ArchDaily Brasil | O site de arquitetura mais visitado do mundo, agora em portuguêsO site de arquitetura mais visitado do mundo

i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

10 Princípios para um transporte urbano sustentável

16:00 - 26 Fevereiro, 2017
Cortesia de GIZ
Cortesia de GIZ

O Projeto de Transporte Urbano Sustentável (SUTP) é uma iniciativa que promove o transporte sustentável para que as cidades disponham de meios de transporte mais eficientes, limpos, que não causem congestionamentos e que sejam seguros, visando tornarem-se lugares mais habitáveis. 

Lisboa abre candidaturas para voluntários testarem o novo sistema de bicicletas compartilhadas

10:00 - 25 Fevereiro, 2017
Lisboa abre candidaturas para voluntários testarem o novo sistema de bicicletas compartilhadas, Parque das Nações, Lisboa. Image © Alexandre F. Jorge, via Flickr. Licença CC BY-NC 2.0
Parque das Nações, Lisboa. Image © Alexandre F. Jorge, via Flickr. Licença CC BY-NC 2.0

A Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) abrirá candidaturas para voluntários que queiram, durante o mês de março, testar a rede de bicicletas compartilhadas no Parque das Nações, fazendo, depois, recomendações ao projeto.

A EMEL busca através do “bike sharing” [rede de bicicletas compartilhadas] dar "a oportunidade aos utilizadores de eles próprios serem co-criadores da solução e, durante um período de tempo e num espaço limitado" testarem e depois darem sugestões. Caberá depois à empresa selecionar as melhores sugestões e incorporá-las à solução final, que estará funcionando em meados deste ano

LAB1 Bogotá: reativando a cidade através da criatividade e do trabalho colaborativo

16:00 - 24 Fevereiro, 2017
LAB1 Bogotá: reativando a cidade através da criatividade e do trabalho colaborativo, © LAB1
© LAB1

Belinda Tato, cofundadora do Ecosistema Urbano, compartilhou no blog oficial do escritório espanhol o projeto LAB1. Localizado em Bogotá, Colômbia, o LAB1 é um coworking que, segundo seus fundadores, é "uma família de criativos reunidos em torno de um mesmo objetivo, [buscando] pessoas que possam contribuir para construir o país do futuro, regido pela criatividade e inovação. 

Há algumas semanas, tive a oportunidade de conhecer Leonardo Valásquez, membro de uma das equipes participantes do concurso BID URBAN LAB que acabou como finalista da competição. 

Leonardo, durante sua apresentação no concurso, mostrou o trabalho que desenvolve com outros estudantes e criadores na cidade de Bogotá. O projeto se chama MAB1 e hoje compartilhamos com vocês algumas imagens deste interessante trabalho colaborativo, assim como uma breve descrição de sua atividade, facilitada pelo próprio Leonardo.

Acesse sua página web e siga-os no Facebook e Instagram.

© LAB1 © LAB1 © LAB1 © LAB1 +7

Fungiverso. Viagem às bioarquiteturas do futuro

12:00 - 24 Fevereiro, 2017
Fungiverso. Viagem às bioarquiteturas do futuro, Cortesia de Jens Benöhr Riveros, Aníbal Fuentes Palacios, Hans Besser Kerrigan, María Alcira Soto Rovaretti
Cortesia de Jens Benöhr Riveros, Aníbal Fuentes Palacios, Hans Besser Kerrigan, María Alcira Soto Rovaretti

A releitura geral da obra confirmou essa teoria. Em todas as ficções, cada vez que um homem enfrenta-se com diversas alternativas opta por uma e elimina as outras; na quase o indissolúvel Ts'ui Pên, opta -simultaneamente- por todas. Cria, assim, vários futuros, diversos tempos, que também proliferam e se bifurcam. Daí as contradições do romance.

                                                   J. L. Borges, El jardín de los senderos que se bifurcan

FUNGIVERSO [1] é uma proposta conceitual que especula sobre as possíveis relações futuras entre a biotecnologia e seu contexto cultural, a partir da correlação entre método construtivo e formas de habitar. A trama desenrola-se em cinco cenários, cinco mundos que, descritos por um misterioso visitante através de postais e detalhes construtivos, divergem simultaneamente.

Cidades com menos automóveis e mais transporte público: a mobilidade que os jovens buscam

16:00 - 23 Fevereiro, 2017
Cidades com menos automóveis e mais transporte público: a mobilidade que os jovens buscam, © Flickr usuário: Joanbrebo. Licença CC BY-NC 2.0
© Flickr usuário: Joanbrebo. Licença CC BY-NC 2.0

A Direção Geral do Tráfego (DGT) em conjunto com a Fundação Abertis apresentou os resultados do "Estudo de Opinião sobre Segurança Viária entre Jovens", realizado com 2.000 habitantes da Espanha, com idades entre 16 e 22 anos.

