1. ArchDaily
  2. Fotogrametria

Fotogrametria: O mais recente de arquitetura e notícia

Duas décadas da evolução de Tóquio, pelas lentes de Peter M. Cook

O fotógrafo de arquitetura britânico Peter M. Cook documentou a cidade de Tóquio e sua evolução por mais de vinte anos. Após registrar o desenvolvimento da cidade e seus edifícios com uma câmera de grande formato, seu primeiro livro de fotos foi publicado pela editora Hatje Cantz Verlag. As 100 fotografias monocromáticas revelam a história de uma das cidades mais icônicas do mundo.

© Peter M. Cook© Peter M. Cook© Peter M. Cook© Peter M. Cook+ 10

Escritórios de arquitetura do Panamá, pelas lentes de Marc Goodwin

O fotógrafo de arquitetura Marc Goodwin visitou recentemente a cidade do Panamá para continuar sua jornada documentando os escritórios de arquitetura do mundo. Ele já registrou firmas de Dubai, Londres, Paris, Pequim, Xangai, Seul, da Escandinávia, Barcelona, Los Angeles e México. No Panamá, Marc fotografou uma série de espaços de trabalho em oito escritórios, de um estúdio de cinco pessoas até uma firma de 200 funcionários. Conheça-os, a seguir.

Mallol Arquitectos. Image © Marc GoodwinSKETCH. Image © Marc GoodwinPinzon Lozano & Asoc. Arquitectos . Image © Marc GoodwinFemur arquitectura. Image © Marc Goodwin+ 17

Artista cria colagens que mostram um lado surreal do cotidiano na União Soviética

Como seriam as cidades históricas se a escala não existisse e as funções pudessem ser manipuladas? 

A artista holandesa Tamara Stoffers encontrou inspiração em um antigo livro da União Soviética, publicado no início da década de 1960, que apresentava imagens de blocos habitacionais sem qualquer ornamentação ou cor. O livro destacava a simetria e funcionalidade da arquitetura soviética, representando um futuro que o regime comunista idealizara. Para a artista, ficou claro que havia muitas pequenas histórias dentro da História da União Soviética - e elas mereciam ser exploradas.

A admiração de Stoffers se estendeu para além da arquitetura russa, abrangendo também objetos do cotidiano, banners, cartões postais e livros. Ao longo de cinco anos, desenvolveu uma série de colagens fantásticas feitas a partir de mais de 30 livros ilustrados. As imagens, que pareciam intrigantes por conta própria, foram misturadas e combinadas com outras fotografias de maneira exagerada e divertida, apresentando a União Soviética como nunca antes vista.

Kalinin Prospekt. Imagem © Tamara StoffersVoronezh. Imagem © Tamara StoffersBaku. Imagem © Tamara StoffersCathedral of St. Sophia. Imagem © Tamara Stoffers+ 15

Arquiteturas de Lisboa, pelas lentes de Sebastian Weiss

Projeto fotográfico: City of Light

Fotógrafo: Sebastian Weiss

Localização: Lisboa

Ano: Março de 2019

Escola Superior de Enfermagem de Lisboa – ESEL / BBarquitectos. Image © Sebastian WeissGare do Oriente / Santiago Calatrava. Image © Sebastian WeissNational Archive of Torre do Tombo / Ateliers Associados. Image © Sebastian WeissChampalimaud Center for the Unknown / Charles Correa Associates. Image © Sebastian Weiss+ 17

17 Instagrams sobre a Bauhaus para seguir

Comemore o centenário da Bauhaus com a plataforma número um do mundo para contar histórias através de imagens, o Instagram. Ferramenta essencial para designers, o Instagram é um banco de dados digital em constante crescimento, útil para compartilhamento e estímulo de mercados. A mídia social mudou não apenas o modo como apresentamos e comercializamos nossos projetos, mas também como apresentamos nós mesmos ao mundo.

Dinamismo e contraste: o campus da UNAM pelas lentes de Yueqi “Jazzy” Li

© Yueqi "Jazzy" Li
© Yueqi "Jazzy" Li

Ainda que o Campus da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM), localizado na região centro-sul da Cidade do México, seja tão enigmático quanto os famosos murais de O’Gorman, sua própria arquitetura é aquilo que nos deixa mais intrigados quando visitamos este lugar. Caminhando pela UNAM, nos deparamos com uma exposição arquitetônica de edifícios modernistas, em sua grande maioria construídos durante os anos 70, juntamente com uma série de pátios abertos, passagens secretas e alguns pavilhões. Excepcionalmente, a arquitetura do campus têm um pouco de tudo: geometria arrojada, abertura, abstração, humanidade, permeabilidade, alvenarias ruindo e rochas vulcânicas espalhadas por toda parte.

© Yueqi "Jazzy" Li© Yueqi "Jazzy" Li© Yueqi "Jazzy" Li© Yueqi "Jazzy" Li+ 29

Fotografias de Denise Scott Brown são expostas em Nova Iorque e Londres

A Carriage Trade Gallery, em Nova Iorque, inaugurou uma exposição que celebra a fotografia de Denise Scott Brown, destacando o significado da pop art no vernáculo americano. O projeto foi iniciado por Scott Brown e exibido pela primeira vez em Veneza em 2016, os recentes eventos em Londres e Nova Iorque foram organizados pela PLANE-SITE.

A exposição, intitulada “Photographs 1956-1966”, tem co-curadoria de Andres Ramirez e apresenta 10 fotografias, todas disponibilizadas para venda limitada. Além da mostra na Carriage Trade, uma exposição simultânea está sendo realizada nas Window Galleries da Central Saint Martins, em Londres.

