1. ArchDaily
  2. Arquitetura Mexicana

Arquitetura Mexicana: O mais recente de arquitetura e notícia

Projeto de pesquisa analisa a situação atual da habitação tradicional no México

Casa en la costa. San Felipe, Yucatán. 2017.. Image © Onnis Luque + Mariana OrdoñezCasa en la costa. San Felipe, Yucatán. 2017.. Image © Onnis Luque + Mariana OrdoñezCasa Tzeltal. Tenejapa, Los Altos de Chiapas. 2016.. Image © Onnis Luque + Mariana OrdoñezCasa Mixe. Coatlán, Oaxaca. 2018.. Image © Onnis Luque + Mariana Ordoñez+ 41

A tradicional habitação mexicana está sendo rapidamente transformada por uma série de fatores, como a urbanização de áreas rurais, a interrupção da transmissão do conhecimento popular, a perda de bens naturais e as políticas públicas de habitação que negligenciam a importância dos tradicionais sistemas construtivos e promovem materiais industrializados, o que cria imaginários aspiracionais que ressignificam o conceito de moradia digna e resiliente.

Esse panorama conduz à perda do patrimônio arquitetônico tangível e intangível, bem como aos valores arquitetônicos que os povos indígenas desenvolveram ao longo do tempo. Ou seja, não apenas os objetos arquitetônicos correm o risco de desaparecer, mas também o conhecimento por trás da habitação vernacular, bem como sua relação e complexo entendimento do território em que está inserida.

Arquitetura mexicana: 21 exemplos de "celosias" e suas diferentes aplicações

Estudio Iturbide / Taller de Arquitectura Mauricio Rocha + Gabriela Carrillo. Image Cortesía de Taller de Arquitectura Mauricio Rocha + Gabriela CarrilloVivienda en Puebla / Comunal Taller de Arquitectura. Imagem © Onnis LuqueJuzgados Oral-Penal en Pátzcuaro / Taller de Arquitectura Mauricio Rocha + Gabriela Carrillo. Imagem © Rafael GamoLa Tallera / Frida Escobedo. Imagem © Rafael Gamo+ 22

celosia é um elemento da arquitetura mexicana usado para criar uma barreira sutil e permeável entre o interior e o exterior, assemelhando-se, em muitos aspectos, aos cobogós ou muxarabis. 

Empregado por Frida Escobedo em seu recém-inaugurado Serpentine Pavilion, este elemento arquitetônico versátil pode ser constituído de materiais tão diversos quanto blocos cerâmicos e tramas vegetais. A seguir, reunimos 21 exemplos de celosias que podem servir de inspiração para seus próximos projetos.

Estádios do México para a Copa do Mundo de 2026

Recentemente, a FIFA anunciou que a Copa do Mundo de 2026 será realizada no México, Estados Unidos e Canadá. A notícia surpreendeu muita gente, já que é a primeira vez que uma Copa será realizada em três países diferentes, implementando também um novo formato com 48 equipes divididas em 16 grupos de três equipes cada.

Sabemos que muitos dos nossos leitores são fãs de futebol e da arquitetura mexicana, por isso, apresentamos a seguir os três estádios no México que sediarão partidas da Copa de 2026. 

Frida Escobedo sobre o Serpentine Pavilion 2018: "A arquitetura mexicana é uma arquitetura de sobreposições"

Depois de Frida Escobedo, Yana Peel e Hans Ulrich Obrist apresentaram oficialmente o Serpentine Pavilion 2018 nesta última segunda-feira, 11 de junho, no Kensington Gardens, em Londres, tivemos a oportunidade de entrevistar Escobedo exclusivamente para o ArchDaily. A arquiteta compartilhou conosco a importância de projetar pavilhões em sua carreira, a relevância de trabalhar em espaços públicos e comentou sobre a percepção do contexto mexicano fora do México.

O Serpentine Pavilion 2018 permanecerá aberto ao público até 7 de outubro deste ano.

Conheça os três primeiros lugares do Concurso Pabellón CEMEX 2018

O concurso Pabellón CEMEX 2018 nasceu como um esforço para dar oportunidade e voz à comunidade estudantil de Guadalajara a expressar suas aspirações, interesses, inquietudes e críticas sobre o ofício através de uma intervenção para o pátio de uma residência patrimonial no centro histórico da cidade que funciona como oficina e centro cultural.

