Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. 21 Projetos em que Kengo Kuma (re)usa materiais de maneiras incomuns

21 Projetos em que Kengo Kuma (re)usa materiais de maneiras incomuns

21 Projetos em que Kengo Kuma (re)usa materiais de maneiras incomuns
Br adtopic use and reuse banner
21 Projetos em que Kengo Kuma (re)usa materiais de maneiras incomuns, Mont-Blanc Base Camp / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Mont-Blanc Base Camp / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates

Kengo Kuma utiliza os materiais para se conectar com o contexto local e os usuários de seus projetos. As texturas e formas elementares dos materiais, sistemas construtivos e produtos são expostas e utilizadas em favor do conceito arquitetônico, valorizando as funções que serão executadas em cada edifício.

De vitrines feitas com telhas cerâmicas a painéis que filtram a luz com à luz peneirada criada por chapas metálicas expandidas, passando por um revestimento de poliéster etéreo, Kuma entende o material como um componente essencial que pode fazer a diferença na arquitetura, desde os estágios do projeto. Apresentamos, em seguida, 21 projetos nos quais Kengo Kuma usa e reúsa materiais de construção com maestria.

V&A Dundee / Kengo Kuma and Associates. Image © Hufton+Crow Camper Paseo de Gracia / Kengo Kuma & Associates. Image © ImagenSubliminal GC Prostho Museum Research Center / Kengo Kuma & Associates. Image © Daici Ano Archives Antoni Clavé / Kengo Kuma & Associates. Image © 11h45 + 44

Elementos de concreto pré-moldado criando uma fachada em camadas

V&A Dundee

Localizado na orla da cidade de Dundee, na Escócia, este museu surge como um navio petrificado. Kuma criou uma fachada composta por múltiplas camadas horizontais de concreto pré-moldado, proporcionando um interessante jogo de luz e sombra, à distância, e uma textura delicada ao se aproximar.

V&A Dundee / Kengo Kuma and Associates. Image © Hufton+Crow
V&A Dundee / Kengo Kuma and Associates. Image © Hufton+Crow
V&A Dundee / Kengo Kuma and Associates. Image © Hufton+Crow
V&A Dundee / Kengo Kuma and Associates. Image © Hufton+Crow

Telhas cerâmicas como prateleiras

Camper Paseo de Gracia

Nesta loja de sapatos, o arquiteto aproveita a forma elementar das peças de cerâmica para criar todos os elementos que o espaço precisa para funcionar: paredes, prateleiras, balcão de funcionários e banco dos clientes. Cada peça é simples, mas sua soma é complexa e atraente.

Camper Paseo de Gracia / Kengo Kuma & Associates. Image © ImagenSubliminal
Camper Paseo de Gracia / Kengo Kuma & Associates. Image © ImagenSubliminal
Camper Paseo de Gracia / Kengo Kuma & Associates. Image © ImagenSubliminal
Camper Paseo de Gracia / Kengo Kuma & Associates. Image © ImagenSubliminal

Tecidos como forros e paredes leves

One @ Tokyo

Contrastando com uma tela de madeira dramática em sua fachada, também usada inesperadamente, o restaurante localizado no primeiro andar do hotel é configurado espacialmente através do uso do tecido. Longos véus brancos, espalhados pelo espaço, definem paredes claras e escondem as instalações técnicas no teto.

One @ Tokyo / Kengo Kuma & Associates. Image © Keishin Horikoshi / SS Tokyo
One @ Tokyo / Kengo Kuma & Associates. Image © Keishin Horikoshi / SS Tokyo
One @ Tokyo / Kengo Kuma & Associates. Image © Keishin Horikoshi / SS Tokyo
One @ Tokyo / Kengo Kuma & Associates. Image © Keishin Horikoshi / SS Tokyo

Uma grade de madeira como vitrine

GC Prostho Museum Research Center

Neste museu, o arquiteto replica o sistema Cidori, um tradicional brinquedo japonês, na escala necessária para se tornar o suporte para as obras de arte que serão exibidas no seu interior. A estrutura resultante consiste em uma grade de 50 cm².

