Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Kere Architecture

Kere Architecture: O mais recente de arquitetura e notícia

Francis Kéré: Eu desenho em papel, mas prefiro desenhar no solo

12:00 - 25 Setembro, 2018
Francis Kéré: Eu desenho em papel, mas prefiro desenhar no solo, © Eduardo Souza
© Eduardo Souza

Essa frase chamou a atenção durante a palestra de Diébédo Francis Kéré no AAICO (Architecture and Art International Congress), que ocorreu no Porto, em Portugal, entre 3 e 8 de setembro. Após ser introduzido por ninguém menos que Eduardo Souto de Moura, Kéré iniciou sua fala com a simplicidade e humildade que pautam seu trabalho. Suas obras mais conhecidas foram construídas em locais bastante remotos, onde materiais são escassos e a força de trabalho é dos próprios moradores, utilizando os recursos e técnicas locais.

Kéré Architecture projeta cenografia para exposição sobre racismo

10:00 - 15 Junho, 2018
Kéré Architecture projeta cenografia para exposição sobre racismo, © Andrea Maretto
© Andrea Maretto

Kéré Architecture concluiu recentemente o projeto expositivo para a mostra “Racismo. Uma invenção da raça humana", uma exposição promovida pelo Deutsches Hygiene-Museum, na cidade de Dresden na Alemanha. As atmosferas criadas dentro de cada um dos três espaços do museu são únicas, porém harmoniosas. O principal objetivo do projeto expográfico é conectar “a arquitetura das salas com o tema da exposição”. Utilizando uma variedade de materiais e estruturas atraentes, o percurso da mostra espera revelar os conflitos e desejos do homem por estabilidade e a necessidade orgânica por transformação social, enfatizando seu charme temporário e a importância da compreensão entre os homens.

© Andrea Maretto Cortesia de Kéré Architecture © Andrea Maretto © Andrea Maretto + 23

Francis Kéré projeta novo pavilhão para o Tripper Rise Art Center em Montana

16:00 - 24 Maio, 2018
Francis Kéré projeta novo pavilhão para o Tripper Rise Art Center em Montana, Vista interior do Pavilhão projetado por Francis Kéré no Tippet Rise Art Center em Montana. Imagem Cortesia de Kéré Architecture
Vista interior do Pavilhão projetado por Francis Kéré no Tippet Rise Art Center em Montana. Imagem Cortesia de Kéré Architecture

O Tippet Rise Art Center acaba de assinar um contrato com arquiteto Francis Kéré para desenvolver o projeto de um pavilhão de 175 metros quadrados em sua sede em Montana, EUA. Concebido como um “espaço de uso comum e convívio entre uma paisagem de álamos e choupos”, as novas imagens divulgadas pela Kéré Architecture apresentam o projeto com uma simples cobertura feita de trocos de madeiras locais reaproveitadas.

O projeto pode ser visto como uma evolução das estruturas projetadas por Kéré para o Museu de Arte Moderna da Louisiana e para o Serpentine Pavillion de 2017, em Londres.

Modelo do Pavilhão projetado por Francis Kéré no Tippet Rise Art Center em Montana. Imagem Cortesia de Kéré Architecture Vista exterior do Pavilhão projetado por Francis Kéré no Tippet Rise Art Center em Montana. Imagem Cortesia de Kéré Architecture Ponte aérea circular projetada por Francis Kéré no Tippet Rise Art Center em Montana. Imagem Cortesia de Kéré Architecture Croquis do projeto desenvolvido por Francis Kéré no Tippet Rise Art Center em Montana. Imagem Cortesia de Kéré Architecture + 7

Serpentine Pavilion de Francis Kéré será instalado permanentemente na Malásia

07:00 - 21 Dezembro, 2017
Serpentine Pavilion de Francis Kéré será instalado permanentemente na Malásia, © Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Um mês após o encerramento de seu programa, o elogiado Serpentine Pavilion de Francis Kéré será transportado para seu lar permanente, do outro lado do mundo.

Segundo o jornal The Star, a estrutura foi comprada pela Ilham Gallery, com sede em Kuala Lumpur, que está agora procurando um local permanente para o pavilhão.

