Móveis open source para crianças que podem ser baixados e fabricados localmente

Móveis open source para crianças que podem ser baixados e fabricados localmente

No Teatro do Sesc Pompéia, Lina Bo Bardi projeta um palco central com duas plateias, descortina a estrutura e todas as funções do programa e abre mão de mobiliários tradicionais para os assentos. Sua ideia era que as poltronas não tivessem um estofado, que fossem próximas entre si e que estimulassem uma mais postura altiva, atenta e consciente do público, que segundo ela, honrava a antiga arte do teatro.

Da mesma forma que temos ciência de que as características dos espaços alteram nosso humor, sentimentos, concentração e aprendizado, quando considera-se a experiência integral do usuário o design dos mobiliários deve ser levado em conta com seriedade. E quando falamos de escolas e ambientes de aprendizado, muitas vezes a mesma atenção dada à área pedagógica não é conferida aos espaços e à estrutura física.

Cortesia de Mono DesignCortesia de Mono DesignCortesia de Mono DesignCortesia de Mono Design+ 12

Para crianças, cujas proporções do corpo em cada idade são muito distintas dos adultos, esse debate é ainda mais importante. Além de proporcionar o conforto adequado, o mobiliário deve ser flexível a ponto de se adequar às exigências pedagógicas, às atividades propostas e às possibilidades de interação. O tradicional layout de um professor escrevendo no quadro com carteiras enfileiradas vem sendo alterado para ambientes com interações mais transversais, espaços mais fluidos e que possam permitir o desenvolvimento da autonomia, senso crítico e criatividade das crianças - habilidades cada vez mais indispensáveis para os novos tempos em que a automação e inteligência artificial podem dar conta de funções repetitivas e padronizadas. É imprescindível que as dimensões e desenhos dos móveis escolares sejam adequadas ao tipo de trabalho executado pelo aluno, permitindo uma flexibilidade para as mais diversas atividades.

Cortesia de Mono Design
Cortesia de Mono Design

Com um portfólio vasto de projetos educacionais, o escritório brasileiro Studio dLux observou a necessidade de desenvolver mobiliários para seus projetos, com o intuito de abranger uma apreensão integral dos seus espaços de aprendizado. Este catálogo de mobiliários - que inclui peças desenvolvidas para crianças e mesmo para outros programas - é disponibilizado para download, e podem ser reproduzidos livremente e adaptados, desde que para uso pessoal e não comercial, através da licença Creative Commons. Cortadas de chapas de compensado, MDF ou OSB em máquinas CNC, essas peças de mobiliários foram desenhados digitalmente, e disponibilizados através do design aberto.

Cortesia de Mono Design
Cortesia de Mono Design

Segundo Denis Fuzii, um dos criadores do projeto, “o intuito do design aberto é democratizar e descentralizar a produção e consumo, com produtores locais, dando a oportunidade de entusiastas e pessoas com menos condições de fazerem os móveis de maneira mais acessível para seu próprio uso. É criar uma rede de produtores que se ajuda e fomenta a produção local, para que a economia local se destaque.” Uma pessoa em qualquer lugar do mundo pode fazer o download do projeto para colocar um desses móveis dentro do seu ambiente. Para atender escolas com menos condições, os arquivos podem ser disponibilizados e cortados localmente, desde que comprovado o lugar onde serão usados e o material que serão feitos, sem cobrança da plataforma ou do designer, e podem ser solicitados através dos emails hello@studiodlux.com.br ou contato@monodesign.com.br. Em termos de custos, os valores são competitivos em relação a outras soluções de mercado e contem com materiais mais adequados para educação, além da possibilidade de personalização para a idade e uso em questão. Um exemplo interessante é a Cadeira Bico, disponível para ser baixada neste link com todas as informações para corte e montagem.

Cortesia de Mono Design
Cortesia de Mono Design
Cortesia de Mono Design
Cortesia de Mono Design

Além da disponibilização dos projetos, nestes tempos de isolamento social, os arquitetos lançaram o kit “montando minha escola”, que promove uma atividade de “recorte, cole e pinte”, para que as crianças possam recordar e reinventar suas escolas. Tal qual um espaço sagrado, como eram os teatros para Lina Bo Bardi, é nas escolas que as crianças aprendem, além das disciplinas tradicionais, a conviver em sociedade e entender as diferenças. É papel do arquiteto promover espaços que possam propiciar isso.

Cortesia de Mono Design
Cortesia de Mono Design

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Eduardo Souza. "Móveis open source para crianças que podem ser baixados e fabricados localmente" 14 Jun 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/941466/moveis-open-source-para-criancas-que-podem-ser-baixados-e-fabricados-localmente> ISSN 0719-8906
Ler comentários

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.