1. ArchDaily
  2. Azulejos

Azulejos: O mais recente de arquitetura e notícia

Apartamento TM / Studio Arthur Casas

© Filippo Bamberghi© Filippo Bamberghi© Filippo Bamberghi© Filippo Bamberghi+ 27

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  200
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Arflex, Arthur Casas, Arthur Casas Design, BONALDO, Baxter, +22

Por que devemos integrar superfícies táteis na arquitetura

© zlikovec / Shutterstock© Sutthi Chuvichit / Shutterstock© Sutthi Chuvichit / Shutterstock© love pattern / Shutterstock+ 17

Acessibilidade é uma das considerações mais importantes na arquitetura, que é o de garantir que o ambiente construído atenda a pessoas de todas as capacidades. No entanto, as concepções populares sobre a deficiência e acessibilidade permanecem limitadas e, frequentemente, abrangem apenas pessoas com deficiência física, como os usuários de cadeiras de rodas. Principalmente entre os projetistas arquitetônicos, é comum abordar a acessibilidade como adição de rampas, corredores largos e elevadores. No entanto, a deficiência pode assumir diversas formas, algumas menos visíveis do que outras. Para os deficientes visuais, a incorporação de elementos táteis específicos na arquitetura e no desenho urbano pode melhorar muito a navegabilidade de um espaço desconhecido. Neste artigo, falamos especificamente sobre os pisos podotáteis, incluindo suas diferentes formas, sua história e suas formas de implementação.

Materiais e técnicas construtivas tradicionais na arquitetura contemporânea chinesa

A arquitetura vernácula nasce da escassez, da restrição de materiais e recursos disponíveis assim como de barreiras físicas, geográficas e dificuldades para transportar matérias primas de um lugar para outro. Ela se adapta ao seu contexto, utilizando materiais locais e técnicas construtivas tradicionais. Como uma tendência sempre presente, muitos arquitetos ainda buscam inspiração no passado, e cada vez mais têm incorporado com sucesso materiais e técnicas construtivas locais em seus projetos. Este artigo pretende oferecer uma visão abrangente de como os materiais tradicionais, como tijolos e telhas de barro, pedras, bambu, estruturas de madeira e taipa estão sendo ressignificados em um movimento que talvez poderíamos chamar de “a nova arquitetura vernacular chinesa”.

Cobogós e azulejos: designer mapeia afetivamente a arquitetura de Olinda

No Centro Histórico de Olinda (PE), a arquitetura furta formas e cores da natureza: os furos dos cobogós nas varandas lembram folhas leves e frutos redondos; os portões de gradil espiralam com um quê de galho retorcido de flor. Há também cor de terra e de céu no chão: quintais, cozinhas e salas de casas coloniais são ladrilhadas em marrom e azul.

A Loja do Jardim de Cima / Pistache Ganache

© Felco© Felco© Felco© Felco+ 25

São Paulo, Brasil

Guia de telhados e coberturas: 26 tipos de telhas, chapas e membranas para seus projetos

© ArchDaily | José Tomás Franco
© ArchDaily | José Tomás Franco

Dos diferentes tipos de revestimentos cerâmicos e chapas metálicas para telhados inclinados a decks de madeira e lajes elevadas de cimento para coberturas planas, os materiais de acabamento para telhados não só colaboram na drenagem e protegem as camadas inferiores contra a radiação solar e desgaste, mas têm uma função estética importante.

Atualmente, quando se trata de configurar a proteção final de um telhado, você pode encontrar na indústria uma grande variedade de materiais e dimensões, cada um com características e recursos específicos, que devem responder ao tipo de construção do telhado, até o destino do projeto e sua manutenção futura.

Reveja um catálogo de opções para incorporar de forma criativa em seus projetos, abaixo.

4 azulejos brancos como inspiração para seu próximo projeto

Muitas vezes, a cor mais atemporal é a mais oportuna.

É fácil re-pintar uma parede à medida que as modas mudam. Mas, quando se trata de azulejos, o motivo mais importante para especificar o branco é que, embora existam inúmeras maneiras de fazê-lo parecer novo, é uma cor que sempre funciona. Isso é de enorme valor ao se escolher qualquer material de construção permanente e pode ser uma das razões pelas quais seja uma cor tão importante historicamente em toda a arquitetura e o design.

Como Ellen O'Neill, Diretora Criativa e Priscilla Ghaznavi, Diretora de Cores e Design da empresa Benjamin Moore dizem, o branco permanece constante em várias fontes de luz, acentua luzes e sombras para ajudar o olho a apreciar a forma de um espaço, podendo ser elevado a uma ferramenta projetual quando texturizado e combinado com outros brancos, acomodando graciosamente todas as cores adjacentes em um projeto.

Veja, abaixo, 4 tipos de azulejos brancos que se destacam por seus tons, formas e texturas únicos. Ainda que se tratem de empresas que podem não comercializar em determinados países, eles podem servir de inspiração para futuros projetos!

Centro de Incubadoras / Contemporânea

© FG+SG – Fernando Guerra, Sergio Guerra