Diébedo Francis Kéré é contemplado com o Prince Claus Laureate Award 2017

16:00 - 12 Setembro, 2017
Diébedo Francis Kéré é contemplado com o Prince Claus Laureate Award 2017, Escola Primária em Gando. Imagem © Erik Jan Owerkerk
Escola Primária em Gando. Imagem © Erik Jan Owerkerk

O arquiteto Diébedo Francis Kéré foi contemplado com o Prince Claus Laureate Award de 2017, destacando o valor cultural de sua arquitetura, além da qualidade estética, sustentável e empoderadora.

Fundada em 1996, o Fundo Príncipe Claus para Cultura e Desenvolvimento acredita que a "cultura é uma necessidade básica" e procura apoiar os esforços individuais e coletivos em áreas culturais onde historicamente o acesso tem sido limitado. Os prêmios anuais possibilitam o reconhecimento de conquistas extraordinárias nessas áreas, especialmente voltado à pessoas e grupos que operem na África, Ásia, América Latina e Caribe. Tanto a qualidade do trabalho quanto as suas contribuições culturais, seja no contexto local ou em esferas mais amplas, além do impacto social, desempenham um papel crítico na tomada de decisões do comitê. O juri, composto por especialistas de várias disciplinas, incluindo música, artes visuais, curadoria, cinema, arquitetura e urbanismo, são responsáveis por selecionar, a partir de uma lista de mais de 140 candidatos, sete premiados e dois grandes prêmios.

The Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu Escola primária em Gando. Imagem © Siméon Duchoud Tim Tiebout. Imagem Cortesia de PMA Cortesia de Kéré Architecture + 9

Bienal de Arquitetura de Chicago divulga lista de participantes da edição de 2017

18:00 - 6 Março, 2017
Bienal de Arquitetura de Chicago divulga lista de participantes da edição de 2017, James Welling, 8183, 2016 from the series Chicago, 2016-2017, Courtesy the Artist and David Zwirner, New York and London. Image Cortesia de Chicago Architecture Biennial
James Welling, 8183, 2016 from the series Chicago, 2016-2017, Courtesy the Artist and David Zwirner, New York and London. Image Cortesia de Chicago Architecture Biennial

A Bienal de Arquitetura de Chicago anunciou a lista de participantes convidados a contribuir para a segunda edição do evento, que será realizada entre 16 de setembro e 7 de janeiro de 2018, em Chicago. Mais de 100 escritórios de arquitetura e artistas foram selecionados pelos diretores artísticos de 2017, Sharon Johnston e Mark Lee, fundadores da Johnston Marklee, de Los Angeles, para projetar exposições que serão exibidas no Chicago Cultural Center e em toda a cidade. Entre os selecionados, destaca-se a presença portuguesa com Aires Mateus, Bak Gordon, Barbas Lopes, Fala Atelier, Nuno Brandão Costa e SAMI-arquitectos.

"Nossa meta para a Bienal de Arquitetura de Chicago 2017 é continuar a construir a partir dos temas e ideias apresentadas na primeira edição", explicaram Johnston e Lee. "Esperamos examinar, através do trabalho dos participantes escolhidos, o contínuo envolvimento com questões de história e arquitetura como uma prática evolutiva".

No despertar da Revolução, Francis Kéré projeta um edifício "transparente" para o Parlamento de Burkina Faso

16:00 - 15 Dezembro, 2016
No despertar da Revolução, Francis Kéré projeta um edifício "transparente" para o Parlamento de Burkina Faso, Cortesia de Kéré Architecture
Cortesia de Kéré Architecture

Em outubro de 2014, quando o Presidente de Burkina Faso, Blaise Compaoré, estava se preparando para fazer uma emenda à constituição do país que iria eliminar o tempo limite de mandado presidencial e o permitira estender seu mandato de 27 anos, dez mil cidadãos de Burkinabé na capital de Ouagadougou romperam os isolamento policial para atear fogo em vários edifícios governamentais que incluíam a prefeitura, a sede nacional do partido em mandato atual, e o edifício da Assembléia Nacional. Nos dias atuais, o presidente Compaoré recuou, inaugurando uma nova era de governo democrático resultando na primeira eleição presidencial pluralista e competitiva do país em 2015.

Mas a revolução deixou o antigo complexo governamental em ruínas e em extrema necessidade de uma direção clara para o futuro, tanto culturalmente como arquitetonicamente. Enquanto antiga colônia francesa, Burkina Faso é o lar de 19 milhões de pessoas, 50 etnias diferentes e mais de 60 línguas. O país precisava de um novo Parlamento que servisse de base comum para esses grupos diversos, enquanto proporcionaria tecnologia e educação necessária para criar oportunidades e melhor qualidade de vida para todos cidadãos.

