1. ArchDaily
  2. Monumentos E Memoriais

Monumentos E Memoriais: O mais recente de arquitetura e notícia

Arquitetura do leste europeu: museus e lugares de memória

Este artigo faz parte da série colaborativa “Arquitetura do Leste Europeu: 50 Edifícios que Definiram uma Era”, desenvolvida em parceria entre o The Calvert Journal e o ArchDaily. Celebrando alguns dos principais ícones da arquitetura do leste europeu, publicaremos periodicamente uma lista com cinco projetos construídos no então Bloco de Leste.

Status, estátuas e estatutos: erguendo monumentos a homens falhos

Este artigo foi publicado originalmente no Common Edge.

Monumentos, segundo Alois Riegl, são subsídios à memória. “In memoriam” são palavras que podemos encontrar em cada pedestal ou alicerce de um túmulo ou mausoléu em homenagem aos nossos heróis do passado. Embora seu caráter simbólico seja um refúgio de ideologias, preconceitos e — em muitos casos— intolerância, monumentos têm sido construídos pela humanidade à milênios e também podem ser considerados uma forma de arte e lugares de memória. Entretanto, não são raros os casos de monumentos associados à práticas ou eventos antiéticos, à descriminação, hostilidade e violência. Muitos dos templos da Grécia Antiga foram erguidos sobre altares utilizados para sacrificar animais — e, antes disso, seres humanos também —; as pirâmides foram levantadas pela força do trabalho escravo; praças públicas muitas vezes eram utilizadas como lugares de tortura e sentenças de morte. Isso significa que, na maioria dos casos, monumentos não são apenas simples estruturas inocentes construídas em memória de grandes personagens, mas a personificação de conflitos políticos, culturais, sociais e humanos.

Como as futuras gerações responderão à arquitetura dos memoriais modernos?

O Memorial aos Judeus Assassinados da Europa / Peter Eisenman. Image © <a href='https://www.flickr.com/photos/dalbera/9617851018/'>Flickr user Jean-Pierre Dalbéra</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/'>CC BY 2.0</a>
O Memorial aos Judeus Assassinados da Europa / Peter Eisenman. Image © Flickr user Jean-Pierre Dalbéra licensed under CC BY 2.0

Cemitérios cheios de nomes que há tempos foram esquecidos, placas gravadas com retratos que você ignora em sua corrida matinal, monumentos com frisos que retratam os triunfos da guerra - todos esses são exemplos de arquiteturas memoriais, que já tiveram intenso significado emocional para certos indivíduos ou grupos de pessoas, mas agora gradualmente tornam-se atrações turísticas ou locais anacrônicos dentro de uma paisagem alterada.

Desde os horrores da Segunda Guerra Mundial, a arquitetura dos memoriais tem mudado drasticamente, desde monumentos focados em nomes, heróis e patriotismo até símbolos abstratos de luto e perda. Como essa mudança no projeto dos memoriais mudará a maneira como os experimentamos no presente e, mais importante, no futuro? Quando as gerações morrem e o evento memorizado torna-se quase esquecido, como vamos experienciar e lembrar?

Memorial Nacional pela Paz e Justiça, projetado pelo MASS Design Group, é inaugurado no Alabama

O "Memorial Nacional pela Paz e Justiça" projetado pelo MASS Design Group, foi inaugurado em Montogomery Alabama. Comissionado pela Equal Justice Initiative, o projeto é o primeiro memorial destinado ao "legado da escravidão do povo negro, pessoas aterrorizadas pelo linchamento, humilhadas pela segregação racial e por caricaturas como Jim Crow, pessoas sobrecarregadas com presunções contemporâneas de culpa e violência policial".

A abertura do memorial, no 23 de abril, coincidiu com a inauguração do Museu do Legado das Iniciativas de Justiça Igualitária, destinado a causas similares.

Monumentos do Memorial Nacional de Paz e Justiça Imagem © Equal Justice Initiative / Human PicturesEscultura de Hank Willis no Memorial Nacional de Paz e Justiça Imagem© Equal Justice Initiative / Human PicturesExterior do Memorial Nacional de Paz e Justiça Imagem © Equal Justice Initiative / Human PicturesExposição do Kwame Akoto Bamfo Exhibit Memorial Nacional de Paz e Justiça Imagem© Equal Justice Initiative / Human Pictures+ 9

Memorial Eisenhower de Frank Gehry começa a ser construído em Washington

O Memorial Eisenhower, projetado por Frank Gehry, finalmente começou a ser construído em Washington DC, após um tumultuado processo de aprovação.

Uma cerimônia foi realizada no terreno do National Mall, localizado no cruzamento das avenidas Maryland e Independence e em frente ao Museu Nacional do Ar e do Espaço.