GC Prostho Museum Research Center / Kengo Kuma & Associates. Image © Daici Ano
GC Prostho Museum Research Center / Kengo Kuma & Associates. Image © Daici Ano
GC Prostho Museum Research Center / Kengo Kuma & Associates. Image © Daici Ano
GC Prostho Museum Research Center / Kengo Kuma & Associates. Image © Daici Ano

Materiais reciclados como uma fachada translúcida

Même – Experimental House

A casa é inspirada nas "Chise", moradias tradicionais dos Ainu. É uma moldura de madeira feita de lariço japonês com um material de membrana de revestimento de fluoreto de poliéster. A parte interna é coberta com uma membrana removível de fibra de vidro. Entre as duas membranas, insere-se um isolante de poliéster reciclado de garrafas PET que permite que a luz entre.

Même – Experimental House / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Même – Experimental House / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Même – Experimental House / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Même – Experimental House / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates

Painéis de vidro como um padrão divertido

Contemporary Art Center – FRAC

Vários painéis de vidro temperados e laminados, com um tratamento de superfície esmaltado, criam uma exoestrutura que envolve o museu, proporcionando movimento e identidade ao edifício.

Contemporary Art Center – FRAC / Kengo Kuma & Associates. Image © Nicolas Waltefaugle
Contemporary Art Center – FRAC / Kengo Kuma & Associates. Image © Nicolas Waltefaugle
Contemporary Art Center – FRAC / Kengo Kuma & Associates. Image © Nicolas Waltefaugle
Contemporary Art Center – FRAC / Kengo Kuma & Associates. Image © Nicolas Waltefaugle

Chapas de madeira criando um parque infantil

Towada Community Plaza

Tábuas de madeira foram cortadas, coladas e tratadas para construir uma topografia suave para a sala de jogos e creche do centro comunitário. Além disso, o teto em pranchas de madeira com espaçamentos variados se dobra e se torna a fachada para se fundir com a paisagem urbana vizinha de pequenas casas.

Towada Community Plaza / Kengo Kuma & Associates. Image © Kenta Hasegawa
Towada Community Plaza / Kengo Kuma & Associates. Image © Kenta Hasegawa
Towada Community Plaza / Kengo Kuma & Associates. Image © Kenta Hasegawa
Towada Community Plaza / Kengo Kuma & Associates. Image © Kenta Hasegawa

Zinco e madeira como brises Soleil

Macdonald Public Facility Complex

Neste projeto em Paris, Kuma projetou uma sucessão de elementos verticais que definem o ritmo de sua fachada em direção ao pátio interno. Este sistema de controle solar é composto por painéis laminados de madeira laminada (LVL) revestidos em zinco e suportados por uma estrutura de aço.

Macdonald Public Facility Complex / Kengo Kuma & Associates. Image © Guillaume Satre
Macdonald Public Facility Complex / Kengo Kuma & Associates. Image © Guillaume Satre
Macdonald Public Facility Complex / Kengo Kuma & Associates. Image © Guillaume Satre
Macdonald Public Facility Complex / Kengo Kuma & Associates. Image © Guillaume Satre

Madeiras entrelaçadas como uma treliça

Wood/Pile

Segundo Kuma, "selecionamos abetos crescidos perto do local e os serramos em uma espessura de 30 mm, empilhando-os como galhos, a fim de produzir uma escala de transição entre a grande floresta e a pequena arquitetura. Esse também é um meio pelo qual os humanos podem se integrar à floresta. Os pequenos galhos dispersam a luz filtrando-os pela claraboia, repetindo o efeito komorebi ou "raios de luz" frequentemente experienciado em florestas."

© Erieta Attali
© Erieta Attali
© Erieta Attali
© Erieta Attali

Telhas cerâmicas na parede

China Academy of Arts’ Folk Art Museum

Neste caso, a parede externa é coberta com telhas suspensas por fios de aço inoxidável, controlando o volume de luz solar que entra nos cômodos internos. As telhas antigas para a fachada e a cobertura vieram das casas locais. Seus tamanhos são todos diferentes e isso faz a arquitetura fundir-se naturalmente ao entorno.

