1. ArchDaily
  2. Oslo

Oslo: O mais recente de arquitetura e notícia

120 Hours anuncia vencedores do concurso "O houve com o espaço arquitetônico?"

Os organizadores do concurso para estudantes de Arquitetura “120 Hours” divulgaram os vencedores da edição de 2016 —“O que houve com o espaço arquitetônico?”— cujo desafio era imaginar um espaço sem programa ou lote. Em tempos em que o discurso da arquitetura é influenciado mais pelo programa e ambiente, do que pela qualidade espacial, a tarefa foi única e desafiadora em sua simplicidade. Foram mais de 2.863 inscrições recebidas, de mais de 72 países diferentes, com vencedores selecionados por um júri comandado por Christian Kerez e incluindo Maria Shéhérazade Giudici, Beate Hølmebakk, Neven Mikac Fuchs e Marina Montresor.

Originalmente desenvolvido por estudantes de Oslo, o formato do concurso pretende encorajar o discurso entre estudantes de arquitetura de todo o mundo, com as instruções do concurso divulgadas apenas 120 horas (5 dias) antes da data de entrega. Essas restrições únicas têm dado origem a propostas únicas e pouco convencionais, como por exemplo os vencedores da edição passada, que propuseram uma estrutura de andaimes gigantes e o uso de robôs para habitar uma cidade abandonada. Veja, a seguir, os três vencedores de 2016.

Oslo pretende proibir a circulação de automóveis em seu centro até 2019

Em Oslo a contaminação atmosférica é um problema que vem sendo combatido de maneira radical desde os anos 90, quando se propôs reduzir em 50% as emissões de gases de efeito estufa até 2020. 

Naquela década começaram a ser implementadas normas que até hoje regulam as emissões das indústrias e veículos motorizados, sendo este último a principal fonte de poluição na cidade. 

Por este motivo, as autoridades propuseram um plano - ainda em discussão - que a partir de 2019 proibirá a circulação de automóveis no centro da cidade, o que ajudaria a reduzir o trânsito nas demais partes da cidade e melhoraria a qualidade do ar. 

Conoce más del plan después del salto. 

Trienal de Oslo 2016 lança chamada internacional para estratégias de intervenção

A Trienal de Oslo 2016 - After Belonging: A Triennale In Residence, On Residence and the Ways We Stay in Transit - lançou uma chamada internacional de estratégias de intervenção e projetos associados. Marcada para acontecer entre os dias 8 de setembro e 27 de novembro de 2016, a Trienal se voltará para a mobilidade da população contemporânea - incluindo um interesse em migrações, novas formas de turismo e a condição de populações refugiadas - com a intenção de projetar "os objetos, espaços e territórios para uma condição de pertencimento transformadora." O evento busca responder a questões como: "Como diferentes agentes envolvidos no ambiente construído podem abordar os modos como permanecemos em trânsito?" e "como os arquitetos intervêm na reconfiguração da moradia contemporânea?"

MM1 - Sala para Exposições de Arte Contemporânea / Rintala Eggertsson Architects

© Are Carlsen © Are Carlsen © Are Carlsen © Are Carlsen + 16

BoxHome / Rintala Eggertsson Architects

Cortesia de Rintala Eggertsson Architects
Cortesia de Rintala Eggertsson Architects

© Ivan Brodey Cortesia de Rintala Eggertsson Architects © Ivan Brodey © Ivan Brodey + 17

6 propostas para a nova Sede do Governo em Oslo

Aproximadamente 100 arquitetos, designers e consultores desenvolveram propostas para um concurso de projeto para a nova Sede do Governo em Oslo. Recebendo, inicialmente, 24 projetos, o objetivo do concurso era reunir soluções viáveis para a futura relocação de todos os ministérios do governo (com exceção do ministério de defesa), enfatizando uma atmosfera urbana e os elementos públicos. Nas seis propostas finalistas de escritórios nacionais e internacionais, como BIG, Snøhetta e MVRDV, a temática de edifícios em altura e espaços verdes foi introduzida.

Agora, um comitê formado por dez profissionais auxiliará a Statsbygg, a assessoria pública de construção que participa do projeto em nome do governo, na avaliação de cada proposta. Dê uma olhada nas seis delas, a seguir.

Cortesia de Asplan Viak © Snøhetta Cortesia de White Cortesia de LPO + 24

Grorudparken / LINK arkitektur

© Tomasz Majewski © Tomasz Majewski © Tomasz Majewski © Tomasz Majewski + 12

Oslo, Noruega
  • Arquitetos: LINK arkitektur
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  119000
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2013

Casa Wothouse / NSW AS

© Einar Aslaksen © Einar Aslaksen © Einar Aslaksen © Einar Aslaksen + 20

Oslo, Noruega
  • Arquitetos: NSW AS
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  248
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014

Ópera de Oslo / Snohetta

© Snøhetta © Snøhetta © Snøhetta © Snøhetta + 33

  • Arquitetos: Snohetta
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  38500
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2007

