O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. 5 iniciativas nos EUA que tornaram os espaços públicos mais dinâmicos

5 iniciativas nos EUA que tornaram os espaços públicos mais dinâmicos

5 iniciativas nos EUA que tornaram os espaços públicos mais dinâmicos
5 iniciativas nos EUA que tornaram os espaços públicos mais dinâmicos, Parque Bryant em Nova Iorque. © cerfon, via Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
Parque Bryant em Nova Iorque. © cerfon, via Flickr. Used under Creative Commons

As intervenções realizadas em parques urbanos, como por exemplo, a instalação de cadeiras no Parque Bryant de Nova Iorque, ou as obras de arte que são frequentemente instaladas em espaços públicos, fazem com que as cidades sejam lugares mais agradáveis, dinâmicos e atrativos para viver.

Nesse sentido, a organização estadunidense Project for Public Spaces (PPS), acredita que “mais do que nunca, as obras de arte pública são estimulantes e convidam a um diálogo ativo ao invés da observação passiva, fomentando, assim, a interação social que pode inclusive conduzir a um sentido de coesão social entre os próprios espectadores”.

Tomando essa definição, o especialista em Geografia Humana da Universidade de Auckland, Thejas Jagannath, identificou cinco ações desse tipo que acontecem em cidades estadunidenses e que permitem que os cidadãos mudem sua percepção de um lugar, podendo identificar-se com este, considerando-o divertido e dinâmico.

Veja, a seguir, estes cinco projetos.

1. Parque Bryant, Nova Iorque

Parque Bryant em Nova Iorque. © Scurzuzu, via Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
Parque Bryant em Nova Iorque. © Scurzuzu, via Flickr. Used under Creative Commons

Esse parque cobre três hectares e se localiza em frente à Livraria Pública de Nova Iorque. Há pouco tempo foram instaladas mais de mil cadeiras nesse lugar como uma maneira de inovar a experiência que os visitantes têm no parque. Jagannath percebe que essa intervenção convida as pessoas a relaxar e desfrutar do dia, mostrando que cadeiras em um parque podem fazer grande diferença.

As cadeiras complementam outros atrativos que o parque oferece, como cafés, quiosques e um restaurante com terraço, além de jardins e fontes. Os cidadãos também podem alugar jogos de mesa.

2. “Cloud Gate” no Parque Millenium, Chicago

© jpellgen, via Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
© jpellgen, via Flickr. Used under Creative Commons

Desde 2006, quando foi instalada a escultura de Anish Kapoor no Parque Millenium, o lugar se converteu em um ícone da cidade. Conhecida como “The Bean”, a escultura de aço inoxidável reflete a cidade e o parque com uma perspectiva completamente inusitada.

Esse ano a escultura foi escolhida como uma das 9 melhores intervenções dos últimos tempos pelo Huffington Post.

3. Playground para adultos em D Street, Boston

Os cidadãos viram em um terreno na rua D, próximo ao Centro de Convenções e Exibições de Boston, a possibilidade de habilitar um lugar, escutar música ou simplesmente relaxar; foi assim que surgiu o parque conhecido como D Street, que oferece várias atividades diferentes, podendo ser subdividido em D Street Lab, D Street Games, D Street REALES e D Street Music.

4. “Mojo”, Los Angeles

Ao caminhar por uma rua de Los Angeles, os pedestres podem ser surpreendidos por uma escultura que os reconhece e ilumina diretamente. Trata-se de Mojo, uma obra de Christian Moeller que combina arte e tecnologia e com a qual os pedestres podem brincar, movendo-se ao redor dela até serem iluminados.

5. Village Building Convergence, Portland

© Village Building Convergence
© Village Building Convergence

Uma vez por ano a organização Village Building Convergence realiza o evento City Repair, que consiste em convidar os moradores de um bairro em Portland a realizar pequenas intervenções que lhes permitam trabalhar juntos nos lugares onde vivem.

Algumas das atividades consistem em realizar intervenções de agricultura urbana, intervenções artísticas e brincadeiras nas ruas para as crianças.

© gregraisman, via Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
© gregraisman, via Flickr. Used under Creative Commons

Via Plataforma Urbana. Tradução Camilla Ghisleni, ArchDaily Brasil.

Sobre este autor
Constanza Martínez Gaete
Autor
Cita: Constanza Martínez Gaete. "5 iniciativas nos EUA que tornaram os espaços públicos mais dinâmicos" 28 Out 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/756268/5-iniciativas-nos-eua-que-tornaram-os-espacos-publicos-mais-dinamicos> ISSN 0719-8906