A pesquisa, a cargo de Sigma Dos, consistiu em uma enquete presencial com o objetivo de saber qual é a percepção do risco que têm os jovens a respeito dos seus deslocamentos, qual meio de transporte é o mais comum entre eles e quais são as expectativas do futuro da mobilidade em relação ao meio ambiente.

Dos 2 mil entrevistados, a maioria estuda (73,8%) ou trabalha (16,1%). Ao perguntar-lhes se possuíam carteira de habilitação, 35,6% responderam afirmativamente enquanto 64,4% disseram que não. Este último dado integra 68,7% mulheres enquanto no caso dos homens o número era de 60,2%.

David Romero recria obras desaparecidas de Frank Lloyd Wright em imagens realistas

15:00 - 23 Fevereiro, 2017
David Romero recria obras desaparecidas de Frank Lloyd Wright em imagens realistas, Edifício Larkin (1903-1950), reconstruído digitalmente por David Romero. Imagem © David Romero
Edifício Larkin (1903-1950), reconstruído digitalmente por David Romero. Imagem © David Romero

Apoiado em uma ampla gama de softwares, o arquiteto espanhol David Romero recriou digitalmente uma série de obras emblemáticas de Frank Llody Wright: de duas delas só restam os escombros e uma terceira nunca foi construída. Nos referimos a três projetos nos Estados Unidos: o Edifício Administrativo Larkin (1903-1950), a Casa Rose Pauson (1939-1943) e a Capela Trinity (1958), respectivamente.

"As ferramentas de visualização 3D que temos raramente se dedicam a pesquisar o passado da arquitetura e existe um campo imenso para ser explorado", disse Romero sobre seu projeto Hooked on the Past em uma conversa com o ArchDaily em Espanhol. O arquiteto trabalha com os softwares AutoCAD, 3ds Max, Vray e Photoshop e se baseia em fotografas em preto e branco, croquis e plantas das obras.

Casa Rose Pauson (1939-1943). Imagem © David Romero Casa Rose Pauson (1939-1943). Imagem © David Romero Capela Trinity (1958), um projeto nunca construído de Frank Lloyd Wright. Imagem © David Romero Capela Trinity (1958), um projeto nunca construído de Frank Lloyd Wright. Imagem © David Romero +29

Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto pelas lentes de Fernando Guerra

12:00 - 23 Fevereiro, 2017
Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto pelas lentes de Fernando Guerra, © Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Essa semana apresentamos a Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto na nossa série “Pelas lentes de Fernando Guerra”, em que expomos uma sessão completa de fotos do fotógrafo para uma obra icônica, com um texto sintético sobre ela. A Escola do Porto exerce grande importância no cenário arquitetônico mundial, sempre figurando entre as melhores em rankings e tendo arquitetos como Eduardo Souto de Moura (Pritzker 2011), Fernando Távora e o próprio Álvaro Siza Vieira (Pritzker 1992), como grandes precursores.

Densidade urbana pode ser fator chave para a economia de energia até 2050

10:00 - 23 Fevereiro, 2017
Densidade urbana pode ser fator chave para a economia de energia até 2050, China tem o maior potencial de economia de energia a partir da densidade urbana mais elevada. Image © Robin Murphy, World Resources Institute, via The CityFix Brasil. Licença CC BY-NC-SA 2.0
China tem o maior potencial de economia de energia a partir da densidade urbana mais elevada. Image © Robin Murphy, World Resources Institute, via The CityFix Brasil. Licença CC BY-NC-SA 2.0

A densidade urbana é um ponto muito importante para o futuro das cidades. Seguindo os princípios do Desenvolvimento Urbano Orientado pelo Transporte Sustentável (DOTS), por exemplo, entre os fatores que cidades mais compactas conseguem melhorar está a eficiência energética dos prédios. Agora, uma pesquisa publicada na PNAS comprova que quanto mais dispersa a população, maior o consumo de energia.

© Robin Murphy, World Resources Institute, via The CityFix Brasil. Licença CC BY-NC-SA 2.0
© Robin Murphy, World Resources Institute, via The CityFix Brasil. Licença CC BY-NC-SA 2.0

"A Nuvem" por Studio Fuksas traz um toque de barroco moderno para o bairro racionalista EUR de Roma

07:00 - 23 Fevereiro, 2017
"A Nuvem" por Studio Fuksas traz um toque de barroco moderno para o bairro racionalista EUR de Roma , © Moreno Maggi
© Moreno Maggi

Este texto foi originalmente publicado na Metropolis Magazine como "Studio Fuksas' Controversial (Yet Striking) Convention Center Opens At Last."

