Dima Stouhi

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

Cor além da estética: a psicologia do verde na arquitetura

Quantas vezes você mudou as coisas de lugar dentro de casa no ano passado? Quer fosse uma mudança temporária ou definitiva, uma parede repintada, uma luminária nova ou aquele quadro que estava esperando para ser pendurado a séculos. No momento em que muitos de nós fomos forçados (ou convidados) a retroceder para dentro do espaço doméstico, passando a trabalhar desde casa, ficou cada vez mais difícil evitar aquelas pequenas mudanças que a tanto tempo se faziam necessárias. Não foi apenas a drástica mudança em nossas rotinas que nos causaram problemas, na verdade, o espaço no qual vivemos e trabalhamos desempenha um importante papel em como nos sentimos ou nos relacionamos uns com os outros. Portanto, para aqueles que se perguntaram por que algumas pessoas pareciam muito mais tranquilas e serenas durante o início da pandemia, pode ser porque a grama do seu jardim era mais verde que a nossa.

Green 26 / Anonym. Image © Chaovarith PoonpholCultural Activity of Beijing Guang'anmennei Community / MAT Office. Image © Kangshuo TangOttoman | Footstool Outdoor Complete Item by Ligne Roset on Architonic. Image Courtesy of Ligne RosetArtwork | Deco_01 by FLORIM on Architonic. Image Courtesy of FLORIM+ 26

NORD Architects e BBP Arkitekter vencem concurso para a nova escola pública de "cultura alimentar" de Copenhague

NORD Architects e BBP Arkitekter ganharam recentemente o concurso para projetar e construir uma nova escola pública em um dos bairros urbanos mais densos de Copenhague. O desafio do projeto foi criar uma estrutura que se encaixasse adequadamente ao contexto já complexo, complementando a "alta densidade urbana, patrimônio pós-industrial e vital infraestrutura" do distrito.

ZHA vence concurso para construir a Torre C na Baía de Shenzhen

Zaha Hadid Architects (ZHA) venceu o concurso de projeto para construir a Torre C na Baía de Shenzhen, China. O projeto vencedor é uma cidade vertical multidimensional de duas torres iluminadas naturalmente que respondem às interseções urbanas da cidade.

Tower C . Image © Brick Visual, courtesy of ZHATower C . Image © Brick Visual, courtesy of ZHATower C . Image © Brick Visual, courtesy of ZHATower C . Image © Brick Visual, courtesy of ZHA+ 5

Brutalismo medieval: a entrada de Castelgrande na Suíça, pelas lentes de Simone Bossi

Situados nos picos rochosos de Ticino estão os históricos castelos medievais de Bellinzona: Montebello, Sasso Corbaro e Castelgrande. Embora os três e suas fortificações tenham integrado a lista do Patrimônio Mundial da UNESCO, não são apenas as antigas muralhas que deixam os visitantes encantados, mas também os portões que levam a elas.

Eu sua mais recente série de imagens, o fotógrafo de arquitetura Simone Bossi registrou apenas a entrada de um dos castelos, mostrando como o diálogo entre as formas orgânicas da natureza e as paredes refinadas moldadas pelo homem pode ser tão majestoso quanto a própria fortaleza histórica.

Arquitetura e natureza dão forma à capela isolada no Líbano

Escondida sob as árvores densas da floresta Al-Ozer no Norte Líbano, a Capela da Terra é um santuário criado pelos arquitetos e artistas visuais do JPAG Atelier, um escritório com sede na cidade libanesa de Byblos. Como um santuário sagrado, a Capela da Terra é um edifício único que permite aos visitantes vivenciar ao mesmo tempo a simplicidade da arquitetura e a beleza da paisagem única do Monte Líbano.

Corbusierhaus pelas lentes de Bahaa Ghoussainy

Em resposta à crise imobiliária na Europa após a Segunda Guerra Mundial, Le Corbusier começou a projetar estruturas residenciais em grande escala. Um de seus projetos de habitação comunitária mais notáveis foi a Unidade de Habitação em Berlim, também conhecido como Corbusierhaus, concluído em 1959.

Explorando a composição particular do edifício, o fotógrafo de arquitetura Bahaa Ghoussainy colocou a unidade habitacional de Le Corbusier na mira de suas lentes.

Antigos miranetes persas são transformados em colagens retrofuturistas

No passado, os minaretes eram considerados um importante elemento arquitetônico com diversos propósitos. Eles eram construídos ao lado das mesquitas para a chamada à oração, bem como nas entradas das cidades como um marco para orientar os viajantes. Hoje, entretanto, não têm a mesma utilidade de outrora, tornando-se símbolos de tempos históricos.

Na mais recente série de seu projeto Retrofuturismo, o arquiteto e artista visual iraniano Mohammad Hassan Forouzanfar introduziu uma nova função nos históricos minaretes persas por meio de ilustrações fantásticas que complementam as antigas estruturas de tijolos com a arqueologia industrial contemporânea.

As tragédias do Castelo Laurens, pelas lentes de Romain Veillon

Localizado no porto de Agde, no sul da França, o eclético Castelo Laurens guarda uma história tão rica quanto sua arquitetura. Emmanuel Laurens, proprietário e arquiteto da villa, buscou inspiração em diferentes países do mundo para criar sua obra-prima. O fotógrafo Romain Veillon visitou o castelo antes de sua reforma e registrou o palimpsesto arquitetônico de seu interior.

© Romain Veillon© Romain Veillon© Romain Veillon© Romain Veillon+ 20

Os benefícios da biofilia para a arquitetura e os espaços interiores

Se uma pessoa é instigada a imaginar um cenário de completo relaxamento, é mais provável que a primeira imagem que vem à mente seja um lugar cercado pela natureza, algo próximo a uma floresta, montanhas, mar ou prado. Você dificilmente imaginará um escritório ou um shopping center como fonte de conforto e relaxamento. Mesmo assim, a maioria das pessoas passa quase 80-90% do tempo dentro de edificações, movendo-se entre suas casas e seus locais de trabalho.

Arquitetos e designers agora estão procurando soluções que ressoarão bem no futuro, voltando-se para a 'biofilia' como uma importante fonte de inspiração que promove o bem-estar, a saúde e o conforto emocional.

Xylem Pavilion / Kere Architecture. Imagem © Iwan Baan© Favaro Jr.Botanica House / Guz Architects. Imagem © Patrick Bingham-HallXylem Pavilion / Kere Architecture. Imagem © Iwan Baan+ 15

A arte urbana do distanciamento social

Viver em isolamento despertou em muitos arquitetos e arquitetas uma centelha de criatividade levando-os a explorar meios e métodos não convencionais para conceber seus projetos e instalações. Ao invés de fecharem seus escritórios e colocarem todos os projetos em andamento em standby até que a vida voltasse ao normal, profissionais das áreas criativas se mantiveram ativos, buscando inspiração em outras disciplinas como as artes performáticas e o teatro, vencendo o desafio imposto pelas regras de distanciamento social para (re)aproximarem-se de seus clientes e espectadores.

Ashley Bigham e Erik Herrmann, sócios e fundadores do Outpost Office, utilizaram-se deste tempo de distanciamento físico do trabalho prático para repensar a questão da “mobilidade”, desenvolvendo uma série de desenhos em escala 1:1 durante seu retiro no campus Ragdale, Illinois. Apropriando-se de tecnologias de ultima geração, a dupla utilizou robôs de marcação de campo controlados por GPS para criar uma instalação em escala urbana que procura responder algumas das principais questões relacionadas aos espaços públicos. Como resultado, Bigham e Herrmann receberam o primeiro prêmio no concurso Ragdale Ring 2020.

© Erik Herrmann© Erik Herrmann© Erik HerrmannPhotogrammetry. Imagem © Erik Herrmann+ 6

Arquitetura do leste europeu: cinemas de ficção científica

Este artigo faz parte da série colaborativa “Arquitetura do Leste Europeu: 50 Edifícios que Definiram uma Era”, desenvolvida em parceria entre o The Calvert Journal e o ArchDaily. Celebrando alguns dos principais ícones da arquitetura do leste europeu, publicaremos periodicamente uma lista com cinco projetos construídos no então Bloco de Leste.

Gatos no lugar certo, na hora errada em fotografias de arquitetura

© Pedro Vannucchi© Filippo Poli© Chao Zhang© Alexandre Delaunay+ 19

Gatos simplesmente não se importam. Eles não se importam se você comprou comida gourmet, se seu mobiliário é feito sob medida ou se você tem caixas de papelão espalhadas pela casa, e eles definitivamente não se importam se estão invadindo sua sessão de fotos.

A seguir, reunimos uma série de fotografias de arquitetura em que os gatos, mais uma vez, não se importaram de roubar a cena. 

Arquitetura do leste europeu: cultura e entretenimento

Este artigo faz parte da série colaborativa “Arquitetura do Leste Europeu: 50 Edifícios que Definiram uma Era”, desenvolvida em parceria entre o The Calvert Journal e o ArchDaily. Celebrando alguns dos principais ícones da arquitetura do leste europeu, publicaremos periodicamente uma lista com cinco projetos construídos no então Bloco de Leste.

Arquitetura do leste europeu: museus e lugares de memória

Este artigo faz parte da série colaborativa “Arquitetura do Leste Europeu: 50 Edifícios que Definiram uma Era”, desenvolvida em parceria entre o The Calvert Journal e o ArchDaily. Celebrando alguns dos principais ícones da arquitetura do leste europeu, publicaremos periodicamente uma lista com cinco projetos construídos no então Bloco de Leste.

Arquitetura do Leste Europeu: estruturas urbanas excêntricas

Este artigo faz parte da série colaborativa “Arquitetura do Leste Europeu: 50 Edifícios que Definiram uma Era”, desenvolvida em parceria entre o The Calvert Journal e o ArchDaily. Celebrando alguns dos principais ícones da arquitetura do leste europeu, publicaremos periodicamente uma lista com cinco projetos construídos no então Bloco de Leste.

A história da arquitetura: Grécia antiga

Cortesia de ArchDaily - Danae Santibáñez
Cortesia de ArchDaily - Danae Santibáñez

Até onde os registros escritos alcançam, o que se sabe é que a “pré-história” é um período que vai de 35.000 à 3.000 anos a.C. no Oriente Médio e 2.000 a.C. na Europa Ocidental. Pelo que é possível observar, os construtores da antiguidade tinham uma profunda compreensão das necessidades humanas e como lidar com as condições ambientais através da arquitetura em sua forma mais primitiva. Nos primórdios, famílias e tribos viviam em cabanas construídas a base de ossos e peles de animais. Milhares de anos de passaram até que o homem passasse a construir estruturas mais robustas utilizando pedras e tijolos de barro, assumindo formas prismáticas e dotadas de aberturas para iluminação e ventilação natural.

Ao longo dos próximos meses, publicaremos aqui no ArchDaily uma série de pequenos artigos sobre a história da arquitetura e como ela evoluiu até assumir a forma como à conhecemos hoje. Nesta semana, regressamos a um dos períodos mais importantes e influentes da história da humanidade: a Grécia antiga; mais especificamente os períodos egeu, arcaico, clássico e helenístico.

"O cinema trará a próxima grande contribuição à arquitetura": uma entrevista com Spirit of Space

Apesar das imagens estáticas serem o meio mais comum para representar um projeto, alguns arquitetos optam por convidar o público a experienciar a arquitetura de modo mais imersivo. Desde 2006, o Spirit of Space, estúdio de cinema especializado em arquitetura, vem envolvendo os espectadores em curtas-metragens de obras concebidas por arquitetos de renome mundial, como Peter Zumthor, Steven Holl, Daniel Libeskind e Jeanne Gang. A equipe multidisciplinar do estúdio combina recursos visuais com trilhas sonoras criadas especialmente para os filmes, transformando o percurso fílmico em uma experiência multissensorial.

De cenário a protagonista: o papel da arquitetura no design de videogames

Recentemente, perguntamos aos nossos leitores qual cenário de videogame os impressionava mais em termos de imagem ou visualização e por quê. Recebemos centenas de respostas, as quais apontavam nas mais variadas direções, deixando claro que não há um consenso ou um elemento unânime responsável pelo sucesso de um jogo entre os nossos leitores. Fato é que, o ambiente virtual é a chave para o sucesso ou o fracasso de um sistema de simulação baseado na experiência do usuário.

A arquitetura de um ambiente virtual, representa muito mais do que um mero pano de fundo de uma cidade imaginária ou a representação de um cenário existente, ela é, na verdade, um componente fundamental capaz de transportar os usuários para dentro do jogo, transcendendo os limites entre realidade e virtualidade – e adicionando uma dose extra de adrenalina.

(CUIDADO: os vídeos e imagens apresentados neste artigo podem provocar convulsões em pessoas com epilepsia fotossensível)