O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Diversos
  3. Modificando temporariamente a cidade: espaços urbanos experimentais em Aarhus, Dinamarca

Modificando temporariamente a cidade: espaços urbanos experimentais em Aarhus, Dinamarca

Modificando temporariamente a cidade: espaços urbanos experimentais em Aarhus, Dinamarca
Modificando temporariamente a cidade: espaços urbanos experimentais em Aarhus, Dinamarca, The City Park / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival
The City Park / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival

Desde o ano de 2010, os arquitetos dinamarqueses do Schønherr desenvolveram uma série de intervenções urbanas em grande escala durante a época do Festival de Aarhus, o maior festival cultural da Dinamarca. Esses projetos temporários transformaram as ruas e parques em espaços públicos extraordinários, mudando a topografia natural da cidade para atrair e reunir os cidadãos.

Apresentamos aqui seus 4 últimos projetos: "The Forest" (2010), "The City Park" (2012), "The Plaza" (2014) 3 "Bishops Square", que será finalizado em 2016.

The City Park / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival The Plaza / Schønherr. Imagek  © Martin Schubert The City Park / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival The Plaza / Schønherr. Imagek  © Martin Schubert + 49

THE FOREST

O primeiro "experimento" foi realizado em 2010, quando Schønherr criou "The Forest", uma paisagem de colinas artificiais em frente à catedral, próximo à praça central da cidade. A intervenção permitiu a aparição repentina de centenas de árvores de grande porte em um espaço normalmente vazio, incluindo uma superfície ondulante de musgos e grama. Este parque não só encheu a área de novas fragrâncias, cores e sons, mas teve um impressionante alcance que surpreendeu até mesmo os organizadores do festival.

The Forest / Schønherr © Google
The Forest / Schønherr © Google
The Forest / Schønherr. Imagk e Cortesia de Schønherr
The Forest / Schønherr. Imagk e Cortesia de Schønherr
The Forest / Schønherr. Imagk e Cortesia de Schønherr
The Forest / Schønherr. Imagk e Cortesia de Schønherr
The Forest / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival
The Forest / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival
The Forest / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival
The Forest / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival

THE CITY PARK

Em 2012, inspirados pela popularidade do projeto anterior, os arquitetos se reuniram novamente com a organização para levantar o "The City Park". Nesse caso, as áreas verdes em frente à prefeitura e o Musikhuset (Teatro de Música) fundiram-se para formar uma grande pulmão verde, cobrindo de grama uma das mais movimentadas ruas da cidade, bloqueando a passagem de carros por duas semanas. O parque abriu uma nova perspectiva, um novo ângulo para os seus cidadãos, e uma nova maneira de mover-se nesse ponto central de Aarhus.

The City Park / Schønherr © Google
The City Park / Schønherr © Google
The City Park / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr
The City Park / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr
The City Park / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr
The City Park / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr
The City Park / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival
The City Park / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival
The City Park / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr
The City Park / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr

THE PLAZA

Dois anos depois, o projeto "The Plaza" abordou duas áreas ao mesmo tempo: uma nova área cultural em torno da antiga estação ferroviária e a praça em frente ao terminal de trens. Estas duas áreas carecem de uma conexão natural e a praça em frente à estação é normalmente ocupada por automóveis. O objetivo era recuperar essa área de estacionamento em frente à estação para revelar suas proporções excelentes como um espaço público, ao mesmo tempo direcionando o fluxo para esta nova área cultural. Novamente interrompeu-se o tráfego (exceto o de ônibus), através de uma espessa camada de areia e cascalho, apagando os vestígios de calçadas e ruas.