China Academy of Arts’ Folk Art Museum / Kengo Kuma & Associates. Image © Eiichi Kano
China Academy of Arts’ Folk Art Museum / Kengo Kuma & Associates. Image © Eiichi Kano
China Academy of Arts’ Folk Art Museum / Kengo Kuma & Associates. Image © Eiichi Kano
China Academy of Arts’ Folk Art Museum / Kengo Kuma & Associates. Image © Eiichi Kano

Tábuas de madeira de carvalho cru como revestimento

Mont-Blanc Base Camp

"As tábuas de madeira de carvalho natural envolvem o edifício criando um ritmo irregular tanto na fachada como no telhado. A intenção era manter o aspecto natural e áspero do carvalho, por isso decidimos manter a casca e não adicionar tratamentos para destacar o aspecto natural da madeira ", diz Kuma sobre o projeto.

Mont-Blanc Base Camp / Kengo Kuma & Associates. Image © Michel Denancé
Mont-Blanc Base Camp / Kengo Kuma & Associates. Image © Michel Denancé
Mont-Blanc Base Camp / Kengo Kuma & Associates. Image © CAUE / Béatrice Cafieri
Mont-Blanc Base Camp / Kengo Kuma & Associates. Image © CAUE / Béatrice Cafieri

Painéis de metal expandido com polpa de papel como um filtro de luz

Archives Antoni Clavé

Ao misturar painéis de metal expandidos e polpa de papel, as telas brancas dão ao espaço uma atmosfera suave e com iluminação natural. Durante o processo, a malha é embebida em um líquido rico em amido feito de kozo (amora) e hibisco. Vários níveis de transparência foram alcançados controlando e ajustando a espessura da solução e sua forma de secagem.

Archives Antoni Clavé / Kengo Kuma & Associates. Image © 11h45
Archives Antoni Clavé / Kengo Kuma & Associates. Image © 11h45
Archives Antoni Clavé / Kengo Kuma & Associates. Image © 11h45
Archives Antoni Clavé / Kengo Kuma & Associates. Image © 11h45

Vigas de madeira como uma grelha

Hekikai Shinkin Bank Misono

Uma série de vigas de madeira são sutilmente conectadas através de suas bordas menores para "estender" visualmente e gerar venezianas aplicadas na fachada envidraçada. "Grelhas de madeira não apenas criam um ritmo suave para o entorno, mas também absorvem os raios de sol no interior do edifício."

Hekikai Shinkin Bank Misono / Kengo Kuma and Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Hekikai Shinkin Bank Misono / Kengo Kuma and Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Hekikai Shinkin Bank Misono / Kengo Kuma and Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Hekikai Shinkin Bank Misono / Kengo Kuma and Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates

Telhas de Alumínio criando uma 5ª Fachada

Jodo Shu Ichigyo-in Temple

O Templo Jodo Shu Ichigyo-in é muito visto de cima. Como tal, o telhado torna-se uma fachada importante. Nele, as telhas de alumínio semi-cilíndricas extrudadas criam uma textura única para o edifício.

Jodo Shu Ichigyo-in Temple / Kengo Kuma & Associates. Image © Professional Photo MIYAGAWA
Jodo Shu Ichigyo-in Temple / Kengo Kuma & Associates. Image © Professional Photo MIYAGAWA
Jodo Shu Ichigyo-in Temple / Kengo Kuma & Associates. Image © Professional Photo MIYAGAWA
Jodo Shu Ichigyo-in Temple / Kengo Kuma & Associates. Image © Professional Photo MIYAGAWA

Pedra e Aço como materiais para a envoltória

Kanayama Community Center

Neste projeto, Kuma reinterpreta a parede de pedra local através de uma estrutura de aço contendo pedras de seções regulares e uma textura homogênea. Este sistema envolve todo o edifício e trabalha para ajudar a controlar a radiação solar em suas fachadas mais expostas.

