O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Intervenção Urbana: “Play me, I’m yours”

Intervenção Urbana: “Play me, I’m yours”

Intervenção Urbana: “Play me, I’m yours”
Intervenção Urbana: “Play me, I’m yours”, “Play me, I’m yours”
“Play me, I’m yours”

Em março de 2008, o artista britânico Luke Jerram dispôs 15 pianos em estações de trens, parques públicos, paradas de ônibus e skateparks em Birmingham no Reino Unido.Sob o slogan “Play me, I’m yours” (Toque-me, eu sou seu),o projeto permitiu aos transeuntes que tocassem gratuita e livremente, os instrumentos musicais. A mostra, cuja intenção foi de democratizar o acesso a estes instrumentos e propor sons mais agradáveis aos que normalmente são gerados na cidade, foi um sucesso total.

Via “Play me, I’m yours” (32)
“Play me, I’m yours”

Como a instalação artística teve uma boa recepção em sua primeira mostra no Reino Unido, onde recebeu mais de 14 mil visitas, mantendo-se até hoje, e sendo replicada em mais de 30 cidades na Austrália, Canadá, China, Espanha, França, Estados Unidos, Irlanda e Hungria, entre outras. Na América Latina, os pianos foram instalados em São Paulo, em novembro de 2008.

Via “Play me, I’m yours” (29)
“Play me, I’m yours”

Ao redor do mundo, a iniciativa de Jerram foi visitada por mais de dois milhões de pessoas em torno de 600 pianos que têm mais de 80 anos. Por seu caráter inovador, a instalação artística foi escolhida para fazer parte dos Jogos Panamericanos e Parapanamericanos em Toronto 2015 que, embora aconteçam somente daqui três anos, já desenvolveu varias atividades artísticas e culturais com o fim de difundi-los na cidade sede. Assim, “Play me, I’m yours”, foi exibida no dia 10 do mês passado na Praça David Pecaut, no Metro Hall de Toronto.

Via “Play me, I’m yours” (28)
“Play me, I’m yours”

Para outubro de 2012, espera-se que a instalação vá para Ontário, Canadá; Hanbzhou, China; Perth, Austrália, e Cambridge, Reino Unido, gerando o mesmo alvoroço que nas ocasiões anteriores.

Via “Play me, I’m yours” (5)
“Play me, I’m yours”

A mostra pode ser solicitada através de sua pagina Street Pianos, para que se instale em uma cidade determinada. Para isso, é necessário contar com um patrocinador local e, se é viabilizada, os pianos permanecem por um período de 2 a 3 semanas em cada lugar, e podem ser utilizados também por artistas locais.

Via “Play me, I’m yours” (8)
“Play me, I’m yours”

Ao finalizar cada mostra a organização pretende que os usuários não só interajam com os pianos, mas que se comuniquem através da internet, para que compartilhem imagens e comentários dos encontros.

Via “Play me, I’m yours” (20)
“Play me, I’m yours”

“Play me, I’m yours” é um exemplo da utilização dos espaços públicos para manifestações artísticas e culturais, que congregam pessoas de todas as idades em distintas nações.

 

Via “Play me, I’m yours” (24)
“Play me, I’m yours”

Sobre este autor
Cita: Marina de Holanda. "Intervenção Urbana: “Play me, I’m yours”" 12 Ago 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/63572/intervencao-urbana-play-me-im-yours> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.