Casas Gregers Grams / R21 Arkitekter

© Henrik Beck Kæmpe © Henrik Beck Kæmpe © Henrik Beck Kæmpe © Henrik Beck Kæmpe + 17

  • Arquitetos: R21 Arkitekter
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1700
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2013

Guia de viagens ilustrado de Oslo, por Snøhetta

Sleek, contemporary, and unapologetically eclectic, the work of Norwegian firm Snøhetta is as diverse as it is synonymous with modern Scandinavian design. Spanning everything from architecture and master planning to installation art and product and packaging design, Snøhetta's projects are characterized by the marriage of efficiency, quirky charm, and an eye for beauty. Offering a broad selection of suggestions for visitors to Oslo, Snøhetta's guide to the nation's capital is no different. Reflecting the favorite attractions of architects, artists, and brand designers from within the firm, the guide includes a windowless bar, jazz-punk band, and the Norwegian National Opera and Ballet, even encompassing the work of Oslo-based design contemporary, Element Arkitekter, in Lærernes hus. Read the rest of the seven travel selections here.

BIG, MVRDV e Snøhetta entre os seis finalistas do concurso para a sede do governo norueguês

Statsbygg anunciou as seis equipes finalistas do concurso de propostas para a nova sede do governo norueguês em Oslo. Selecionados dentre 25 inscritos, os escolhidos terão até março para elaborar seus projetos. O concurso pouco convencional, que exige a participação de estudantes da Oslo School of Architecture and Design, não selecionará apenas um vencedor. Em vez disso, ideias de todas as propostas finalistas serão usadas no masterplan.

Veja a seguir os seis finalistas:

Anunciada a equipe curatorial da Trienal de Oslo 2016

Proposta vencedora OAT 2016. Imagem © After Belonging Agency
Proposta vencedora OAT 2016. Imagem © After Belonging Agency

A After Belonging Agency (ABA) anunciou a equipe curatorial da Trienal de Arquitetura de Oslo 2016 para sua proposta "In-Residence, On Residence, and the Ways We Stay In-Transit".

Estabelecida em 2000, a trienal de 2016 será a sexta edição do evento. Na esteira de uma chamada aberta de curadores lançada em setembro deste ano, a Trienal elegeu quatro equipes para a fase de entrevistas: Crimson Architectural Historians, de Roterdã, Justin McGuirk, de Londres, Dan Handel, curador canadense, e uma equipe de cinco arquitetos espanhóis que trabalham em Nova Iorque, After Belonging Agency. A proposta de Lluis Alexandre Casanovas Blanco, Ignacio González Galán, Carlos Minguez Carrasco, Alejandra Navarrete Llopis, e Marina Otero Verzier foi escolhida unanimemente pelo júri composto por Hege Maria Eriksson, Nina Berre, e Gro Bonesmo, entre outros.

Snøhetta propõe novo desenho para as notas de dinheiro da Noruega

O desenho pixelado concebido pelo escritório Snøhetta para as notas de dinheiro da Noruega foram escolhidas pelo Banco Central da Noruega para servir de "base" para o verso das novas notas de kroner. A notícia, divulgada recentemente, também confirma que a frente das notas serão baseadas em desenhos mais "tradicionais", como por exemplo embarcações à vela, produzidos pelo estúdio The Metric System.

Tanto Snøhetta como o The Metric System estavam entre as sete equipes convidadas a enviar propostas que tinham como tema "O Mar", a partir do qual Snøhetta decidiu celebrar os ícones costeiros da Noruega com uma "linguagem visual" de padrões cúbicos coloridos.

Mais informações sobre a proposta vencedora do Snøhetta, a seguir...

Casa dos Gêmeos / JVA

© Jonas Adolfsen
© Jonas Adolfsen
Oslo, Noruega
  • Arquitetos: JVA
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  370
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014

© Jonas Adolfsen © Jonas Adolfsen © Jonas Adolfsen © Jonas Adolfsen + 11

Urban Mountain vence o Nordic Built Challenge, na Noruega

Schmidt Hammer Lassen Architects, juntamente com LOOP Architects, COWI Dinamarca e Noruega, Transsolar Energitechnik e Vugge til Vugge Denmark, venceu o Nordic Build Challenge na Noruega com seu inovador esquema Urban Mountain. A proposta vencedora - que seria o edifício mais alto da Noruega - busca renovar e ampliar uma torre de escritórios de 50 mil m² no centro de Oslo, transformando-a em um ícone de sustentabilidade de 79 mil m². Não seria apenas a primeira torre na Noruega a utilizar um sistema de ventilação natural, mas o projeto emprega também princípios de design regenerativo, reduzindo significativamente o consumo de energia do edifício, bem como sua pegada de CO2.

Saiba mais a seguir...

Distrito Cultural Nedregate / Space Group

© Ivan Brodey
© Ivan Brodey
  • Arquitetos: Space Group
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2012

© Ivan Brodey © Vegard Kleven © Ivan Brodey © Ivan Brodey + 18

Edifício MAD / MAD arkitekter

© Jiri Havran © Jiri Havran © Jiri Havran © Jiri Havran + 18

Oslo, Noruega