Com o apoio da CEMEX e da bolsa de estudos arq. Mareclo Zambrano, convocou-se a primeira edição do concurso Pabellón CEMEX 2018. Dirigida à comunidade estudantil da Região Metropolitana de Guadalajara, os participantes foram convidados a intervir em uma propriedade de valor patrimonial na primeira praça da cidade, buscando dar uma nova voz aos estudantes para que expressem suas preocupações e paixões sobre o ofício em uma obra construída que envolvia aproximá-los da prática profissional.

Sordo Madaleno Arquitectos ganha concurso para projetar novo complexo para a Expo Guadalajara

© Sordo Madaleno Arquitectos. Render de CG Veró© Sordo Madaleno Arquitectos. Render de CG Veró© Sordo Madaleno Arquitectos. Render de SMA© Sordo Madaleno Arquitectos. Render de SMA+ 6

O Comitê Técnico da Expo Guadalajara convidou 5 diferentes escritórios de arquitetura mexicana ao concurso para o projeto conceitual de extensão desta importante feira de exposições na capital de Jalisco. Após um longo período de competição, Sordo Madaleno Arquitectos foi vencedor com um projeto conceitual que traz como objetivo principal: a criação de um espaço multifuncional e de grande interação urbana.

Festival MEXTRÓPOLI 2018: conheça os vencedores do concurso para o Pavilhão Mextrópoli

O Festival de Arquitetura e Cidade Mextrópoli terá sua quinta edição em 2018, consolidando-se como um evento referencial na agenda cultural da Cidade do México e no interesse mundial dos eventos especializados em arquitetura. Mantendo um nível curatorial alto, MEXTRÓPOLI disponibiliza ao público as vozes de arquitetos, artistas, prefeitos e humanistas reconhecidos globalmente em suas respectivas disciplinas. É uma plataforma que permite experimentar a cidade, bem como refletir sobre seus aspectos políticos, sociais e estéticos.

Pela terceira vez, o Concurso Arquine construirá um Pavilhão na Alameda Central, que será um dispositivo lúdico ativando as relações sociais no espaço público. Uma equipe brasileira, composta por Vitor Pissaia, Thiago Benucci, Guilherme Paschoal e Camila Farah, ficou com o segundo lugar no concurso. Além disso, mais de 20 instalações serão apresentadas no espaço público, projetadas por instituições como UNAM, Ibero Puebla, Universidade de Anahuac, Querétaro, Sci-Arc (Los Angeles), Maristas (Mérida). 

Em Construção: Avanços do Museu Jumex por David Chipperfield Architects

Apresentamos a seguir os avanços até agora nas obras do Museu Jumex, projeto realizado por David Chipperfield Architects na Cidade do México.

De acordo com a Fundación de la Colección Jumex, o escritório britânico foi selecionado graças a sua ampla experiência no desenho de espaços para museus ao redor do mundo e da qualidade de seus projetos, que combina sobriedade e pragmatismo.

O terreno de 2.500 m², que receberá o edifício, está localizado entre as ruas Boulevard Miguel de Cervantes Saavedra, Ferrocarril de Cuernavaca e Lago Zurich na Colonia Granada, da Delegación Miguel Hidalgo; o edifício possui um formato triangular e estará ao lado do futuro Museu Soumaya; ambos formam parte de um plano urbano para o desenvolvimento da região.

Mais informação sobre o projeto a seguir.

Lounge Tepoztlan / Cadaval & Solà-Morales

© Sandra Pereznieto

Consultório 1006 / Elías Rizo Arquitectos

Casa Ro Tapalpa / Elías Rizo Arquitectos

Edifício de apartamentos Michelet / Dellekamp Arquitectos

Fachada Liverpool / Iñaki Echeverria

© Jaime Navarro

Casa H24 / R-ZERO Arquitectos

Casa TOC / Elías Rizo Arquitectos

© Marcos García

Hostel La Buena Vida / ARCO Arquitectura Contemporánea

© Jaime Navarro

Galeria Kurimanzutto / Alberto Kalach

© Pedro Rosenbleuth

OCT Shenzhen Clubhouse / Richard Meier Architects

© Roland Halbe