Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Marie Chatel

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

17 Fontes de pesquisa online para arquitetura

Graças à internet, a busca por recursos de pesquisa não está mais limitada a bibliotecas próximas. Com efeito, muitas bibliotecas e revistas de renome mundial estão agora trabalhando para digitalizar partes importantes de suas coleções, ao mesmo tempo em que diversas organizações digitais têm surgido com a missão de melhorar o acesso a informação. Para ajudar a identificar alguns dos mais úteis, preparamos uma lista de 17 sites gratuitos que oferecem artigos acadêmicos, publicações, fotos, vídeos e muito mais.

Analisando o "Manual of Section": o desenho arquitetônico mais intrigante

Para Paul Lewis, Marc Tsurumaki e David J. Lewis, o corte "é muitas vezes entendido como um tipo simplificado de desenho, produzido no final do processo de concepção para descrever condições estruturais e materiais para a etapa da construção."

Esta é uma definição muito familiar para a maioria das pessoas que estudam ou trabalham com a arquitetura. Muitas vezes pensamos primeiramente na planta baixa, pois nos permite abraçar as expectativas programáticas de um projeto e fornecer um resumo das várias funções necessárias. Na idade moderna, programas de software de modelagem digital oferecem cada vez mais possibilidades quando se trata de criar objetos tridimensionais complexos, tornando o corte uma reflexão ainda mais tardia.

Com o seu Manual of Section (Manual do Corte) lançado em 2016, os três sócios fundadores do LTL architects apresentam o corte como uma ferramenta essencial no projeto arquitetônico, e vamos admitir isso, essa leitura pode fazer você mudar de ideia sobre o tema. Para os co-autores, "pensar e projetar o corte requer a construção de um discurso sobre ele, reconhecendo-o como um local de intervenção." Talvez, na verdade, precisamos entender as capacidades dos desenhos em corte tanto para usá-los de forma mais eficiente, quanto para desfrutar ao fazê-los.

Bagsværd Church by Jørn Utzon (1976). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL Architects Notre Dame du Haut by Le Corbusier (1954). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL Architects United States Pavilion at Expo '67 by Buckminster Fuller and Shoji Sadao (1967). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL Architects The Solomon R. Guggenheim Museum by Frank Lloyd Wright (1959). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL Architects + 15

Em foco: Smiljan Radić

Conhecido principalmente por seu projeto para o Serpentine Gallery Pavilion de 2014, o arquiteto Smiljan Radić (nascido no dia 21 de junho de 1965) é uma das figuras mais proeminentes da arquitetura chilena contemporânea. Com uma abordagem distinta em relação à forma, materiais e contextos naturais, Radić  se detém sobretudo em projetos de pequena e média escala que flertam com a noção de fragilidade.

A realidade suspensa da arquitetura socialista da Coreia do Norte pelas lentes de Raphael Olivier

A Coreia do Norte é um dos poucos países ainda em regime comunista, e provavelmente o mais isolado e desconhecido do mundo. Este é o resultado da filosofia Juche -- um sistema político baseado na autossuficiência nacional que é parcialmente influenciada por princípios marxistas e leninistas. 

Nos últimos anos, no entanto, o país diminuiu as restrições aos turistas, permitindo o acesso a um número limitado de visitantes. Na série fotográfica “North Korea – Vintage Socialist Architecture", o fotógrafo francês Raphael Olivier retrata o patrimônio arquitetônico de Pyongyang. Conheça a capital do país pelas lentes de Olivier, a seguir.

The Workers Party Foundation Monument . Image © Raphael Olivier Pyongyang International Cinema House. Image © Raphael Olivier Pyongyang Ice Rink . Image © Raphael Olivier Overpass. Image © Raphael Olivier + 21

Pezo von Ellrichshausen fala sobre arquitetura para a escala humana

Para Mauricio Pezo e Sofía Von Ellrichshausen, o papel do arquiteto vai muito além de lidar com problemas funcionais, bem como sociais, sustentáveis e de segurança. "É claro que a arquitetura em sua essência consiste em solucionar problemas, e os problemas mudam constantemente", diz von Ellrichshausen nesta entrevista com a The Architectural Review fora de seu Pavilhão Vara na Bienal de Veneza de 2016. “Mas provavelmente o que abrange a arquitetura é muitas vezes maior do que o problema abordado inicialmente. Portanto, pensamos na arquitetura em termos de sua grande abrangência, incorporando valores e não necessariamente propondo uma solução".

