Bienal de Arquitetura de Chicago 2021 abre ao público

A quarta edição da Bienal de Arquitetura de Chicago abriu ao público no dia 17 de setembro apresentando uma série de 15 intervenções site-specific espalhadas pela cidade que exploram ideias de espaço compartilhado e trabalho coletivo, sob a frase “quem pode participar do projeto da cidade". Liderada pelo diretor artístico David Brown, a edição deste ano, operando sob o tema The Available City, pretende destacar o potencial das áreas urbanas vagas como espaços coletivos por meio de intervenções desenvolvidas em estreita colaboração com a comunidade local. Ao mesmo tempo, o evento ressalta o potencial para “novas possibilidades imediatas” e ilustra o impacto significativo de pequenos gestos urbanos.

Bienal de Arquitetura de Chicago 2021 anuncia programação com lista completa de exposições

Intitulada "The Available City", a quarta edição da Bienal de Arquitetura de Chicago será aberta ao público no dia 17 de setembro de 2021. Este ano, o evento apresenta um modelo de bienal sem precedentes que experimenta uma série de projetos site specific e programas exibidos em Chicago, "reformulando o que uma bienal pode fazer, ser e explorar em uma cidade". Mais de 80 projetos de 18 países diferentes responderão a uma estrutura de design urbano e trarão ideias para espaços coletivos centrados na comunidade por meio de elementos arquitetônicos, programação envolvente e experiências comunitárias aprimoradas.

Bienal de Arquitetura de Chicago anuncia programa deste ano

A Bienal de Arquitetura de Chicago revelou o calendário para o programa de eventos, palestras, workshops e performances deste ano, explorando como a arquitetura molda comunidades e cidades. Intitulada The Available City, esta edição tem como objetivo destacar o potencial das áreas urbanas vagas como espaços comunitários. O evento estreia em 17 de setembro em 12 localidades da cidade e apresenta 16 intervenções que ativam terrenos não utilizados. Os projetos são complementados por uma programação externa e presencial, além de eventos digitais que começam no dia 17 de agosto.

Bienal de Arquitetura de Chicago 2021 acontecerá entre 17 de setembro e 18 de dezembro

Sob o título Available City / Cidade Disponível, a Bienal de Arquitetura de Chicago acontecerá de 17 de setembro a 18 de dezembro em mais de 10 locais da cidade, com o intuito de destacar o potencial das áreas urbanas vazias como espaços coletivos por meio de intervenções desenvolvidas em estreita colaboração com a comunidade local. Por isso, a bienal também anunciou que os parceiros culturais desta nova edição apresentarão um programa em forma de conferências, painéis, workshops ou performances: SOM, Studio Gang e Museu de Arte Contemporânea são alguns dos mais de 100 museus, estúdios de arquitetura e organizações comunitárias participantes do evento.

Bienal de Arquitetura de Chicago 2021 anuncia colaboradores de sua quarta edição: a cidade disponível

A Bienal de Arquitetura de Chicago anunciou a lista de seus colaboradores para a edição do ano de 2021, intitulada The Available City [A Cidade Disponível]. A lista com 29 nomes, selecionada pelo Diretor de Arte David Brown, traz perspectivas globais de cidades como Cape Town, Caracas, Chicago, Copenhagen, Dublin, Paris, Basileia e Tóquilo.

Bienal de Arquitetura de Chicago 2021 divulga vencedores da chamada feita pela Fundação de Artes da Dinamarca

A Bienal de Arquitetura de Chicago (CAB) em parceria com a Danish Arts Foundation (DAF) acaba de divulgar o vencedor do primeiro concurso lançado neste ano, a proposta que irá representar a Dinamarca na edição deste ano da mais importante bienal de arquitetura dos Estados Unidos. A ser implantado no bairro de North Lawndale, em Chicago, a proposta procura responder ao tema da bienal de 2021: A Cidade Disponível, mote criado pelo Diretor Artístico da Bienal de Chicago David Brown. A proposta vencedora foi desenvolvida por uma equipe internacional que inclui Eibhlín Ní Chathasaigh e James Albert Martin de Dublin, Anne Dorthe Vester e Maria Bruun de Copenhague e moradores da cidade de Chicago.

Bienal de Arquitetura de Chicago divulga o tema e o diretor artístico da edição de 2021

Refletindo sobre a atual situação global, a Bienal de Arquitetura de Chicago (CAB) reinventou sua edição de 2021 buscando fomentar debates sobre a “interseção da arquitetura e do design com questões críticas como saúde, sustentabilidade, equidade e justiça racial”. A Bienal também nomeou David Brown, designer, pesquisador e professor da Escola de Arquitetura da Universidade de Illinois, como o Diretor Artístico da quarta edição, intitulada The Available City [A Cidade Disponível].

Luftwerk e Iker Gil projetam instalação luminosa na Casa Farnsworth de Mies van der Rohe

Geometry of Light é uma intervenção multimídia concebida pela Luftwerk em colaboração com Iker Gil, exibida na Casa Farnsworth em outubro deste ano, durante a terceira edição da Bienal de Arquitetura de Chicago.