Kanayama Community Center / Kengo Kuma & Associates. Image © Takeshi Yamagishi
Kanayama Community Center / Kengo Kuma & Associates. Image © Takeshi Yamagishi
Kanayama Community Center / Kengo Kuma & Associates. Image © Takeshi Yamagishi
Kanayama Community Center / Kengo Kuma & Associates. Image © Takeshi Yamagishi

Malha de Aço criando Beirais verdes

Marronier Court

Visando clarear e abstrair os beirais do edifício, o arquiteto projetou uma malha de aço inoxidável corrugada de 5 mm, ancorada para permitir o crescimento da vegetação sobre ela.

Marronier Court / Kengo Kuma & Associates. Image © Daici Ano
Marronier Court / Kengo Kuma & Associates. Image © Daici Ano
Marronier Court / Kengo Kuma & Associates. Image © Daici Ano
Marronier Court / Kengo Kuma & Associates. Image © Daici Ano

Tecido como um revestimento orgânico de parede 

Shang XIA

Neste projeto de interiores, foi utilizado tecido triaxialmente dobrado tratado termicamente. Mantendo a suavidade do tecido e a força da textura, o material permite criar um ambiente orgânico e etéreo.

Shang XIA / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Shang XIA / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Shang XIA / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Shang XIA / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates

Palha em uma parede cortina

Yusuhara Marche

Kuma busca novamente se conectar com a história local usando palha como material, fazendo módulos de 2000x980mm. "Normalmente, em telhados de colmo, a palha é fixada verticalmente contra a fundação, na qual as extremidades acabam viradas para fora." Neste prédio, no entanto, o monte de colmo é preso horizontalmente à fundação, com o qual a ponta não será exposta a chuvas, e durará muito tempo", segundo a descrição do projeto.

Yusuhara Marche / Kengo Kuma & Associates. Image © Takumi Ota Photography
Yusuhara Marche / Kengo Kuma & Associates. Image © Takumi Ota Photography
Yusuhara Marche / Kengo Kuma & Associates. Image © Takumi Ota Photography
Yusuhara Marche / Kengo Kuma & Associates. Image © Takumi Ota Photography

Telhas como uma 'fachada de partículas'

Xinjin Zhi Museum

Telhas locais foram penduradas por fios para fazê-las flutuar no ar, criando uma "fachada de partículas". Este sistema reduz o peso natural do material, procurando mesclar o edifício com a natureza que o rodeia e permite a passagem controlada da luz solar.

Xinjin Zhi Museum / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Xinjin Zhi Museum / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Xinjin Zhi Museum / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Xinjin Zhi Museum / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates

Painéis de Alumínio como floreiras verticais

Green Cast

Como os arquitetos comentam, este edifício inclui "uma fachada viva feita de painéis fundidos de alumínio que atuam como floreiras verticais. Os painéis levemente inclinados dão uma aparência orgânica, já que são moldados a partir de fôrmas de poliestireno."

Green Cast / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Green Cast / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Green Cast / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates
Green Cast / Kengo Kuma & Associates. Image Courtesy of Kengo Kuma and Associates

Grades de alumínio como um mosaico na fachada 

Delis Yokohama

De acordo com o arquiteto, "com 850 painéis de grade de alumínio que têm tamanhos e padrões diferentes e são combinados em mosaico, tentamos traduzir o ambiente humano e indiferenciado desse distrito vibrante ao longo do canal em um vocabulário arquitetônico. Normalmente, edifícios multiuso em grande escala são tratados desfavoravelmente nas cidades, mas, com a aplicação do material industrial como partícula, conseguimos dar uma nova expressão de "ruído" ao edifício. "

Delis Yokohama / Kengo Kuma and Associates. Image © Toshihiro Ishibashi
Delis Yokohama / Kengo Kuma and Associates. Image © Toshihiro Ishibashi
Delis Yokohama / Kengo Kuma and Associates. Image © Toshihiro Ishibashi
Delis Yokohama / Kengo Kuma and Associates. Image © Toshihiro Ishibashi
Sobre este autor
Cita: AD Editorial Team. "21 Projetos em que Kengo Kuma (re)usa materiais de maneiras incomuns" [21 Projects In Which Kengo Kuma (Re)Uses Materials In Unusual Ways] 27 Mai 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/917892/21-projetos-em-que-kengo-kuma-re-usa-materiais-de-maneiras-incomuns> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.