O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. 11 exemplos históricos de como projetar portas, por Sketchfab

11 exemplos históricos de como projetar portas, por Sketchfab

  • 15:00 - 15 Setembro, 2016
  • por
  • Traduzido por Lis Moreira Cavalcante
11 exemplos históricos de como projetar portas, por Sketchfab
Este artigo de Realidad Virtual é patrocinado por:
A Saint-Gobain não se responsabiliza por, e se isenta expressamente da responsabilidade por danos de qualquer tipo decorrentes do uso, referente a ou dependente de qualquer informação contida neste local. A Saint-Gobain não garante que a informação estará correta, completa ou atualizada ou que não irá infringir qualquer direito autoral ou qualquer outra propriedade de direito intelectual e a Saint-Gobain não endossa qualquer tipo de informação contida neste local. Ainda que o ArchDaily forneça links com outros recursos da internet, incluindo páginas de internet, a Saint-Gobain não se responsabiliza pela precisão ou pelo conteúdo da informação contida nestes locais. Os links do ArchDaily com terceiros não representam uma aprovação da Saint-Gobain destas partes ou de seus produtos ou serviços.
11 exemplos históricos de como projetar portas, por Sketchfab

Nossos amigos do Sketchfab notaram uma tendência recorrente: entre os muitos modelos 3D escaneados e compartilhados em sua plataforma, há um número significativo de portas antigas. Muitas vezes negligenciadas nos projetos de hoje em dia, portas e vãos de portas são pontos essenciais de transição física e mental entre o interior e o exterior de um edifício. Enquanto a luta de Mies van der Rohe por continuidade visual e o uso de portas de vidro tem algumas vantagens importantes, isto não é aplicável - ou é pouco aplicável - a todo projeto. Felizmente, a história mostra que diferenciar visualmente e espacialmente portas e vãos de portas do resto da fachada pode ser uma boa alternativa.

Com este conjunto de modelos 3D selecionados pelo Sketchfab, os usuários podem explorar portas históricas on-line e descobrir as sequências espaciais que elas podem oferecer. Os modelos de portas emolduradas, recuadas, elevadas, baixas, salientes e ornamentadas mostram claramente as várias estratégias de design disponíveis para você manter abertas suas opções de design de portas.

Opção 1: Emoldurada

Uma das opções mais populares é enquadrar portas com elementos arquitetônicos clássicos. Esta abordagem, que se tornou cada vez mais popular no Quattrocento, é bem exemplificada no Batistério de Florença, onde a conhecida porta oriental de Lorenzo Ghiberti - o "Portal do Paraíso" - é emoldurada por duas colunas compostas e um entablamento. As portas, feitas de bronze, foram adornadas em seu centro, onde 10 cenas bíblicas são representadas. O bronze exposto nas bordas das portas agem como uma moldura de cor escura, que é complementada pelo uso de pedras escuras para os capitéis e entablamento.

Uma técnica semelhante ao enquadramento é usada na Porta do Banco Colonial em Melbourne, onde dois telamones (figuras masculinas usadas como coluna) são colocadas de cada lado da entrada em arco.

Opção 2: Recuada

O enquadramento também pode ser feito com vários pares de colunas para dar uma profundidade de entrada e perspectiva. Do exterior para o interior, as colunas se deslocam para dentro e formam recuos horizontais. Elas também são geralmente sobrepostas com sucessivos arcos arredondados, como visto nesta porta romana.

Com esta técnica, o porta recuada torna-se um ponto focal cada vez mais importante no exterior de um edifício, como ilustra arcada da Fountains Abbey no Reino Unido.

Opção 3: Elevada ou rebaixada

Escadas são usadas para ampliar a transição tanto física quanto simbólica de um nível mais baixo para um mais alto, ou a partir de um nível superior para um inferior. Como a porta norte da Concatedral de Castellón, na Espanha, exemplifica, igrejas muitas vezes apresentam escadas na frente de suas portas, o que significa que durante uma procissão religiosa pessoas literalmente, e figurativamente, sobem para um lugar sagrado.

Escadas que descem destacam uma hierarquia de estrutura oposta. Por exemplo, na porta de Nimrod Fortress no Monte Hermon no Líbano, soldados colocados no topo da fortaleza tem mais visibilidade e vantagens técnicas sobre os seus rivais. As escadas colocadas dentro do corredor de passagem ilustram esta ordem hierárquica em termos arquitetônicos. O efeito "baixo" é ainda reforçado pela repetição dos arcos e sua diferença de altura.

Opção 4: Saliente

Outra estratégia é conceber uma porta que se projeta da fachada. Saliências podem ser uma estratégia de design muito simples e eficientes - algo bem exemplificado pela porta da Igreja vernacular Newstyle, na Escócia.

Mas portas salientes também podem ser mais elaboradas. Projetado para a Exposição Universal de Paris em 1900, o Petit Palais apresenta uma fachada saliente e uma escadaria, com a chegada ao Palais começando com uma procissão subindo em direção à entrada. Ao lado da escadaria há esculturas em pedestais, e no topo, pares de colunas e arcos recuam no espaço e enquadram a porta.

Opção 5: Ornamentada

Ornamentos tem sido regularmente utilizados em fachadas de Igreja. A tradição deriva da Idade Média, quando o conteúdo iconográfico era usado para ilustrar valores simbólicos e uma devoção específica de uma igreja para a seus membros, muitas vezes analfabetos. Na Saint George, em Praga, a porta de entrada é emoldurada e recuada. A composição de colunas em torno da porta de madeira apoiam um frontão em arco que descreve St George matando o dragão, juntamente com uma inscrição no entablamento.

O "Portail du Jugement Dernier" de Notre Dame, em Paris, similarmente transmite uma mensagem religiosa. Por esta porta recuada, há ornamentos com numerosas imagens de anjos numa escala menor, profetas, mártires e virgens entre outros. O último julgamento - uma passagem do Evangelho de Mateus - é retratado no frontão arqueado, mostrando mais uma vez que portas emolduradas e recuadas podem ser intensificadas com o uso de ornamento.

A mesquita de Shah em Isfahan também mostra o uso de ornamentos em contextos religiosos, desta vez com inscrições caligráficas e sete cores de mosaicos. O portal visualmente se diferencia do resto da estrutura, uma vez que é maior e emoldurado por dois minaretes. No próprio portal, versos de Mohammed e Ali estão inscritos, destacando ainda mais o grande arco ogival. No espaço de transição recuado antes da porta de entrada, arcos ogivais e "Muqarnas" típico de tetos abobadados da arquitetura persa trazem uma sensação de profundidade.

Sobre este autor
Marie Chatel
Autor
Cita: Chatel, Marie. "11 exemplos históricos de como projetar portas, por Sketchfab" [11 Historical Examples of How to Design Doorways, as Selected by Sketchfab] 15 Set 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Moreira Cavalcante, Lis) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/795039/11-exemplos-historicos-de-como-projetar-portas-por-sketchfab> ISSN 0719-8906