Zona Gastronômica Segura: uma proposta para manter o isolamento no espaço público

Zona Gastronômica Segura: uma proposta para manter o isolamento no espaço público

O escritório HUA HUA Architects imaginou uma proposta que busca reconciliar as pessoas e os espaços públicos, após o COVID-19. O programa Zona Gastronômica Segura visa despertar empreendimentos gastronômicos estagnados, regulando a alimentação em ambientes externos e garantindo as medidas de distanciamento social necessárias. O primeiro protótipo já foi instalado nas ruas de Brno, na República Tcheca.

© Hary Marwell Photography © Hary Marwell Photography Cortesia de MISS3 Cortesia de HUA HUA Architects + 8

Embora o distanciamento social tenha se mostrado a maneira mais eficaz de combater a pandemia, ele tem impacto direto na economia, no uso do espaço público e no setor gastronômico. Com o objetivo de encontrar pontos de convergência, o HUA HUA Architects desenvolveu o projeto de um grid espacial, que transforma espaços públicos em zonas delimitadas e seguras, onde as pessoas podem comer em áreas externas sem espalhar o vírus. O propósito do projeto é regular a alimentação externa, com a cooperação das autoridades locais, para possibilitar um retorno seguro dos empreendimentos gastronômicos.

Cortesia de HUA HUA Architects
Cortesia de HUA HUA Architects

Inspirado no círculo da vida, coerência e infinito, o projeto pode assumir diversas formas. Distanciadas entre si, de acordo com os critérios estabelecidos pelas autoridades, cada unidade segura é equipada com um conjunto para refeições e entretenimento. “O módulo tem 3 assentos em torno de uma mesa redonda, e foi projetado como uma peça única, móvel, estável e resistente, feita de materiais que podem ser frequentemente desinfetados e limpos”. Dentro da zona de segurança, as pessoas podem comer sem a máscara facial. Uma vez fora do módulo, é necessário usar uma máscara.

Cortesia de HUA HUA Architects
Cortesia de HUA HUA Architects

A Zona Segura Gastronômica é também um projeto de longo prazo. Após o coronavírus, os módulos podem ser utilizados como mobiliário urbano, e serem dispostos em parques e playgrounds. Com o primeiro protótipo instalado nas ruas de Brno, na República Tcheca, a unidade pode ser adotada nas praças das cidades ao redor do mundo. Os arquitetos estão discutindo o projeto com autoridades de outras cidades, para que as zonas seguras possam também ser estabelecidas em outras áreas do país.

Cortesia de HUA HUA Architects
Cortesia de HUA HUA Architects

  • Local do projeto: atualmente Brno, República Tcheca (projeto visa a expansão para toda a República Tcheca)
  • Arquitetos responsáveis: HUA HUA Architects - Václav Kocián
  • Equipe de projeto: Miroslava Staňová, Markéta Tučková, Lenka Novák-Axmanová
  • Engenharia: Hast Retail, HEMA puls
  • Colaboradores: Petr Kadlec, MISS3, estúdio David Geč

Convidamos você a conferir a cobertura do ArchDaily relacionada ao COVID-19, ler nossas dicas e artigos sobre produtividade ao trabalhar em casa e aprender sobre recomendações técnicas de projetos para a saúde. Lembre-se também de checar os conselhos e informações mais recentes sobre o COVID-19 no site da Organização Pan-Americana da Saúde OPAS/OMS Brasil.

Galeria de Imagens

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "Zona Gastronômica Segura: uma proposta para manter o isolamento no espaço público" [The Gastro Safe Zone: A Public Space Proposal that Considers Social Distancing Measures] 04 Mai 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Bisineli, Rafaella) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/938742/zona-gastronomica-segura-uma-proposta-para-manter-o-isolamento-no-espaco-publico> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.