A opinião da crítica sobre a Bienal de Arquitetura de Chicago 2019

A terceira edição da Bienal de Arquitetura de Chicago (CAB) foi inaugurada em Chicago com uma série de novas exposições e instalações em toda a cidade. Com o tema "...E outras histórias semelhantes", a bienal mostra o trabalho de mais de 80 colaboradores, incluindo o MASS Design Group, Forensic Architecture, Theaster Gates e muito mais. No principal espaço da Bienal, mergulhamos em algumas das exposições e histórias emergentes.

Pavilhão de concreto construído por robôs é a proposta do SOM para a Bienal de Chicago 2019

O escritório de arquitetura Skidmore, Owings & Merrill (SOM) acaba de revelar o projeto do "Stereoform Pavillion", que será construído para abrigar o fórum sobre o futuro da construção em concreto na Bienal de Arquitetura de Chicago de 2019. O protótipo será fabricado utilizando as mais avançadas técnicas de construção automatizada, um sistema de construção do futuro, concebido para reduzir a pegada de carbono na construção de estruturas de concreto.

Cinco exposições imperdíveis da Bienal de Arquitetura de Chicago 2019

Em sua terceira edição, a Bienal de Arquitetura de Chicago (CAB) já é considerada por muitos um dos principais eventos da arquitetura mundial. Inaugurada no último dia 19 de setembro, a Bienal tomou conta das principais ruas da cidade de Chicago apresentando uma série de exposições e instalações. Com curadoria da diretora artística Yesomi Umolu e sob o mote ...And other such stories, a bienal deste ano apresenta o trabalho de mais de oitenta colaboradores, dentre os quais dois brasileiros: a Usina - CTAH e o FICA - Fundo Imobiliário Comunitário para Aluguel. Entre os convidados internacionais figuram o MASS Design Group, o Forensic Architecture, o Theaster Gates entre muitos outros. Depois de visitar as principais exposições nestes primeiros dias de Bienal, apresentamos em primeira mão tudo aquilo que você não pode perder de vista, ou caso em Chicago, não deixe de visitar.

Bienal de Arquitetura de Chicago divulga a programação completa de sua terceira edição

A Bienal de Arquitetura de Chicago, o mais importante evento de arquitetura da América do Norte, acaba de divulgar a sua agenda cultural para a edição deste ano. Além de ocupar os espaços de sua tradicional sede, o Chicago Cultural Center, a Bienal deste ano vai tomar conta das principais ruas da cidade de Chicago a partir do dia 19 de setembro, estendendo-se até o próximo dia 5 de janeiro de 2020. Com curadoria da diretora artística Yesomi Umolu, o mote da edição deste ano,...and other such stories, contará com a participação do diretor executivo Todd Palmer e da co-curadoria de Sepake Angiama e Paulo Tavares.

Brasileiro Paulo Tavares e Sepake Angiama são nomeados co-curadores da Bienal de Arquitetura de Chicago 2019

A Bienal de Arquitetura de Chicago anunciou a nomeação da curadora e educadora Sepake Angiama e do arquiteto e urbanista brasileiro Paulo Tavares para a equipe de curadores da terceira edição do evento, que acontecerá em 2019.

Segunda Bienal de Arquitetura de Chicago encerra após receber mais de 500 mil visitantes

O prefeito de Chicago, Rahm Emanuel, apresentou as cifras da Bienal de Arquitetura de Chicago de 2017, encerrada no domingo, 7 de janeiro, após quatro meses de exposições e atividades.

Últimos dias para visitar a Bienal de Arquitetura de Chicago 2017

A Bienal de Arquitetura de Chicago de 2017 está chegando ao fim após quase 4 meses de exposições, discussões, passeios, exibições de filmes e outros eventos. A segunda edição do evento, que tem como tema Make New History, será encerrada com dois eventos antes da exibição finalmente fechar no domingo, 7 de janeiro. Saiba mais sobre os eventos restantes.

Agenda social vs. mídia social: analisando a Bienal de Arquitetura de Chicago 2017

Enquanto as exposições de arquitetura tendem a tratar de assuntos monótonos com cartazes mal apresentados e textos intelectualizados que geram ideias pretensamente complexas, a Bienal de Arquitetura de Chicago se destaca pela inegável sensação de entretenimento. De sua exposição central aos eventos paralelos, esta exposição é brilhante, divertida e perfeita para o Instagram.

Horizontal City: 24 arquitetos refletem sobre o projeto de interiores na Bienal de Chicago

Horizontal City é uma das duas exposições coletivas (a outra é Vertical City) na Bienal de Arquitetura de Chicago de 2017. 24 arquitetos foram encarregados pelos diretores artísticos Sharon Johnston e Mark Lee de "reconsiderar o status do interior arquitetônico", fazendo referência a uma fotografia de um projeto de interiores icônico de qualquer época.

Bienal de Arquitetura de Chicago divulga lista de projetos especiais que ocuparão ícones da arquitetura da cidade

A Bienal da Arquitetura de Chicago e seus diretores artísticos, Sharon Johnston e Mark Lee, divulgaram uma série de Projetos Especiais destinados a corroborar a visão curatorial do evento - intitulado Make New History - expandindo a Bienal para diversos ícones arquitetônicos da cidade e arredores. Com um projeto colaborativo entre SO-IL e Ana Prvački, uma instalação de François Perrin, uma nova obra de performance de Gerard & Kelly na Farnsworth House, fotografias de James Welling e filmes de Gerard & Kelly, os projetos ocuparão as maiores "joias arquitetônicas de Chicago".