O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Os racks para bicicletas de David Byrne

Os racks para bicicletas de David Byrne

Os racks para bicicletas de David Byrne
Os racks para bicicletas de David Byrne, Via Plataforma Urbana
Via Plataforma Urbana

O músico escocês David Byrne, fundador do grupo The Talking Heads, não somente é conhecido pelo seu trabalho musical, mas também é reconhecido como ciclista urbano desde os anos 80. Seu compromisso é tal que em 2009 publicou o livro “Bicycle Diaries”, onde reúne suas impressões e visitas por diferentes cidades do mundo, como Buenos aires, Istanbul, Londres e São Francisco. E também, em julho do ano passado, chegou até o Chile para divulgar seu livro no Centro Cultural Gabriela Mistral (GAM).

Via Plataforma Urbana

Pelo seu amor pelas bicicletas, foi convidado em múltiplas ocasiões como jurado de políticas de transporte em Nova Iorque. Em 2008 não só quis fazer parte do júri, mas também quis apresentar uma proposta de estacionamentos. Frente a isto, o Departamento de Transportes da cidade americana aceitou o projeto dos nove racks que o artista criou, que se distanciam dos típicos estacionamentos onde se pode amarrar as bicicletas.

Via Plataforma Urbana

O conceito idealizado por Byrne consiste não somente em figuras que rompem a normalidade, mas que, além disso, estão vinculadas as funções dos bairros de Manhattan e Brooklyn. Por exemplo, para o setor financeiro de Manhattan projetou um rack a partir do símbolo do dólar; para a Quinta Avenida, criou um estacionamento em forma de sapato e, nas redondezas de uma cafeteria em Upper West Side, instalou um rack em forma de xícara.

Via Plataforma Urbana

Para a fabricação destes elementos, Byrne recorreu ao pessoal de Pace Gallery, que internalizaram os requisitos legais do Departamento de Transportes e, também, solucionaram problemas de forma nas estruturas.

Via Plataforma Urbana

Uma vez instalados os estacionamentos, um artista de Nova Iorque quis “amplificar” seu impacto nos transeuntes e ciclistas, e para isso optou por pintar as sombras destes objetos nas calçadas. O músico explicou que o desafio de seus racks estava no fato que não queria que fossem reconhecidos unicamente como obras de arte moderna, mas que sua proposta fosse identificada pela função que cumpriam.

Via Plataforma Urbana

Como os racks foram muito bem recebidos entre os ciclistas, a Academia de Música do Brooklyn (BAM) pediu este ano para Byrne que projetasse um novo conjunto de racks. O músico aceitou e mudou o conceito, já que criou estacionamentos baseados em frases.

Via Plataforma Urbana

Como os nove racks estão relativamente próximos entre si, se converteram em um atrativo para os cidadãos, que podem conhecê-los em um curto período de tempo. Além disso, seu uso se massificou porque não existem restrições de horário no seu uso, já que estão disponíveis durante todo o dia sem custo algum.

Sobre este autor
Cita: Leonardo Márquez. "Os racks para bicicletas de David Byrne" 13 Nov 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/79968/os-racks-para-bicicletas-de-david-byrne> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.