1. ArchDaily
  2. Fachada De Vidro

Fachada De Vidro: O mais recente de arquitetura e notícia

Casa de Vidro / Ângela Roldão Arquitetura

© Jomar Bragança© Jomar Bragança© Jomar Bragança© Jomar Bragança+ 24

Brumadinho, Brasil
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  192
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Abatjour de Arte, Amilcar de Castro, Daniel Mansur, Fernando Lucchesi, Inne Móveis, +9

Complexo Clubes Dom Pedro / FGMF Arquitetos

© Rafaela Netto© Rafaela Netto© Rafaela Netto© Rafaela Netto+ 50

  • Arquitetos: FGMF Arquitetos
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Portobello, ABB, Alessandro Busana, Deca, Greenhouse, +11

Casa C / Studio Arthur Casas

© Fernando Guerra | FG+SG© Fernando Guerra | FG+SG© Fernando Guerra | FG+SG© Fernando Guerra | FG+SG+ 29

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  425
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2013
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Mekal, Aricanduva Caixilhos, Arthur Decor, Asia Pedras, Deca, +11

Casa em Santo Tirso / Hous3

© Ivo Tavares Studio© Ivo Tavares Studio© Ivo Tavares Studio© Ivo Tavares Studio+ 53

MVRDV divulga imagens do projeto Glass Mural em Detroit

O escritório holandês MVRDV foi escolhido para projetar o Glass Mural, um novo empreendimento comercial em Detroit, EUA. O edifício de 3.716 m² contará com uma fachada de vidro adaptável que apresentará, de tempos em tempos, murais de artistas como DENIAL e Sheefy McFly. O Glass Mural será o terceiro projeto de uso misto liderado pelo MVRDV nos Estados Unidos e o primeiro em Detroit.

© MVRDV© MVRDV© MVRDV© MVRDV+ 9

Os tijolos de vidro estão voltando, novamente, à arquitetura

Em 1977, um artigo do The New York Times escrito por Carter B. Horsley proclamava “o auge dos glamorosos tijolos de vidro”: antes um material “de segunda categoria”, os tijolos de vidro começavam a ganhar aceitação entre arquitetos em projetos residenciais e de restaurantes por sua translucidez, privacidade, interesse visual e senso de ordem. Após o uso breve, mas generalizado, de tijolos de vidro, muitos agora associam o material a estilos arquitetônicos desatualizados dos anos 80, uma estética que poucos parecem interessados em reviver. No entanto, arquitetos contemporâneos pioneiros começaram a usar esse material exclusivo de maneiras novas e distintamente modernas, seja para banheiros elegantes e minimalistas, bares e restaurantes industriais, janelas residenciais vintage ou até fachadas urbanas experimentais. Como Horsley afirmou, parece que os tijolos de vidro glamourosos estão no auge - de novo.

Restrições aos arranha-céus de vidro em Nova Iorque. Que materiais alternativos poderiam tomar seu lugar?

Em abril passado, o prefeito Bill de Blasio, de Nova iorque, anunciou planos para introduzir um projeto de lei que proibiria a construção de novos edifícios totalmente envidraçados. Parte de um esforço maior para reduzir as emissões de gases do efeito estufa em 30% da cidade, outras iniciativas incluíram o uso de energia limpa para abastecer as operações da cidade, a reciclagem obrigatória de resíduos orgânicos e a redução da compra de plásticos descartáveis e carne processada. O anúncio ocorreu logo após a aprovação da Lei de Mobilização Climática, uma resposta abrangente ao Acordo Climático de Paris que incluía telhados verdes necessários em novas construções e reduções de emissões em edifícios existentes.