Para encontrar esta solução, o novo chefe do Parlamento comissionou no ano passado o arquiteto e nativo burkinabês Francis Kéré para desenvolver um edifício e masterplan para o edifício da Assembléia. O novo edifício, nas palavras do arquiteto, deveria ser um edifício "que não apenas dirigisse os valores que são os valores democráticos fundamentais de transparência, abertura e igualdade, mas também se tornaria catalizador para o crescimento e desenvolvimento para a capital da cidade de Ouagadougou como um todo."

Cortesia de Kéré Architecture Cortesia de Kéré Architecture Cortesia de Kéré Architecture Image of the capital city of Ouagadougou. Image © Francis Kéré + 19

Arquitetos latino-americanos constroem parede de tijolos sem tijolos

07:00 - 4 Novembro, 2016

Utilizando cimento e tijolos de lama crua, os arquitetos Solanito Benitez, Solano Benitez, Gloria Cabral, Maria Rovea e Ricardo Sargiotti construíram um muro que pôde ser erguido graças ao trabalho conjunto de ambos os materiais. Após a cura do cimento, os tijolos foram desmanchados com água, deixando vazios no muro como uma espécie de negativo dos blocos.

A intervenção fez parte da mostra de arte MUVA em Unquillo, Córdoba, Argentina, que aconteceu entre os dias 11 de abril e 3 de maio de 2014.

Mais imagens e informações, a seguir. 

Cortesía de Ricardo Sargiotti Cortesía de Ricardo Sargiotti Cortesía de Ricardo Sargiotti Cortesía de Ricardo Sargiotti + 17

Colorscape: Uma instalação de Francis Kéré

14:00 - 17 Julho, 2016
Colorscape: Uma instalação de Francis Kéré, © Tim Tiebout. Cortesia de PMA
© Tim Tiebout. Cortesia de PMA

Atualmente em exposição no Museu de Arte Moderna da Filadélfia, o premiado arquiteto africano Diébédo Francis Kéré criou Colorscape, uma instalação feita com aço e fibras de cores vivas, para acompanhar sua primeira exposição nos Estados Unidos. A exposição é intitulada A Arquitetura de Francis Kéré: Construindo com a Comunidade, mostra uma retrospectiva da carreira do arquiteto, que inclui artefatos materiais, ferramentas e maquetes criadas para projetos de destaque na África e Europa.

© Tim Tiebout. Cortesia de PMA © Tim Tiebout. Cortesia de PMA © Tim Tiebout. Cortesia de PMA © Tim Tiebout. Cortesia de PMA + 23

Diébédo Francis Kéré: "a arquitetura faz com que as pessoas se sintam orgulhosas"

07:00 - 3 Maio, 2016

"A arquitetura é muito mais que arte. E é muito mais que a construção de edifícios", afirmou o premiado arquiteto Diébédo Francis Kéré. No mais recente vídeo do Louisiana Channel, Kéré fala do papel da arquitetura no mundo de hoje e da influência exercida por seu país natal, Burkina Faso, em seu trabalho.

Para Kéré, o contexto e o meio são fundamentais: "Busco utilizar materiais locais - principalmente terra e madeira - para criar edifícios modernos. Se construímos com argila, teremos um futuro melhor, pois utilizamos os recursos que temos à disposição". E acrescenta: "a arquitetura pode trazer muito a uma sociedade como a minha. A Arquitetura faz com que as pessoas se sintam orgulhosas. E isso pode gerar uma grande quantidade de energia."

Assista ao vídeo para saber mais da visão de Kéré sobre a importância da arquitetura nos dias de hoje.

5 projetos na Bienal de Chicago que mostram o "estado da arte" da sustentabilidade

15:00 - 25 Novembro, 2015
5 projetos na Bienal de Chicago que mostram o "estado da arte" da sustentabilidade

Na Bienal de Arquitetura de Chicago, o tema escolhido pelos diretores Joseph Grima e Sarah Herda foi deliberadamente amplo em escopo, com a expectativa de que mais de cem expositores trouxessem a sua própria perspectiva sobre o que é "O Estado da Arte da Arquitetura". Mas onde entra nisto uma das missões mais amplamente adotadas na arquitetura do século XXI: a sustentabilidade? Neste artigo, originalmente publicado no Architectstasy como "Chicago Architecture Biennial: The State of the Art of Sustainability" Jessica Letaw analisa cinco projetos que abordam a sustentabilidade no contexto da Bienal de Chicago.