Pavilhão Vara / Pezo von Ellrichshausen. Imagem © Laurian Ghinitoiu Pavilhão Vara / Pezo von Ellrichshausen. Imagem © Laurian Ghinitoiu Pavilhão Vara / Pezo von Ellrichshausen. Imagem © Pezo von Ellrichshausen Pavilhão Vara / Pezo von Ellrichshausen. Imagem © Laurian Ghinitoiu + 4

Casas de bonecas para caridade: Como um concurso de projeto conseguiu angariar fundos para crianças em situação de risco

Você já cogitou projetar uma casa perfeitamente cúbica? É pouco provável, a menos que você estivesse envolvido no evento da Dallas CASA, "Desfile de Casas de Bonecas". Há 25 anos, a associação convidou arquitetos, designers e construtores a conceber, construir e doar casas de bonecas para arrecadar fundos para crianças abusadas e negligenciadas. Todo ano, as pequenas casas são exibidas no Northpark Mall - o principal centro cultural de Dallas - onde as pessoas podem comprar rifas de US$ 5 para ganhar uma das casas expostas.

O Arquiteto Bob Borson concebeu suas duas primeiras casas para Dallas CASA em 2009, antes de iniciar seu popular blog Life of an Architect e, posteriormente lançar o "Concurso de Projeto The Life of an Architect". A ideia surgiu em 2010, quando um grande número de arquitetos sofreu com a crise econômica. Como Borson explica: "Eu queria propor um concurso de projeto de casas de bonecas aberto a outros arquitetos para que eles pudessem permanecer ligados à profissão de arquitetura." Isso também exigiu que Borson arrecadasse dinheiro e encontrasse construtores para construir os projetos. "Eu sempre cobri todas as despesas para que o concurso continuasse com entrada livre - as casas de bonecas eram para caridade e parecia que era a coisa certa ser feita", refletiu Borson.

Casa “Amor & Paz”, Mashrur Dewan (2016). Imagem Cortesia de The Life of an Architect Casa “Cuidado”, Zach George e Taylor Proctor (2016). Imagem Cortesia de The Life of an Architect Casa “Diga Queijo!”, Manuel Millán (2016). Imagem Cortesia de The Life of an Architect Casa “Janela Contínua”, Toda Junya (2016) . Imagem Cortesia de The Life of an Architect + 58

As dramáticas 'novas cidades' de Seul capturadas por Manuel Alvarez Diestro

A medida que a população de Seul crescia rapidamente, os blocos de apartamentos converteram-se em algo comum na paisagem. O fotógrafo Manuel Alvarez Diestro passou 6 meses explorando as novas populações da cidade, com o objetivo de 'revelar, em términos visuais, a natureza expansiva da urbanização e a transformação da paisagem através da construção destes novos projetos de moradia em escala massiva'.

© Manuel Alvarez Diestro © Manuel Alvarez Diestro © Manuel Alvarez Diestro © Manuel Alvarez Diestro + 15

11 exemplos históricos de como projetar portas, por Sketchfab

Nossos amigos do Sketchfab notaram uma tendência recorrente: entre os muitos modelos 3D escaneados e compartilhados em sua plataforma, há um número significativo de portas antigas. Muitas vezes negligenciadas nos projetos de hoje em dia, portas e vãos de portas são pontos essenciais de transição física e mental entre o interior e o exterior de um edifício. Enquanto a luta de Mies van der Rohe por continuidade visual e o uso de portas de vidro tem algumas vantagens importantes, isto não é aplicável - ou é pouco aplicável - a todo projeto. Felizmente, a história mostra que diferenciar visualmente e espacialmente portas e vãos de portas do resto da fachada pode ser uma boa alternativa.

Com este conjunto de modelos 3D selecionados pelo Sketchfab, os usuários podem explorar portas históricas on-line e descobrir as sequências espaciais que elas podem oferecer. Os modelos de portas emolduradas, recuadas, elevadas, baixas, salientes e ornamentadas mostram claramente as várias estratégias de design disponíveis para você manter abertas suas opções de design de portas.