Cortesia de Carriage Trade. Foto de Nicholas Knight.Cortesia de Carriage Trade. Foto de Nicholas Knight.Cortesia de Carriage Trade. Foto de Nicholas Knight.Cortesia de Carriage Trade. Foto de Nicholas Knight.+ 24

Desinteresse social: um ensaio fotográfico sobre as novas ruínas na periferia do México

© Mónica Arreola
© Mónica Arreola

© Mónica Arreola© Mónica Arreola© Mónica Arreola© Mónica Arreola+ 7

Tijuana é uma das cidades mais povoadas do México e a produção de habitações coletivas teve um boom importante no ano 2000, momento em que se registrou centenas de residências que evoluíram para se tornarem mais de 30.000 em 2007. Este fenômeno veio acompanhado de um consumo midiático que transformou completamente os limites da cidade e a periferia mostrava uma nova aparência: um futuro modernizado e novos esquemas urbanos com um novo estilo de vida.

Bogotá, segundo a fotografia de Leo Matiz

A modernização de Bogotá entre 1940 e 1970, captada em reportagens fotográficas urbanas e arquitetônicas, foi registrada em diversos livros, revistas e fotolivros da época, assim como em imagens de arquivos públicos e privados da cidade. Todas estas frentes revelam uma aproximação intencional, e inclusive crítica, de como a arquitetura moderna reconfigurou os centros das cidades e pôs em relação os novos edifícios e espaços urbanos com a paisagem existente.

Quando se trata de analisar o impacto da fotografia tirada na rua, é necessário falar de Leo MatizArmando Matiz e Hernán Díaz. Esses três fotógrafos retrataram personagens, acontecimentos e vida urbana de Bogotá. Aqui destacamos e selecionamos, dentro de sua ampla produção, suas fotos de ruas, praças, cruzamentos e edifícios representativos da cidade, lugares emblemáticos ou anônimos que, através da fotografia, consolidam o patrimônio moderno na memória coletiva, e onde a arquitetura e os espaços urbanos são protagonistas das cenas.

Nesta edição de Bogotá en la mirada de 10 fotógrafos ( ou, Bogotá pelo olhar de 10 fotógrafos) conheceremos o legado de Leo Matiz:

Bogotá. Image © Archivo de BogotáBogotá. Image © Archivo de BogotáBogotá. Image © Archivo de BogotáBogotá. Image © Archivo de Bogotá+ 6

Modelo 3D mostra os danos causados pelo ISIS ao Templo de Bel em Palmyra

Em agosto do ano passado, muitos preciosos monumentos da antiga cidade de Palmyra foram danificados ou completamente destruídos pelas forças do ISIS em uma violenta tentativa de mandar uma mensagem ao resto do mundo. A questão debatida agora pela comunidade de preservação do patrimônio é como reconstruir e preservar estes edifícios e monumentos. O processo exige, evidentemente, um reconhecimento completo dos danos causados.

Logo após Palmyra ter sido retomada da ocupação do ISIS, a Iconem, uma companhia francesa especializada na digitalização de sítios arqueológicos, chegou a Palmyra para liderar a pesquisa. Em parceria com a DGAM (Direction Générale des Antiquités et des Musées) da Síria, a Iconem recebeu acesso ao cidade para analisar a extensão dos danos causados aos templos de Bel e Baalshamin, ao Arco Monumental, ao Vale das Tumbas e ao museu - todos sítios do mais elevado valor cultural e, portanto, grandes alvos da violência do ISIS.

Templo de Bel em Palmyra antes da ocupação do ISIS. Imagem © Flickr User Alessandra Kocman, CC BY-NC-ND 2.0Templo de Bel em Palmyra antes da ocupação do ISIS. Imagem © Flickr User Jiří Suchomel, CC BY-NC-ND 2.0Templo de Bel em Palmyra antes da ocupação do ISIS. Imagem © Flickr User Alessandra Kocman, CC BY-NC-ND 2.0Templo de Bel em Palmyra antes da ocupação do ISIS. Imagem © Flickr User Jiří Suchomel, CC BY-NC-ND 2.0+ 6

7 sítios do patrimônio cultural em modelos 3D, por Sketchfab

Usar a fotogrametria para capturar e modelar edifícios reais é um modo fantástico de compartilhar tesouros culturais com o mundo, e com dispositivos de VR é possível oferecer percursos em sítios tombados localizados a milhares de quilômetros de distância. Mas além disso, capturar um modelo de um edifício é também um ótimo jeito de preservar digitalmente aquela estrutura em determinado momento histórico - esta técnica está sendo usada por Harvard e Oxford para proteger estruturas localizadas em regiões de conflito na Síria e no Iraque.

Neste sentido, nossos parceiros do Sketchfab compilaram uma série de tesouros culturais que foram imortalizados em suas plataformas. Continue lendo para conhecer estes sete modelos e não esqueça de você também pode visualizá-los em realidade virtual com o Google Cardboard.

Palestra com Adolfo Ibañez sobre fotogrametria arquitetônica, no IAB-RJ

O arquiteto e restaurador espanhol Adolfo B. Ibañez Vila dará, na segunda-feira, 24 de novembro, uma palestra técnica sobre "Fotogrametria Arquitetural Digital 3D". O evento, promovido pelo IAB-RJ, tem como objetivo apresentar ferramentas, baseadas em fotogrametria arquitetônica em 3D e de baixo custo, que podem facilitar o escaneamento do patrimônio histórico e construído.