Na primeira bienal de arquitetura da América do Norte, a Bienal de Chicago, sob o tema "O Estado da Arte da Arquitetura", firmas e estúdios de arquitetura de todos os seis continentes habitados foram convidados a mostrar seus trabalhos. Abrangendo todos os tamanhos e tipos de projetos, a Bienal apresenta soluções para problemas de projetos, desde teias de aranha à habitação social.

Os edifícios dos EUA usam cerca de 40% de todo o consumo de energia do país. É uma verdade desconcertante e mesmo que cada novo edifício passe a ser auto-suficiente no consumo de energia e água, o país ainda estaria em um curso intensivo, drenando recursos mais naturalmente disponíveis do que o nosso único planeta pode sustentar permanentemente . Neste ambiente, os arquitetos têm uma responsabilidade especial para educar-se sobre técnicas inovadoras de design sustentável, desde aqueles que têm trabalhado durante milhares de anos até aqueles que, como o título da Bienal sugere, são o estado da arte.

Então, o que a Bienal tem a dizer sobre sustentabilidade? Cinco projetos expostos demonstram diferentes abordagens em cinco escalas diferentes: materiais, edifícios, recursos, cidades e o globo.

Kéré Architecture vence concurso para projetar a proteção do sítio arqueológico das Termas Reais de Meroe

21:00 - 17 Agosto, 2015
Kéré Architecture vence concurso para projetar a proteção do sítio arqueológico das Termas Reais de Meroe, Vista Interna. Cortesia de Kéré Architecture
Vista Interna. Cortesia de Kéré Architecture

O escritório Kéré Architecture foi anunciado como vencedor de um concurso para projetar um abrigo nas Termas Reais de Meroe, no Sudão, sítio tombado pela UNESCO. Acredita-se que as termas tenham servido aos palácios do grande Reino Africano de Kush (atualmente o Sudão), vindo a incorporar a lista de Patrimônio Mundial da UNESCO em 2011. Ainda marcadas por templos, palácios e mais de duzentas pirâmides, as ruínas de Meroe são um testemunho das mudanças culturais ocorridas na África. Saiba mais sobre a proposta de Kéré Architecture, a seguir.

Diébédo Francis Kéré e a energia da arquitetura em Burkina Faso

15:00 - 28 Junho, 2015

"Arquitetura é muito mais que arte. E é, de longe, mais que apenas construir edifícios", disse o premiado arquiteto Diébédo Francis Kéré. No mais recente vídeo publicado pelo Louisiana Channel, o arquiteto que divide seu tempo entre Berlim a África comenta sobre o propósito da arquitetura em uma sociedade em mudança e a influência exercida por sua terra natal, Burkina Faso, em sua prática profissional. Para Kéré, contexto e meio são as essenciais: "Tentei usar materiais locais, sobretudo argila e madeira, para criar edifícios que sejam modernos", disse ele. O modernismo de argila de Kéré representa uma nova Burkina Faso que emprega materiais naturais e renováveis, como se vê na Biblioteca Escolar em Gando. "Se construirmos com argila, teremos um futuro melhor, pois usaremos os recursos que temos", acrescentou o arquiteto.

"Meu povo é orgulhoso, e isso pode gerar muita energia", diz Kéré, otimista em relação ao futuro da arquitetura em Burkina Faso. Assista ao vídeo acima para saber mais sobre a abordagem profissional do escritório Kéré Architecture e veja, a seguir, a entrevista realizada pelo ArchDaily com Kéré em julho do ano passado.

Claraboias de barro: iluminação natural a partir de materiais reutilizados

07:00 - 11 Fevereiro, 2015
Claraboias de barro: iluminação natural a partir de materiais reutilizados, Cortesia de Kere Architecture
Cortesia de Kere Architecture

Através da inovação técnica desenvolvida pelos arquitetos do escritório Kere Architecture, essa biblioteca aproveita a madeira de eucalipto - pouco utilizada na região - para criar um fechamento perimetral permeável e constrói uma série de claraboias a partir de potes de barro tradicionais na região, deixando entrar a luz natural e potencializando a circulação do ar nos ambientes internos.

