, Presidente da Fundação Le Corbusier, em um comunicado de imprensa. "Esta nomeação também contribui para a compreensão  deste complexo e frágil legado, além de ajudar em sua disseminação para um público mais amplo."

Veja a segui a lista completa das obras de Le Corbusier que agora fazem parte da Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Modelo 3D mostra os danos causados pelo ISIS ao Templo de Bel em Palmyra

Em agosto do ano passado, muitos preciosos monumentos da antiga cidade de Palmyra foram danificados ou completamente destruídos pelas forças do ISIS em uma violenta tentativa de mandar uma mensagem ao resto do mundo. A questão debatida agora pela comunidade de preservação do patrimônio é como reconstruir e preservar estes edifícios e monumentos. O processo exige, evidentemente, um reconhecimento completo dos danos causados.

Logo após Palmyra ter sido retomada da ocupação do ISIS, a Iconem, uma companhia francesa especializada na digitalização de sítios arqueológicos, chegou a Palmyra para liderar a pesquisa. Em parceria com a DGAM (Direction Générale des Antiquités et des Musées) da Síria, a Iconem recebeu acesso ao cidade para analisar a extensão dos danos causados aos templos de Bel e Baalshamin, ao Arco Monumental, ao Vale das Tumbas e ao museu - todos sítios do mais elevado valor cultural e, portanto, grandes alvos da violência do ISIS.

Templo de Bel em Palmyra antes da ocupação do ISIS. Imagem © Flickr User Alessandra Kocman, CC BY-NC-ND 2.0 Templo de Bel em Palmyra antes da ocupação do ISIS. Imagem © Flickr User Jiří Suchomel, CC BY-NC-ND 2.0 Templo de Bel em Palmyra antes da ocupação do ISIS. Imagem © Flickr User Alessandra Kocman, CC BY-NC-ND 2.0 Templo de Bel em Palmyra antes da ocupação do ISIS. Imagem © Flickr User Jiří Suchomel, CC BY-NC-ND 2.0 + 6

UNESCO lança concurso para o Bamiyan Cultural Centre no Afeganistão

Iniciando sua segunda década de governo democrático - após quase 30 anos de instabilidade política - a UNESCO se uniu ao Ministério da Informação e Cultura do Afeganistão para construir um centro cultural próximo ao sítio histórico de Bamiyan, considerado Patrimônio Mundial. Com a realização do Bamiyan Cultural Centre, os afegãos terão a oportunidade de revisitar seu patrimônio, criar um novo impacto no sítio histórico e fomentar uma relação positiva entre a luta e as esperanças do povo.

“Esse novo programa cultural pode desafiar as barreiras, reafirmar a história antiga do Afeganistão e reforçar a cultura como um componente fundamental da construção da paz e da identidade nacional afegã", comentou a UNESCO.

O Projeto Opera House: Contando a História do Ícone Australiano

Para coincidir com o 40º aniversário da conclusão de Sydney Opera House do arquiteto dinamarquês Jørn Utzon Sydney Opera House, O Projeto Opera House o leva para uma jornada desde o início do projeto em 1954 - conhecido como Projeto 218 - até a obra concluída em 2012, e todas as lutas pessoais, políticas e técnicas com que os projetistas foram confrontados. Conforme expresso por Sam Doust, escritor e diretor do projeto, a jornada épica é baseada em uma "aspiração à perfeição" e, em seguida, o "fracasso para alcançá-la".

Sydney Opera House: Comemorando 40 Anos

Este mês celebra-se o 40º aniversário da conclusão do Sydney Opera House, símbolo da Austrália. Desde a sua inauguração em 1973, a Opera House recebeu mais de 65 milhões de pessoas a mais de 80 mil eventos memoráveis​​. Para comemorar, uma programação de aniversário acontecerá a partir de meados até o final de outubro, com shows, excurções, exposições, e bolo! Uma verdadeira obra-prima que continua a redefinir as ambições da Austrália, a Opera House é parte de uma história incrível, uma obra de arquitetura que pertence a todos.

© Flickr - User: Jong Soo (Peter) Lee © Jozef Vissel © Flickr - User: Heaven's Gate (John) © Tomas Klein + 12