Allegra Fuller compartilha as melhores lições que aprendeu com seu pai, Buckminster Fuller

É a relação entre a mente, que Bucky tanto falava, e a experiência que descobri ser a chave que abre sua obra e que também inspirou a minha. 

Como Buckminster Fuller explicou em uma entrevista com Studs Terkel em 1965, a relação com sua filha era muito próxima. Agora, em um ensaio escrito em 1995 e não publicado, a filha de "Bucky", Allegra Fuller Snyder compartilha as melhores lições de seu pai com a Metropolis Magazine e explica como adotou a abordagem de seu pai para aprender e compreender o mundo.

8 projetos que mostram o movimento urbano de Moscou

Quando se trata de urbanismo contemporâneo, a atenção do público está cada vez mais voltada para Moscou. A cidade, claramente, pretende se tornar uma das principais megacidades do mundo em um futuro próximo e está empregando todos os meios necessários para atingir o seu objetivo, com o governo da cidade se mostrando estar muito disposto a investir em desenvolvimentos urbanos importantes (embora não sem algumas críticas).

Um evento-chave neste plano tem sido o Fórum Urbano de Moscou. Embora o objetivo declarado do fórum seja encontrar modelos adequados para as megacidades do futuro, um importante efeito colateral positivo é que ele permite que a cidade organize as melhores competições, selecione os melhores arquitetos e construa os melhores espaços urbanos para promover a cidade de Moscou. O Fórum também publica pesquisas e documentos acadêmicos para informar futuros empreendimentos de Moscou; por exemplo, Arqueologia da Periferia, uma publicação inspirada no fórum de 2013 e lançada em 2014, que nomeadamente influenciou o desenvolvimento urbano nos arredores de Moscou, mas também destacou a importância de combinar o desenvolvimento urbano com a paisagem existente.

Museu de Arte Contemporânea Garage / OMA. Imagem © Yuri Palmin Beira Rio Moscou / Project Meganom. Imagem Cortesia de Project Meganom Estação de Metro Novoperedelkino / U-R-A. Imagem Cortesia de U-R-A | United Riga Architects Luzhniki Stadium. Image © Flickr user bbmexplorer licensed under CC BY-ND 2.0 + 43

Places Journal examina os projetos pós-Katrina em New Orleans

Os danos causados pelo furacão Katrina em 2005 nunca serão esquecidos, mas 10 anos após o início da reconstrução de New Orleans em 2006, uma nova arquitetura emergiu, com projetos de ponta sendo amplamente celebrados pela mídia. A fundação Make It Right, criada após o desastres numa tentativa de ajudar na recuperação da cidade, contratou arquitetos e escritórios reconhecidos, como Morphosis, Shigeru Ban e David Adjaye, para projetarem casas seguras e sustentáveis para a região de Lower 9th Ward. Richard Campanella e Cassidy Rosen, no entanto, desconfiam que esta visão esteja afastada da realidade.

"DIY para Arquitetos": Fachada paramétrica de tijolos construída a partir de técnicas tradicionais

Em seu mais recente projeto, o escritório iraniano Sstudiomm explora o potencial que o tijolo pode oferecer através da arquitetura paramétrica. Em vez de depender apenas de componentes únicos pré-fabricados, o escritório trabalha as possibilidades de um material produzido em massa - o tijolo e diferentes formas de assentá-lo. A abordagem do escritório é bastante lo-fi, isto é, cria uma parede paramétrica de tijolos usando apenas métodos tradicionais de construção e um pouco de engenhosidade.

Cortesia de Sstudiomm Cortesia de Sstudiomm Cortesia de Sstudiomm Cortesia de Sstudiomm + 17

12 canais de arquitetura no Youtube que você precisa conhecer

Há tanto para aprender sobre arquitetura. O arquiteto inteligente sabe ter uma variedade de fontes para o seu conhecimento sobre o campo, e é por isso que nós unimos uma lista dos nossos canais de arquitetura preferidos no Youtube, além de selecionar alguns de seus melhores vídeos para você assistir. Na seleção apresentamos tutorias de desenho e renderização, documentários de arquitetura e muito mais. Veja, a seguir.

