Arquitetura de emergência: projetos contra crises humanitárias

Arquitetura de emergência: projetos contra crises humanitárias

A pandemia de COVID-19 está nos mostrando mais uma vez a importância da prática profissional da arquitetura em situações de emergência. Atualmente, estima-se que 900 milhões de pessoas estão sendo forçadas à trabalhar de casa por causa do vírus, enquanto a maioria dos hospitais ao redor do mundo está enfrentando dificuldades para atender à todos os pacientes infectados. Por outro lado, esta não é a primeira vez que abrigos emergenciais se tornam uma prioridade e até mesmo uma urgente necessidade. Estruturas temporárias, historicamente, serviram à uma série de diferentes crises humanitárias. Esta pandemia não é a primeira e tampouco será a última vez que precisaremos delas.

Courtesy of SO? © Delfino Sisto Legnani and Marco Cappelletti Courtesy of refugeecamp.ca Courtesy of Lucas Boyd and Chad Greenlee + 16

Courtesy of SO?
Courtesy of SO?

Considerando que uma parte significativa da população mundial vive em condições precárias e vulneráveis à todo tipo de desastre natural ou biológico, nós arquitetos  devemos nos sentir responsáveis por imaginar e propor soluções para combater tais emergências. Existe uma enorme variedade de soluções diferentes de estruturas temporárias para situações de emergência, desde abrigos para refugiados, para atender desabrigados em casos de terremoto até para combater pandemias. Os projetos elencados à seguir são um exemplo de como arquitetos e designers estão repensando os abrigos emergenciais para atender às principais crises humanitárias, assim como alguns exemplos desenvolvidos especialmente para o combater a recente pandemia que está deixando o mundo de joelhos.

Carlo Ratti propõe UTI móvel com contêiner para tratar casos graves de COVID-19

Courtesy of CRA-Carlo Ratti Associati with Italo Rota
Courtesy of CRA-Carlo Ratti Associati with Italo Rota

O escritório CRA-Carlo Ratti Associati, juntamente com Italo Rota e uma equipe internacional de especialistas, desenvolveu o CURA (Unidades Conectadas para Doenças Respiratórias), uma espécie de módulo de terapia intensiva plugável para a pandemia de COVID-19. Um projeto de código aberto para hospitais em situação de emergência, a primeira unidade do projeto está atualmente em construção em Milão, Itália. Convertendo contêineres em módulos de terapia intensiva para combater o coronavírus, o CURA consiste em unidades de montagem rápida, móveis e seguras, que podem ser implementadas em diferentes partes do mundo

A primeira "tenda de Maidan" é construída para ajudar refugiados na Grécia

© Delfino Sisto Legnani and Marco Cappelletti
© Delfino Sisto Legnani and Marco Cappelletti

Em um esforço para ajudar a situação dos refugiados em todo o mundo que fogem da guerra e da perseguição, dois jovens arquitetos em 2016 embarcaram em um projeto destinado a melhorar a saúde mental nos campos. Liderado por Bonaventura Visconti di Modrone e Leo Bettini Oberkalmsteiner, e apoiado pela Organização Internacional para Migração da ONU, o projeto “Maidan Tent” permite que os refugiados se beneficiem do espaço público interno - uma área comum para combater o trauma psicológico induzido pela guerra, perseguição e migração imposta.

Alunos da Escola de Arquitetura de Yale desenvolvem edifícios religiosos Pop-Up para campos de refugiados

Courtesy of Lucas Boyd and Chad Greenlee
Courtesy of Lucas Boyd and Chad Greenlee

Os alunos da Escola de Arquitetura de Yale, Lucas Boyd e Chad Greenlee, apresentaram uma proposta de igrejas emergentes, sinagogas e mesquitas para aqueles que fogem de conflitos em campos de refugiados. Boyd e Greenlee criaram espaços sagrados mínimos, mas facilmente reconhecíveis. Locais de culto emergentes incorporam a importância de focar nas necessidades emocionais dos desabrigados, em vez de um simples refúgio físico.

Além da tenda: por que os refugiados também precisam de arquitetos (agora mais do que nunca)

Courtesy of refugeecamp.ca
Courtesy of refugeecamp.ca

Como Katherine Allen afirmou em 2013, cerca de 1 milhão de pessoas saíram da Síria para escapar de um conflito civil travado há mais de dois anos. Como ela observa, o tempo de vida médio de um campo de refugiados vai de sete a dezessete anos (os relatos variam), e muitos duram mais. Em matéria publicada pelo Archdaily, Allen argumenta por que precisamos reimaginar a arquitetura das estruturas emergenciais hoje em dia e por que, agora mais do que nunca, os refugiados também precisam de arquitetos.

Estrutura Pop-Up para reconstruir casas no Nepal “em apenas um minuto”

Courtesy of Barberio Colella ARC
Courtesy of Barberio Colella ARC

Na esteira do terremoto que causou os maiores prejuízos da história do Nepal, centenas de milhares de habitantes se tornaram instantaneamente moradores de rua. Para ajudar essas pessoas a reorganizarem e retomarem suas vidas, o escritório Barberio Colella ARC projetou uma estrutura temporária usando materiais locais “para fazer uma casa que possa ser construída de forma rápida, leve, compacta, durável e econômica.”

Pavilhão inflável e fácil de construir fornece abrigos rápidos e baratos para desabrigados

© Jirka Jansch
© Jirka Jansch

SheltAir, um pavilhão desenvolvido e projetado por Gregory Quinn como parte de sua tese de doutorado na Universidade de Artes da Berlim é, como o próprio nome sugere, um abrigo construído com a ajuda do ar: um sistema meticulosamente concebido que compreende uma estrutura elástica e um cimbramento pneumático sob a forma de almofadas cheias de ar. O sistema pneumático SheltAir torna rápido, econômico, facilmente implantável e, portanto, ideal como um sistema para eventos temporários ou mesmo como abrigos de refugiados em áreas afetadas por desastres.

Inaugurado protótipo de abrigo emergencial flutuante na Turquia

Courtesy of SO?
Courtesy of SO?

SO?, um escritório de arquitetura contemporânea com sede em Istambul, desenvolveu um protótipo de abrigo emergencial em forma de uma estrutura flutuante para ser utilizada em regiões devastadas por terremotos. Chamada de “Fold & Float”, este abrigo flutuante é composto por uma estrutura de aço leve e flexível projetada especificamente para ser utilizada em situações de emergência.

Convidamos você a conferir a cobertura do ArchDaily relacionada ao COVID-19, ler nossas dicas e artigos sobre produtividade ao trabalhar em casa e aprender sobre recomendações técnicas de projetos para a saúde. Lembre-se também de checar os conselhos e informações mais recentes sobre o COVID-19 no site da Organização Pan-Americana da Saúde OPAS/OMS Brasil.

 

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Arquitetura de emergência: projetos contra crises humanitárias" [Emergency Architecture: Designers Respond to Crisis] 30 Mar 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/936422/arquitetura-de-emergencia-projetos-contra-crises-humanitarias> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.