© Dwight D. Eisenhower Memorial Commission© Dwight D. Eisenhower Memorial Commission© Dwight D. Eisenhower Memorial Commission© Dwight D. Eisenhower Memorial Commission+ 4

Monumento Nacional do Holocausto projetado pelo Studio Libeskind é inaugurado em Ottawa, Canadá

O Monumento Nacional Canadense do Holocausto, projetado pelo Studio Libeskind, foi inaugurado em Ottawa, homenageando "os milhões de homens, mulheres e crianças inocentes que foram assassinados pelo regime nazista e reconhecendo os sobreviventes que conseguiram eventualmente fazer do Canadá seu novo lar".

Localizado em um terreno de 3.200 metros quadrados em frente ao Museu da Guerra Canadense, o monumento de concreto feito in loco evoca a forma da estrela de Davi de 6 pontas, desconstruída para criar um "ambiente experiencial" rico em simbolismos.

© Doublespace. Courtesy of Studio Libeskind© Doublespace. Courtesy of Studio Libeskind© Doublespace. Courtesy of Studio Libeskind© Doublespace. Courtesy of Studio Libeskind+ 4

Clássicos da Arquitetura: Monumento Al Shaheed / Saman Kamal

É difícil imaginar como as curvas serenas do Monumento Al Shaheed, refletidas em um lago cintilante na antiga cidade de Bagdá, poderiam ter sido construídas em um momento de conflito e genocídio. Comissionado pelo regime de Saddam Hussein como um memorial para os soldados mortos na guerra entre Iraque e Irã da década de 1980, esta estrutura graciosa irradia uma beleza tranquila que desmente o tumulto de seu nascimento.

8 Modelos 3D de memoriais de diferentes culturas e épocas

Na maioria dos projetos de arquitetura, a entrada do usuário no espaço final é uma consideração importante; mas e se esses usuários não estiverem mais vivos? Os memoriais para os mortos são um tipo exclusivamente emocional de arquitetura e frequentemente revelam muito sobre uma determinada cultura ou grupo de pessoas. Especialmente no caso de túmulos antigos, os arqueólogos podem aprender sobre costumes e crenças das sociedades passadas examinando seus espaços de sepultamento. A natureza pessoal dos espaços funerários e monumentos transmite um sentido de importância e gravidade para os espectadores e visitantes, mesmo séculos após sua construção.

Esta lista de modelos 3D, fornecida por nossos parceiros do Sketchfab, explora memoriais e artefatos de diferentes lugares e épocas, de uma variedade de culturas e civilizações.

Campanha de financiamento coletivo para construir uma escultura em forma de raio em homenagem a David Bowie

Um ano após a morte de David Bowie, um dos maiores ícones da música e da cultura pop, os fãs lançaram uma campanha de financiamento coletivo para apoiar a construção de uma estátua permanente em Londres em homenagem ao músico.

"Estamos pegando o relâmpago da capa do disco Aladdin Sane e transformando-o em uma escultura de três andares de altura", explica Charlie Waterhouse de This Is not Rock 'n' Roll, uma das organizações por trás da campanha que está trabalhando em conjunto com a equipe de David Bowie.

10 Selecionados para projeto do Memorial do Holocausto em Londres

A Fundação Memorial do Holocausto do Reino Unido e a Malcolm Reading Consultants revelaram os 10 projetos de equipes selecionadas para projetar um novo Memorial do Holocausto, que será localizado em Victoria Tower Gardens, em Londres, ao lado do Parlamento. Depois de um convite para manifestações de interesse lançado em setembro, um grupo de 10 equipes foi selecionado em novembro e convidado a apresentar os seus projetos para um "memorial poderoso emocionalmente e sensível".

Com os projetos agora divulgados ao público, o organizador do concurso Malcolm Reading Consultants e a Fundação Memorial, liderada pelo governo, estão agora consultando o público e convidando as pessoas a enviarem comentários sobre os projetos, através desse site. O feedback recebido neste período de consulta "desempenhará um papel crucial na informação da decisão final do júri sobre o memorial", explicaram em comunicado de imprensa. A seguir todos os 10 projetos selecionados.

Clássicos da Arquitetura: Museu Judaico de Berlim / Daniel Libenskind

A forma do projeto nasceu de uma deformação da Estrela de David, expandida em torno do terreno e seu contexto. Isso é estabelecido mediante um processo de conexão de linhas entre distintos lugares de eventos históricos, resultando na estrutura do edifício, uma literal extrusão dessas linhas até formar um edifício em forma de zigue-zague.

O projeto é baseado em duas estruturas lineares que, combinadas, formam o corpo do edifício. A primeira linha está formada por várias torções, enquanto a segunda rompe através de todo o museu. Nas interseções dessas linhas estão os "vazios", espaços que se elevam a 20 metros verticalmente desde o térreo à cobertura e que representam o elemento estrutural do novo edifício e a nova conexão com o edifício antigo.