Apensar de seu nome que evoca maciez, “A Nuvem” (Nuvola em italiano) tem sido um dos projetos arquitetônicos mais seriamente discutidos na Itália na última década. Mesmo depois de sua inauguração em outubro de 2016, o edifício continua a gerar controvérsia sobre seu custo (estimado em €353 milhões, ou aproximadamente R$1,152 bilhão) e os atrasos que marcaram sua construção. 

O Centro de Convenções EUR, como é oficialmente conhecido, é o maior edifício a ser construído em mais de 50 anos - talvez não pareça muito para a Cidade Eterna, mas também não é algo insignificante. O projeto foi elaborado por Massimiliano e Doriana Fuksas em 1998, mas não saiu do papel por quase duas décadas. Nesse período, a cidade já elegeu cinco prefeitos diferentes e foi alvo de inúmeros escândalos de corrupção.

© Moreno Maggi © Moreno Maggi © Moreno Maggi Passagens e acessos à Nuvem. Imagem © Moreno Maggi +14

7 cidades que transformaram suas áreas sob rodovias em parques urbanos

16:00 - 21 Fevereiro, 2017
7 cidades que transformaram suas áreas sob rodovias em parques urbanos, Sabine Promenade, Houston. Imagem © Flickr Usuario telwink. Licença CC BY-NC-ND 2.0
Sabine Promenade, Houston. Imagem © Flickr Usuario telwink. Licença CC BY-NC-ND 2.0

Nos últimos anos, a paulatina mudança de paradigma de mobilidade, cujo foco passou do veículo às pessoas, permitiu distinguir como a infraestrutura viária, principalmente pontes e viadutos, geraram um impacto maior que o necessário na paisagem urbana.

Produto disto é o surgimento do interesse de unir os espaços em uma escala urbana para uma cidade mais habitável, segura e sustentável. Nem todos dispõem de verba de uma cidade olímpica e alternativas viárias para demolir tais estruturas, a exemplo do Rio de Janeiro com a Perimetral. Existem vários exemplos que surgiram por iniciativa popular ou ordenamentos municipais que decidiram aproveitar os espaços subutilizados para habitá-los como novos espaços públicos ou parques urbanos.

Coleção de tipologias de varandas brasileiras / Marjorie Lange

12:00 - 21 Fevereiro, 2017
Coleção de tipologias de varandas brasileiras / Marjorie Lange, Intermediário entre moradia e paisagem. Image © Marjorie Lange
Intermediário entre moradia e paisagem. Image © Marjorie Lange

* O texto é um fragmento do trabalho de conclusão de curso “Espaços-Varanda: Ensaio de Relações em uma Superquadra de Brasília[1]”, realizado no Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (DAU PUC-Rio) em 2016, sob a orientação do Professor Gabriel Duarte.

A varanda, por ser apropriada a temperaturas elevadas, típicas do clima tropical, é um elemento de muita importância e de presença constante na arquitetura brasileira. Este espaço projetado ou embutido na fachada, coberto e aberto para o ambiente externo, gera sombra e permite a entrada de ar fresco no interior da edificação. Desde as construções indígenas, se fazia “o uso de uma varanda totalmente aberta para permitir a ampla ventilação durante o descanso do calor do meio-dia [2]”.

10 razões para desenhar cidades pensando nas comunidades

16:00 - 20 Fevereiro, 2017
10 razões para desenhar cidades pensando nas comunidades, Central Park, Nova York. Imagem © Flickr usuário gigi_nyc Licença CC BY-NC-ND 2.0
Central Park, Nova York. Imagem © Flickr usuário gigi_nyc Licença CC BY-NC-ND 2.0

A influência do desenho urbano na ocupação dos espaços públicos e as interações sociais é um tema cada vez mais relevante para direcionar as cidades à habitabilidade.

Nesta matéria, destaca-se o escritório Gehl, que desde o ano 2000 se dedica a esta tarefa usando um foco centrado nas pessoas. Desde então, seus fundadores, os arquitetos Jan Gehl e Helle Søholt, compartilharam sua experiência em ideias que procuram centrar o desenho nas pessoas.

A Segregação Urbana nos Estados Unidos e o Papel das Políticas Públicas

14:00 - 20 Fevereiro, 2017
A Segregação Urbana nos Estados Unidos e o Papel das Políticas Públicas, "Nós queremos inquilinos brancos em nossa comunidade branca". Foto de Arthur Siegel, em Detroit, Michigan. Imagem: Library of Congress, Prints & Photographs Division, FSA/OWI Collection, [LC-USW3-016549-C, LC-USF34-9058-C].
"Nós queremos inquilinos brancos em nossa comunidade branca". Foto de Arthur Siegel, em Detroit, Michigan. Imagem: Library of Congress, Prints & Photographs Division, FSA/OWI Collection, [LC-USW3-016549-C, LC-USF34-9058-C].

