O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Diébedo Francis Kéré é contemplado com o Prince Claus Laureate Award 2017

Diébedo Francis Kéré é contemplado com o Prince Claus Laureate Award 2017

  • 16:00 - 12 Setembro, 2017
  • por
  • Traduzido por Vinicius Libardoni
Diébedo Francis Kéré é contemplado com o Prince Claus Laureate Award 2017
Diébedo Francis Kéré é contemplado com o Prince Claus Laureate Award 2017, Escola Primária em Gando. Imagem © Erik Jan Owerkerk
Escola Primária em Gando. Imagem © Erik Jan Owerkerk

O arquiteto Diébedo Francis Kéré foi contemplado com o Prince Claus Laureate Award de 2017, destacando o valor cultural de sua arquitetura, além da qualidade estética, sustentável e empoderadora.

Fundada em 1996, o Fundo Príncipe Claus para Cultura e Desenvolvimento acredita que a "cultura é uma necessidade básica" e procura apoiar os esforços individuais e coletivos em áreas culturais onde historicamente o acesso tem sido limitado. Os prêmios anuais possibilitam o reconhecimento de conquistas extraordinárias nessas áreas, especialmente voltado à pessoas e grupos que operem na África, Ásia, América Latina e Caribe. Tanto a qualidade do trabalho quanto as suas contribuições culturais, seja no contexto local ou em esferas mais amplas, além do impacto social, desempenham um papel crítico na tomada de decisões do comitê. O juri, composto por especialistas de várias disciplinas, incluindo música, artes visuais, curadoria, cinema, arquitetura e urbanismo, são responsáveis por selecionar, a partir de uma lista de mais de 140 candidatos, sete premiados e dois grandes prêmios.

The Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu Escola primária em Gando. Imagem © Siméon Duchoud Tim Tiebout. Imagem Cortesia de PMA Cortesia de Kéré Architecture + 9

Tim Tiebout. Imagem Cortesia de PMA
Tim Tiebout. Imagem Cortesia de PMA

Kéré foi premiado recentemente por seu "projeto e construção de edifícios de grande beleza que atendem às necessidades das pessoas; ... por honrar o orgulho das pessoas em suas tradições e técnicas culturais, ... por combinar de forma criativa fatores relevantes de duas diferentes áreas do conhecimento, alcançando soluções práticas de relevância global e promovendo uma troca de idéias entre a África e a Europa; ... e pelo compromisso ético de criar uma arquitetura inspiradora que melhore as condições de vida das pessoas e de suas comunidades... "

Cortesia de Kéré Architecture
Cortesia de Kéré Architecture

Para o juri, o trabalho de Kéré demonstra o potencial da arquitetura em ser generosa, aliás, sua carreira profissional ter sido marcada por uma generosidade latente. Como o primeiro filho da família a frequentar a escola em sua aldeia natal de Gando, em Burkina Faso, Kéré passou então a estudar carpintaria na Alemanha e depois frequentou a Universidade Tecnológica de Berlim para se formar em Arquitetura e Engenharia. Ainda enquanto estudava, criou uma instituição de caridade chamada Bricks for Gando e, nos anos 2000, através dos fundos arrecadados pela instituição, retornou à Burkina Faso para construir o projeto da Escola Primária de Gando, desenvolvida com o auxílio dos moradores da aldeia, utilizando materiais locais e com o principal objetivo de reintegrar a comunidade local. Desde então, além de desenvolver uma série de projetos em Gando, também o fez no Sudão, Quênia, Mali, Moçambique e em outras localidades na Europa. O seu compromisso com o envolvimento da comunidade local em um processo participativo, com orientação e treinamento, promove a apropriação e desenvolve um sistema de intercâmbio cultural. É um verdadeiro processo de ensino e aprendizagem, operando em ambos os sentidos.

The Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu
The Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu

Em 2017, Kéré foi convidado para projetar o Serpentine Pavilion, que foi implantado no Hyde Park de maneira bastante sutil, sua envoltória em patchwork azul é envolvente como uma manta, e a ampla cobertura iluminada, flutua como um prato sobre o pavilhão e o proteje da incidência dos raios solares. Há claros sinais da relação do edifício com o clima, talvez menos importante em Londres do que em Gando, mas ainda tão pertinente. É um projeto sobre encontro e abrigo, calor e chuva, coletando a água da chuva em forma de cachoeira em seu centro, e sua transparência sutil que faz com que o edifício pareça respirar.

Esquema do Parlamento de Ouagadougou. Imagem Cortesia de Kéré Architecture
Esquema do Parlamento de Ouagadougou. Imagem Cortesia de Kéré Architecture

Desenvolvido com princípios semelhantes, Kéré também projetou um esquema parecido para o novo edifício do Parlamento em Ouagadougou após a revolução. Uma grande árvore torna-se o ponto de encontro simbólico e literal para a discussão pública e política, enquanto uma fachada inclinada se transforma em uma praça para abrigar a população. Criando uma característica tão incomum aos edifícios governamentais, Kéré promove a democracia por meio de amenidades conectadas ao edifício. Novamente, se torna evidente este empoderamento e senso de pertencimento que se delega aos habitantes locais, a base de sua prática projetual.

Kéré encontrou uma maneira de produzir uma arquitetura para o povo, do povo e pelo povo, uma conquista que o torna totalmente merecedor do Prêmio Prince Claus.

Via Prince Claus Fund

Diébédo Francis Kéré's Serpentine Pavilion Photographed by Laurian Ghinitoiu

Following the opening of the 2017 Serpentine Pavilion, designed this year by Diébédo Francis Kéré ( Kéré Architecture), photographer Laurian Ghinitoiu has turned his lens to London. Designed to mimic a tree, or a canopy of trees, the wooden structure has been designed to fuse cultural references from Kéré's home town of Gando in Burkino Faso with more "experimental" construction techniques.

Francis Kéré to Design 2017 Serpentine Pavilion

The Serpentine Galleries have announced that the 2017 Serpentine Pavilion will be designed by Diébédo Francis Kéré ( Kéré Architecture), an African architect based between Berlin, Germany, and his home town of Gando in Burkino Faso.

Diébédo Francis Kéré: "Architecture is About People"

On the Louisiana Channel's latest installment, Burkinabé architect Diébédo Francis Kéré discusses his "Canopy" installation, currently on view at the Louisiana Museum in Denmark, and shares thoughts on the impact of architecture. Designed with a sense of freedom that encourages users to interact with the installation as they wish, Kere's Canopy serves as a flexible gathering space within the museum that is reminiscent of " AFRICA."

Cita: Forde, Tessa. "Diébedo Francis Kéré é contemplado com o Prince Claus Laureate Award 2017" [Diébedo Francis Kéré Awarded Prince Claus Laureate Award for 2017] 12 Set 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/879372/diebedo-francis-kere-e-contemplado-com-o-prince-claus-laureate-award-2017> ISSN 0719-8906