Renascendo das Cinzas: estudante da Krakow University cria projeto para a Ilha do Fogo

A Bienal de Veneza de 2016 destacou que lidar com desastres naturais pode se tornar uma das maiores preocupações da arquitetura. Mas a natureza tem suas próprios modos de destruição e erupções vulcânicas estão entre os casos mais extremos. Na Ilha do Fogo, o Parque Natural do Fogo, projetado pelo escritório OTO – e eleito como Melhor Edifício do Ano de 2015 pelos leitores do ArchDaily – foi destruído por uma corrente de lava fundida pouco mais de um ano após sua inauguração em 2013. O edifício, que conciliava centro cultural e atividades administrativas, ajudou a ativar a economia na área mais remota da ilha. Depois do desastre, Adrian Kasperski, um estudante da Krakow University, dedicou sua dissertação de mestrado para reabilitar esta área, propondo a expansão das rodovias existentes e trilhas de escalada e desenvolvendo equipamentos para implementar alternativas oferecidas pelo turismo.

Melnikov e os Clubes de Trabalhadores de Moscou: traduzindo ideais soviéticos em arquitetura

Konstantin Melnikov (03 de agosto de 1890 - 28 de novembro de 1974) desempenhou um papel fundamental na formação da arquitetura soviética a partir de meados dos anos vinte até os anos trinta, apesar de ser independente dos construtivistas que dominaram a arquitetura da época. Além de seu renomado pavilhão para a URSS na Exposition des Arts Decoratifs, em Paris (1925), Melnikov era famoso em Moscou pela construção dos clubes de trabalhadores, por sua própria casa e pelas suas garagens de ônibus.

Com esta recente série de fotos, o fotógrafo Denis Esakov (que agora está à procura de uma editora para produzir um livro de fotografias com o conjunto completo de quase 600 imagens) criou uma oportunidade única para explorar - tanto dentro como fora - todos os 12 projetos de Melnikov que moldaram a arquitetura de Moscou durante a era soviética.

Bakhmetevsky Garagem de Onibus, 1926. Imagem © Denis Esakov Gosplan Garagem, 1936. Imagem © Denis Esakov Novo-Ryazanskii Garagem de Onibus, 1929. Imagem © Denis Esakov Melnikov Residência, 1929. Imagem © Denis Esakov + 56

Em foco: Alejandro Aravena

Como fundador do "do tank" Elemental, o arquiteto chileno Alejandro Aravena (nascido no dia 22 de junho de 1967) talvez seja o arquiteto mais socialmente engajado a receber o Prêmio Pritzker recentemente. Distanciando-se de uma abordagem puramente estética, Aravena explica: "não achamos que somos artistas. Arquitetos gostam de construir coisas que são únicas. Mas se algo é único, ele não pode ser replicado, então, em termos de servir muitas pessoas em muitos lugares, o valor é próximo a zero."[1] Para Aravena, o principal objetivo do arquiteto é melhorar o modo de vida das pessoas ao abordar tanto as necessidades sociais e desejos humanos, como as questões políticas, econômicas e ambientais.

Museu Guggenheim de Nova Iorque pelas lentes de Laurian Ghinitoiu

O Museu Solomon R. Guggenheim de Nova Iorque, inaugurado em 1959, causou controvérsias por ser "menos um museu que um monumento" de Frank Lloyd Wright. Embora Wright pretendesse exibir as pinturas nas paredes internas, a concavidade das superfícies tornou isso impossível. Em vez disso, então, o átrio central se tornou um lugar de procissão onde o espaço é revelado através do movimento. A rampa contínua que se volta para o átrio permite a interação das pessoas em diferentes níveis.

O fotógrafo Laurian Ghinitoiu situa as pessoas no centro de suas fotografias, o que talvez explique como, nesta série fotográfica do Museu Guggenheim em homenagem ao 149° ano de nascimento de Wright, ele tenha conseguido capturar a essência e vitalidade do museu. Ao passo que algumas imagens retratam o átrio do museu como um lugar de passagem, contemplação e socialização, outras mostram a crescente influência da fotografia e auto-representação na experiência dos visitantes. Algumas fotografias mostram ainda o edifício inserido em seu contexto urbano, com pessoas envolvidas em suas atividades diárias.

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu + 30