A segregação espacial é um dos grandes problemas urbanos no mundo. Ela se caracteriza pela separação de classes sociais em diferentes regiões das cidades. Esse processo, ao longo do tempo, acaba contribuindo para o aprofundamento dessas diferenças. Nos Estados Unidos após a crise de 1929, o governo federal criou uma metodologia para orientar empréstimos financeiros, visando possibilitar a quitação de imóveis para as populações endividadas. A metodologia se dedicou a classificar as regiões da cidade de acordo com seus aspectos sociais, e acabou por enfatizar e aprofundar uma urbe fragmentada, encorajando o preconceito e a intolerância. A segregação como política pública, acabou por limitar as oportunidades de muitas populações por gerações, resultando em uma distribuição social que ainda hoje, quase 100 anos depois, é evidente na maioria das cidades norte americanas.

Conheça a arquitetura iraniana através de 10 sítios históricos

07:00 - 20 Fevereiro, 2017
Conheça a arquitetura iraniana através de 10 sítios históricos

Como remanescente de um império outrora abrangeu quase toda a área da Grécia à China, o Irã está cheio de maravilhas históricas. Devido à atual situação política do país, ele não é exatamente um destino turístico visado e, portanto, muitas destas maravilhas permanecem escondidas do resto do mundo. Tal como acontece com qualquer edifício histórico, cada um dos dez lugares listados abaixo contém uma rica história dentro de seus espaços. No entanto, a história do Irã é excepcionalmente complexa, com dinastias e governantes cuja influência se estendeu para além do Irã moderno. Estes locais, portanto, são memórias físicas da rica cultura que forma a base do povo iraniano hoje, apesar da mudança radical na esfera política do país após a Revolução de 1979. Locais sagrados para os zoroastrianos, por exemplo, ainda são visitados e lembrados, apesar das restrições impostas pelo governo iraniano. As essências desses lugares oferecem oportunidades para aprender e simpatizar com a história do Irã, além do que ouvimos nas notícias.

Arquitetura de Terra, Yazd. Imagem © Ariana Zilliacus Mesquita Nasir-ol-Molk, Shiraz. Imagem © Ariana Zilliacus Persépolis, Shiraz. Imagem © Ariana Zilliacus Palácio Ali Qapu, Isfahan. Imagem © Ariana Zilliacus +54

Em foco: Louis Kahn

06:00 - 20 Fevereiro, 2017
Em foco: Louis Kahn, Salk Institute / Louis Kahn . Imagem © Liao Yusheng
Salk Institute / Louis Kahn . Imagem © Liao Yusheng

"A monumentalidade é enigmática. Não pode ser criada intencionalmente. Não são necessários nem o material mais requintado nem a tecnologia mais avançada... ."

BIM versus Brexit

15:00 - 19 Fevereiro, 2017
BIM versus Brexit, BIM vs BREXIT, @Ben_Kerckx, Licença CC0
BIM vs BREXIT, @Ben_Kerckx, Licença CC0

Uma tempestade se aproxima. No entanto, não sabemos de que modo o Brexit afetará a União Europeia do modo como a conhecemos, e diante de um panorama incerto e complicado, surgem algumas perguntas. Seremos capazes de continuar com o Objetivo 2018? Será o Brexit uma desculpa para manter as coisas como estão? Quem vai carregar o bastão, agora que o Reino Unido parece ter abandonado o barco?

Geometria da Água / Álvaro Domingues

16:00 - 18 Fevereiro, 2017
Geometria da Água / Álvaro Domingues, Cortesia de Álvaro Domingues
Cortesia de Álvaro Domingues

Arquimedes de Siracusa, o sábio da matemática, da física e da geometria, sabia perfeitamente que se podia conhecer muita coisa a partir daquilo que acontecia a qualquer corpo mergulhado num líquido. Sobre isso, todos naquele tempo, e muito antes, tinham já experiência suficiente acerca do que significava ficar molhado; outros conseguiam flutuar e mesmo nadar, mas muitos havia também que, simplesmente, se afundavam. O impulso era-lhes insuficiente para virem à tona tomar ar. Hidratados, dissolviam-se lentamente nos lodos.

Paris aprova estratégia para desenvolver projetos voltados para pedestres em toda a cidade

15:00 - 18 Fevereiro, 2017
Paris aprova estratégia para desenvolver projetos voltados para pedestres em toda a cidade, Paris, França. