Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

CLTH propõe adaptação para escolas após pandemia de COVID-19

CLTH propõe adaptação para escolas após pandemia de COVID-19

Os arquitetos da Curl la Tourelle Head Architecture (CLTH) imaginaram uma nova abordagem para as salas de aula britânicas quando as escolas reabrirem ao fim do isolamento social decretado em decorrência da pandemia de COVID-19. O escritório de arquitetura, sediado em Londres, apresentou uma proposta inovadora "para ajudar a mitigar rotas de circulação restritas nas escolas e manter o distanciamento social necessário entre alunos e funcionários".

© Darc Studio © Darc Studio © Curl la Tourelle Head © Curl la Tourelle Head + 13

Na media em que o governo do Reino Unido anuncia seus planos de reabrir as escolas primárias a partir de junho deste ano, os arquitetos se dedicaram a discutir os desafios do distanciamento social e da segurança nesses estabelecimentos. A proposta apresentada é uma visão temporária com o objetivo de "ajudar a liberar o espaço interno da escola existente, retirando as crianças das áreas de circulação, mas também considerando melhorar o fluxo de ar, contribuindo para o bem-estar das pessoas".

Ao discutir com nossos filhos como as escolas podem voltar ao normal após o bloqueio, minha parceira Marianne Christiansen me inspirou a considerar a aprendizagem ao ar livre, algo que as escolas na Dinamarca já adotaram usando estruturas semelhantes a tendas para as aulas externas. -- Wayne Head, Director, CLTH

Como resposta arquitetônica, o CLTH baseou sua proposta nas pesquisas e análises iniciais realizadas por sua equipe e projetou uma “série de estruturas pop-up, semelhantes a barracas, obedecendo os dois metros de distanciamento social com possibilidades de adaptabilidade para receber diferentes configurações de salas de aula”.

Nossa equipe de projeto educacional, liderada por meu colega Simon Bumstead, realizou uma série de estudos e teve a ideia de transferir parte da oferta de ensino para estruturas temporárias, usando tendas de grande escala normalmente empregadas em festivais. [...] Esta não é de forma alguma a nossa resposta sobre como as salas de aula devem ser no futuro. Queríamos usar isso como um catalisador para discussões mais profundas, repensar como as escolas podem ser projetadas e usadas após o COVID-19.-- Wayne Head, Diretor do CLTH

Usando tendas e banheiros móveis e fontes renováveis de energia, como painéis fotovoltaicos e tubos solares para aquecimento de água quente, o projeto visa utilizar os recursos existentes não empregados durante esta pandemia. Além disso, funcionários e alunos serão incentivados a estabelecer movimentos no sentido horário dentro e fora das estruturas, para evitar cruzamentos. A ideia é simples e adaptável, e pode ser aplicada a diferentes ambientes externos, incentivando novas práticas de espaços públicos.

Convidamos você a conferir a cobertura do ArchDaily relacionada ao COVID-19, ler nossas dicas e artigos sobre produtividade ao trabalhar em casa e aprender sobre recomendações técnicas de projetos para a saúde. Lembre-se também de checar os conselhos e informações mais recentes sobre o COVID-19 no site da Organização Pan-Americana da Saúde OPAS/OMS Brasil.

Galeria de Imagens

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este autor
Cita: Christele Harrouk. "CLTH propõe adaptação para escolas após pandemia de COVID-19" [CLTH Proposes Adaptive Design for Schools post COVID-19] 22 Mai 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/939965/clth-propoe-adaptacao-para-escolas-apos-pandemia-de-covid-19> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.