1. ArchDaily
  2. Pittsburgh

Pittsburgh: O mais recente de arquitetura e notícia

Sede da Tree Pittsburgh / GBBN

© Brad Feinknopf© Brad Feinknopf© Brad Feinknopf© Brad Feinknopf+ 15

  • Arquitetos: GBBN
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  511
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018

Renovação da biblioteca Sorrells da Universidade Carnegie Mellon / GBBN

© Ed Massery© Ed Massery© Ed Massery© Ed Massery+ 20

  • Arquitetos: GBBN
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1507
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Buzzispace, Covering Chile, Haworth, Milliken, Plyboo, +1

Centro de Tecnologias Avançadas da Uber / Assembly Design Studio

© Jasper Sanidad
© Jasper Sanidad

© Jasper Sanidad© Jasper Sanidad© Jasper Sanidad© Jasper Sanidad+ 14

  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Allied Maker, Apparatus Studio, Bec Brittain, Blackened, Bruck Lighting, +5

Centro Ambiental Frick / Bohlin Cywinski Jackson

© Nic Lehoux © Nic Lehoux © Nic Lehoux © Nic Lehoux + 21

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1446
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Ardex, Black Locust Lumber USA, Carlisle SynTec, J+J Flooring Group, Nucor Steel

Torre na PNC Plaza / Gensler

Cortesia de Gensler - Connie ZhouCortesia de Gensler - Connie ZhouCortesia de Gensler - Chris LeonardCortesia de Gensler - Connie Zhou+ 33

  • Arquitetos: Gensler
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  74
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Armstrong Ceilings, DuPont, Hunter Douglas, Lutron, Atlas Schindler, +63

Dez edifícios que resumem o triunfo do pós-modernismo

Por ser um movimento tão recente no discurso arquitetônico internacional, o alcance e significado do pós-modernismo pode, às vezes, passar despercebido. Nessa seleção, feita por Adam Nathaniel Furman, o "incrivelmente rico, extenso e complexo ecossistema de projetos que surgiram desde a explosão inicial do pós-modernismo nos anos 1960 até o início dos anos 1990", é exposto para nossa análise.

De mesquitas que idealizam um passado idílico, através de Aladdin de Walt Disney nos anos 1990, a um teatro em Moscou que tem em sua fachada uma colagem construtivista de cenas clássicas, ainda "há categorias do pós-modernismo a serem descobertas e táticas a serem aprendidas." Esses projetos traçam formas figuração estilística complexas, do pós-modernismo acadêmico a formas mais populares que se espalharam como fogo no final do século XX. 

Allegheny Riverfront Park: recuperação da orla de Pittsburgh

Arquitetos: Michael Van Valkenburgh Asociados
Localização: Pittsburgh, Pensylvannia, EUA
Conclusão do Projeto: 1994
Execução: 1998 – 2001
Orçamento: U$ 11.000.000,00


Cortesia de mvvainc.comCortesia de mvvainc.comCortesia de mvvainc.comCortesia de mvvainc.com+ 13

Centro de Paisagens Sustentáveis ​​/ Design Arquitetos Aliança/ The Design Alliance Architects

© Denmarsh Photography
© Denmarsh Photography

© Denmarsh Photography© Denmarsh Photography© Denmarsh Photography© Denmarsh Photography+ 13

  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2013
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: PPG IdeaScapes, PPG Paints, Vitro®

Plano prevê reutilização do Passado Industrial de Pittsburgh para reunir a cidade e seus cidadãos.

Com a criação do High Line em NYC e as recentes notícias sobre o Bloomingdale Trail de Chicago, está cada vez mais claro que as "vias verdes" são uma nova e poderosa força no planejamento urbano, que tem o potencial de mudar a maneira como funcionam cidades ao redor do mundo. Um novo projeto em Pittsburgh pretende aproveitar essas oportunidades, uma vez que a história industrial da cidade deixou sua forte marca na forma de enferrujadas instalações industriais às margens do rio. Uma proposta de Saski Associates prevê a reutilização destes espaços para criar um cinturão verde, amarrando a cidade de maneira mais próxima. Através da adição de rotas de transporte de pedestres, bicicletas e VLT, e criando uma infinidade de espaços verdes, espera-se explorar o potencial, até então desapercebido, de se tornar uma cidade que tem espaços de qualidade às margens do rio, ao mesmo tempo que se incentiva a proximidade geográfica e social entre as comunidades.

Mais imagens e descrição dos arquitetos na continuação…