Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Museu De Arte

Museu De Arte: O mais recente de arquitetura e notícia

Museu de Arte Fengying / GOA

© Hengzhong Lv
© Hengzhong Lv

© Hengzhong Lv © Hengzhong Lv © Hengzhong Lv © Hengzhong Lv + 29

Fujian, China
  • Arquitetos: GOA
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  353
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018

Museu de Arte Song / Vermilion Zhou Design Group

© Zhi Xia
© Zhi Xia

© Zhi Xia © Zhi Xia © Zhi Xia © Zhi Xia + 39

Centro Pompidou divulga filial em Xangai projetada por David Chipperfield Architects

O escritório David Chipperfield Architects divulgou o projeto da mais nova filial do Centro Pompidou, o West Bund Art Museum em Xangai. A instituição parisiense revelou os detalhes com o anúncio de um acordo de 5 anos com o West Bund Group para organizar exposições no museu a partir de 2019. Aproximadamente 20 exposições - incluindo uma com foco na arte chinesa contemporânea - farão parte do acordo, descrito pelo Centro Pompidou como "o mais importante projeto de intercâmbio cultural a longo prazo" entre a França e a China.

Cortesia de DCA Cortesia de DCA Cortesia de DCA Cortesia de DCA + 29

Ordem e Progresso é a nova versão de uma performance-instalação do artista mexicano Héctor Zamora no MAAT

Ao entrar no MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, deparamo-nos com uma série de destroços de barcos de pesca dispersos pela Galeria Oval. Terá este recinto sido palco de uma intensa batalha naval? Resultarão estes destroços de um verdadeiro combate, ou serão vestígios de outra ação, deliberadamente deixados neste espaço?

Ordem e Progresso é a nova versão de uma performance-instalação que o artista mexicano Héctor Zamora (Cidade do México, 1974) realizou em 2012 no Paseo de los Héroes Navales, em Lima, e em 2016 no Palais de Tokyo, em Paris. Para esta apresentação, pensada especificamente para este espaço, foram selecionados sete barcos de diferentes tipologias e características, de acordo com o tipo de atividade e conforme a tradição das cidades e vilas piscatórias portuguesas, como Sesimbra, Ericeira, Nazaré, Aveiro e Figueira da Foz. Verdadeiros exemplares da pesca artesanal portuguesa, construídos entre o final da década de1960 e o início da de 2000, estas embarcações foram recolhidas tendo em conta o seu avançado estado de degradação. Algumas ostentam importantes símbolos nacionais relacionados com o período dos Descobrimentos portugueses (como a Cruz da Ordem de Cristo); outras foram batizadas com nomes que remetem para as tradições e o misticismo das comunidades piscatórias ou que estão vinculadas à cultura e ao folclore locais.

Anexo do Museu de Arte da Pampulha / Horizontes Arquitetura e Urbanismo

  • Arquitetos

  • Localização

    Av. Otacílio Negrão de Lima - Pampulha, Belo Horizonte - MG, Brasil
  • Arquitetos responsáveis

    Gabriel Velloso da Rocha Pereira, Luiz Felipe de Farias, Marcelo Palhares Santiago (desenvolvimento executivo: Ø Arquitetos)
  • Coautor

    Fernando Luiz Lara
  • Colaboradores

    Carolina Eboli, Lorena Coscarelli, Larissa Nunes, Mateus Castilho, Natália Freitas, Nina Apparicio
  • Estagiários

    Dayane Coelho, Isabela Ziviane, Laila Faria, Maria Del Rocio Gonzalez Ferraez, Natália Oliveira, Waleska Campos Rabelo 
  • Ano do projeto

    2014
  • Fotografias

    Courtesy of Horizontes Arquitetura e Lucas Silva

Dos arquitetos: No inicio dos anos 40, na primeira metade do século XX, o passeio de Niemeyer e JK pela margem desocupada da lagoa da Pampulha mudaria a imagem de Belo Horizonte, Minas Gerais e do Brasil para sempre. A partir deste encontro Kubitschek concebeu e Niemeyer projetou o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, que foi construído em 1942 e em 2016 foi reconhecido pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Perspectiva Renderizada do Foyer. Image Cortesia de Horizontes Arquitetura e Lucas Silva Perspectiva Renderizada do Esaço de Exposições. Image Cortesia de Horizontes Arquitetura e Lucas Silva Perspectiva Renderizada da Entrada. Image Cortesia de Horizontes Arquitetura e Lucas Silva Perspectiva Renderizada do Terraço. Image Cortesia de Horizontes Arquitetura e Lucas Silva + 47

Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia de Lisboa é inaugurado hoje

Localizado à margem do rio Tejo, em Lisboa, o Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), projetado pela britânica Amanda Levete, foi inaugurado hoje, às 12h (horário local) ao público. Após uma intensa última semana de obras, o museu abriu suas portas para convidados na noite de ontem, oferecendo os primeiros vislumbres de quatro exposições temporárias e do novo espaço cultural na capital portuguesa - cuja curadoria está a cargo de Pedro Gadanho, ex-curador de arquitetura no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque.

Após três anos no MoMA, Gadanho diz que um dos objetivos do museu que agora dirige será não apenas aumentar o espaço expositivo para os artistas contemporâneos do país, mas também apostar na parceria com instituições internacionais. “Ter exposições que estavam fora e que não vinham a Portugal”, como The World of Charles and Ray Eames (inicialmente prevista para outubro, mas já reagendada para março), que “nunca viria a Portugal se não fôssemos nós a trazê-los”, afirmou o arquiteto.

Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia de Lisboa tem inauguração prevista para este ano

Em construção à margem do rio Tejo, o novo Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT) tem inauguração prevista para o segundo semestre deste ano. Projeto da Fundação EDP, o museu funcionará em um edifício projetado pela arquiteta britânica Amanda Levete.

via Amanda Levete Architects via Amanda Levete Architects via Amanda Levete Architects via Amanda Levete Architects + 15