The Plaza / Schønherr © Google
The Plaza / Schønherr © Google
The Plaza / Schønherr. Imagek  © Martin Schubert
The Plaza / Schønherr. Imagek © Martin Schubert
The Plaza / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival
The Plaza / Schønherr. Imagem © Martin Dam Kristensen for Aarhus Festival
The Plaza / Schønherr. Imagek  © Martin Schubert
The Plaza / Schønherr. Imagek © Martin Schubert
The Plaza / Schønherr. Imagek  © Martin Schubert
The Plaza / Schønherr. Imagek © Martin Schubert

Estes projetos, que começaram como ideias lúdicas para apoiar a atmosfera festiva durante a realização do evento, converteram-se numa maneira inteiramente nova de trabalhar com o desenho urbano; uma metodologia de trabalho em grande escala. Suas diferentes configurações e possibilidades espaciais podem ser comprovadas em campo e, em seguida, replicadas ou aplicadas de forma permanente.

Arquitetos: Schønherr
Cliente: Aarhus Festival (2010, 2012, 2014) / Municipal Authority For Children And The Young (2010)
Engenharia: Niras (2014)
Contratante: Per Malmos (2010, 2012, 2014), Th-Gruppen, Huj, Johs. Sørensen Og Sønner, Vietz (2014)
Hidráulica: Fokdal Springvand (2010), Ry Pool Aps, Grundfos (2012)
Serviços: Desenvolvimento conceitual, projeto, coordenação de projeto, supervisão técnica
Prêmios: Landskabsprisen 2011 ("The Forest"), Midlertidig Arkitektur­pris 2012 ("The City Park"), Stadsarkitektens Særpris 2014 ("The Plaza")
Status: Espaços urbanos temporários - Primeira semana de setembro (2010, 2012, 2014)
Áreas: The Forest, 1500 m²; The City Park, 4.600 m²; The Plaza: 3200 m²
Custo: 606.000 Dkk (2012), 1 Mio. Dkk (2010), 2.2 Mio. Dkk (2014)

BISHOPS SQUARE
Em construção

Com base nas experiências do festival, o Município de Aarhus convidou os arquitetos do Schönherr para projetar um novo esquema para a Praça do Obispo (Bispetorv). O objetivo do projeto é utilizar as mesmas ideias usadas anteriormente -o diálogo, a construção em grande escala e intervenções temporárias- como elementos centrais de um processo de projeto que envolva tanto a cidade como os cidadãos.

Bishops Square / Schønherr © Google
Bishops Square / Schønherr © Google
Bishops Square / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr
Bishops Square / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr

O projeto busca devolver a praça a seus cidadãos, criando um espaço urbano vibrante, onde as atividades sejam baseadas nas necessidades das pessoas no lugar dos automóveis. Para isso, os arquitetos trabalharam com três áreas arborizadas que são unidas através de uma superfície inclinada de madeira, que permite que os visitantes sentem e brinquem. O perfil de cobertura corresponde à inclinação natural da praça e cria áreas que podem ser usadas para tomar café ao ar livre, sentar-se e assistir performances artísticas ou para que as crianças possam brincar com seus trenós no inverno.

Bishops Square / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr
Bishops Square / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr
Bishops Square / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr
Bishops Square / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr
Bishops Square / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr
Bishops Square / Schønherr. Imagem Cortesia de Schønherr

Arquitetos: Schønherr
Cliente: Prefeitura de Aarhus
Engenharia: Johansson & Kalstrup
Contratante: a. Enggaard a/s
Serviços: Desenvolvimento da ideia, projeto, participação cidadã, direção e supervisão de obra
Status: Em construção (2016)
Área: 9.500 m²
Custo: 5.500.000 Dkk (2016)

* Texto original: Schønherr / Fotografias: Martin Schubert, Martin Dam Kristensen para Aarhus Festival, Cortesia de Schønherr

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Cita: Franco, José Tomás. "Modificando temporariamente a cidade: espaços urbanos experimentais em Aarhus, Dinamarca" [Modificando temporalmente la ciudad: espacios urbanos experimentales en Aarhus, Dinamarca] 14 Fev 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/781853/modificando-temporariamente-a-cidade-espacos-urbanos-experimentais-em-aarhus-dinamarca> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.