© Anabella Fernandez Coria© Anabella Fernandez Coria© Anabella Fernandez Coria© Cyrus Penarroyo3+ 27

Zeller & Moye vence concurso para projetar Memorial a Martin Luther em Berlim

O escritório Zeller & Moye, em parceria com o artista Albert Weis, foi selecionados para projetar o novo Memorial a Martin Luther (Martinho Lutero) em Berlim. O concurso, promovido pela Igreja Protestante de Berlim e pela Administração da Cidade de Berlim, convidou os participantes a projetarem um monumento a Lutero no centro de Berlim, na mesma localização onde foi construído o primeiro memorial ao monge em 1895 -- que acabou sendo destruído durante a Segunda Guerra Mundial. O edital do concurso exigia que fosse incorporada ao projeto a estátua existente de Lutero, que sobreviveu à guerra.

Em resposta ao edital, Zeller & Moye concebeu um memorial baseado no reflexo do antigo memorial: um negativo da base original é esculpida no solo de concreto, enquanto que a estátua de Lutero se insere no interior, ao lado de uma segunda réplica levemente abstrata e fundida em alumínio com um acabamento espelhado.

Comissão do Centenário da Primeira Guerra Mundial escolhe projeto vencedor para seu memorial em Washington D.C.

Após anunciar os finalistas em agosto do ano passado, a Comissão do Centenário da Primeira Guerra Mundial anunciou o vencedor do concurso para o Memorial Nacional da Primeira Guerra Mundial em Washington D.C.: The Weight of Sacrifice, concebido pelo arquiteto Joe Weishaar, de apenas 25 anos de idade, e pelo escultor Sabin Howard. O projeto foca nos sacrifícios exigidos pela guerra através de uma escultura em relevo com citações de soldados e uma segunda escultura destacada. Os visitantes serão guiados pelo memorial, passando pelas paredes de citações que descreve a guerra pelo ponto de vista de generais, políticos e soldados.

Memorial a Jan Palach projetado por John Hejduk é inaugurado em Praga

Pela primeira vez na história uma estrutura de John Hejduk foi permanentemente instalada em um espaço público. O projeto do arquiteto para o Memorial a Jan Palach foi oficialmente inaugurado este mês passado na Praça Jan Palach (antiga Praça do Exército Vermelho) na orla do rio Alšovo em Praga, após um processo de construção prolongado por 25 anos.

"A obra, intitulada House of the Suicide e House of the Mother of the Suicide, originalmente construída em Atlanta, em 1990, e posteriormente em Praga, em 1991, homenageia o dissidente checo Jan Palach, cujo ato de auto-imolação fortaleceu os protestos contra o governo comunista na Checoslováquia. Uma placa na base do monumento apresenta o poema "O Funeral de Jan Palach", escrito pelo ex professor de Arquitetura David Shapiro", informou a Cooper Union.

Vítimas do voo MH17 serão homenageadas com um memorial em Amsterdã

Foram anunciados os vencedores do concurso internacional de ideias para o Memorial e Parque Malaysia Airlines Flight 17 (MH17), organizado pela matterbetter. Atraindo 293 inscrições de todo o mundo, o concurso buscava ideias para um parque memorial livre de todo o tom político, localizado no centro de Amsterdã, que servisse como um local de memória, cerimônias, recreação e encontros em homenagem às vítimas do MH17.

O MH17 foi um voo comercial internacional que ia de Amsterdã a Kuala Lumpur que foi abatido próximo à fronteira da Ucrânia com a Rússia no dia 17 de julho de 2014, matando todos os 283 passageiros e 15 membros da tripulação. Veja as 10 propostas vencedoras a seguir.

Proposta controversa de Gehry para o Memorial Eisenhower é aprovada

Apesar das pesadas críticas e da ameaça de cancelamento do financiamento federal, como uma forma de sabotagem à sua realização, a Eisenhower Memorial Commission aprovou unanimemente o projeto de Frank Gehry para o Memorial Dwight D. Eisenhower, em Washington. O projeto de 110 milhões de dólares e quase 14 anos de construção passou por diversas revisões nos últimos anos em busca de uma conciliação entre a comissão e seus opositores, que incluem a família Eisenhower.

Apesar das chances penderem para o lado dos opositores, a comissão segue avançando e Gehry apresentará seu projeto para a Comissão de Belas Artes dos EUA no próximo mês e para a Comissão de Planejamento de Washington no início do último bimestre para revisões e aprovação.

Proposta Vencedora da Mesquita e Complexo Social de Sisli Halide Edip Adivar / Kolektif Mimarlar

Memorial [DES]dobrar / Aleph Zero + Juliano Monteiro