Mais imagens e desenhos a seguir.

Cortesia de Kere Architecture Cortesia de Kere Architecture Cortesia de Kere Architecture Cortesia de Kere Architecture + 17

AD Brasil Entrevista: Diébédo Francis Kéré / Kéré Architecture

19:00 - 28 Agosto, 2014

O arquiteto africano Diébédo Francis Kéré, vencedor de diversos prêmios internacionais, é conhecido por sua abordagem multicultural da arquitetura. Embora seu escritório, Kéré Architecture, esteja instalado em Berlim, muitos de seus projetos são desenvolvidos em seu país natal, Burkina Faso, na África Ocidental, onde é conhecido por incorporar materiais vernaculares e mão de obra local em seus projetos.

“Estou trabalhando entre dois continentes, ou duas culturas. E estou, de algum modo, fazendo a ponte”, nos disse Francis Kéré na abertura da Bienal de Veneza deste ano. Dentre os projetos desenvolvidos por seu escritório estão a Biblioteca Escolar em Gando, o Centro para a Arquitetura da Terra e o Parque Nacional de Mali.

Nessa entrevista, Kéré explica sua abordagem em relação à arquitetura - que assume posturas diferentes em Berlim e em Burkina Faso - e comenta o que significa “absorver a modernidade” em seu país.

©  Iwan Baan ©  Iwan Baan Courtesy of Kéré Architecture Courtesy of Kéré Architecture + 5

Sete arquitetos transformam a Royal Academy de Londres em uma experiência multi-sensorial

14:58 - 20 Fevereiro, 2014
Sete arquitetos transformam a Royal Academy de Londres em uma experiência multi-sensorial, Instalação (Blue Pavilion) por Pezo von Ellrichshausen. © Royal Academy of Arts, London, 2014. Fotografia: James Harris
Instalação (Blue Pavilion) por Pezo von Ellrichshausen. © Royal Academy of Arts, London, 2014. Fotografia: James Harris

Recentemente a Royal Academy of Arts de Londres (RA) celebrou a abertura do que muitos estão chamando de "a mais 'épica' e 'encantadora' exposição de 2014": Sensing Space: Architecture Reimagined. Com uma série de grandes instalações concebidas por alguns dos mais aclamados arquitetos, como Eduardo Souto de Moura e Kango Kuma, a exposição imersiva cria uma atmosfera que encoraja visitantes a se tornar parte da experiência e abrir suas mentes para a esfera sensorial da arquitetura.

"A arquitetura é com tanta frequência o pano de fundo de nossas vidas", disse o curador Kate Goodwin. "Frequentemente não pensamos nela - ela é prática e funcional, mas e quando ela faz algo a mais?

A seguir, uma prévia das instalações.

Siza, Souto de Moura e Kuma comentam sobre a exposição "Sensing Spaces"

13:00 - 14 Fevereiro, 2014

Acompanhando a exposição Sensing Spaces Exhibition em Londres, a Royal Academy of Arts produziu seis belos filmes entrevistando os arquitetos envolvidos na exibição, questionando o que os motivou como arquitetos e quais os principais temas abordados por seus projetos.

O vídeo acima mostra Álvaro Siza e Eduardo Souto de Moura, que projetaram conjuntamente sua exposição Sensing Spaces. Siza explica sua preocupação com as conexões entre o natural e o artificial através de seu complexo de piscinas em Leça de Palmeiras, e o modo com as formações rochosas guiaram sua intervenção. Ele também introduz a obra de seu antigo protégé, o Estágio de Braga, de Souto de Moura, como um projeto que tem a mesma compreensão do natural e do artificial.

Veja os vídeos com os cinco outros participantes da "Sensing Spaces", a seguir.

Installation (Blue Pavilion) by Pezo von Ellrichshausen. Image © Royal Academy of Arts, London, 2014. Photography: James Harris Installation by Diebedo Francis Kere. Image © Royal Academy of Arts, London, 2014. Photography: James Harris Installation by Kengo Kuma. Image © Royal Academy of Arts, London, 2014. Photography: James Harris Installation by Li Xiaodong. Image © Royal Academy of Arts, London, 2014. Photography: Benedict Johnson + 5