O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Lounge Tepoztlan / Cadaval & Solà-Morales

Lounge Tepoztlan / Cadaval & Solà-Morales

Lounge Tepoztlan / Cadaval & Solà-Morales
Lounge Tepoztlan / Cadaval & Solà-Morales, © Sandra Pereznieto
© Sandra Pereznieto

© Sandra Pereznieto

Situado entre grandes montanhas rochosas a uns 50km ao sul da Cidade do México, Tepoztlan, é um lugar de lendas e fortes raízes culturais. Suas ruínas pré-hispânicas, um preservado centro histórico e um entorno natural exuberante, converteram este lugar mágico num refúgio de artistas e intelectuais que fogem de forma temporal ou permanente da voracidade da grande metrópole mexicana.

© Sandra Pereznieto

Localizado neste contexto privilegiado, o Lounge Tepoztlan é, na realidade, o primeiro edifício terminado de um projeto mais ambicioso que inclui uma série de bangalôs de tamanhos e desenhos distintos e para os quais o lounge será o principal espaço comunitário, um catalisador de atividades na natureza. O projeto é uma negociação entre interior e exterior, a construção de um espaço intersticial habitável, que se converte em espaço central do projeto. Os limites entre o espaço aberto e o fechado desaparecem para produzir apenas uma entidade espacial.

© Sandra Pereznieto

O importante não é o objeto arquitetônico, nem seus limites, o que é realmente transcendente é a experiência espacial; e para construí-la se utilizam não somente materiais inerentes à disciplina arquitetônica (paredes, lajes, colunas, etc.) mas também elementos mais suaves e alternados aos que se dá igual ou mais valor para construir dita experiência espacial: plantas, árvores, flores, vegetação; todos estes gerando uma paleta diversa e estacional, para construir uma experiência mista que varia com o passar do tempo e se altera durante o longo do ano.

© Diego Berruecos

O projeto estabelece três habitáculos separados, desenhados de acordo com as três atividades planejadas: cada uma delas se define por seu uso, mas também por uma clara envolvente de formatos simples: o primeiro contém um bar com uma pequena cozinha, e uma zona de vestiários e banheiros; o segundo é uma área de jogos infantis que pode usado por sua vez como área de leitura quando as temperaturas baixam durante a noite;

© Diego Berruecos

e finalmente uma envolvente de maiores dimensões que é a sala de estar; um espaço protegido e confortável adequado para conversas, TV, etc. Mas é a vontade de dar continuidade entre estes três espaços autônomos onde o projeto se reforça e toma sentido; se consolida um espaço contínuo, em contato total com a natureza, mas protegido das inclemências do tempo, que expande cada um dos espaços definidos pelas envolventes definindo um espaço único, que inter-relaciona cada uma das partes construindo um todo contínuo.

© Sandra Pereznieto
© Sandra Pereznieto

E é através da definição deste espaço central, através da definição de sua forma, que os pátios contíguos tomam seu verdadeiro valor. Estes são tão essenciais ao projeto como a edificação em si mesma, e permitem a construção de uma experiência total.

Planta com os pátios

Da mesma maneira que os habitáculos dão continuidade ao espaço central no referente ao uso e espaço, os espaços abertos adjacentes o qualificam e o proporciona diversidade dando idiossincrasia ao espaço aberto.

© Sandra Pereznieto

O projeto da piscina é parte desta mesma estratégia, e responde à vontade de dar um caráter aos espaços laterais; sua formalização necessariamente responde à estrutura do Lounge, incorporando em sua forma a possibilidade de múltiplos usos da água e de seu desfrute.

© Sandra Pereznieto

O edifício se constrói como um pódio para acentuar as vistas das montanhas. A intervenção quer ser extremamente respeitosa com o contexto existente e entende que a vegetação e a vida ao ar livre são os protagonistas reais do projeto; das árvores, impressionantes que existem no lugar são  incorporados no espaço como se fossem parte do programa.

© Sandra Pereznieto

O Lounge está construído em concreto branco não apenas por ser no contexto local de baixo custo, baixa manutenção, e alta demanda de mão de obra, mas também e sobre tudo, porque permite ao edifício expor sua simplicidade estrutural e sua neutralidade frente a uma natureza exuberante.

© Sandra Pereznieto

 

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Cadaval & Solà-Morales
  • Ano: 2009
  • Área construída: 250 m²
  • Endereço: Tepoztlan Morelos México
  • Tipo de projeto: Habitacional
  • Status:Construído
  • Materialidade: Concreto
  • Estrutura: Concreto
  • Localização: Tepoztlan, Morelos, México
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitetos: Cadaval & Solà-Morales
  2. Arquitetos: Eduardo Cadaval, Clara Solà-Morales
  3. Colaboradores: Eugenio Eraña, Tomas Clara, Manuel Tojal
  4. Engenheiro Estrutural: Ricardo Camacho
  5. Fotografias: Diego Berruecos, Sandra Pereznieto

Cita: Victor Delaqua. "Lounge Tepoztlan / Cadaval & Solà-Morales" 21 Nov 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/81581/lounge-tepoztlan-cadaval-e-sola-morales> ISSN 0719-8906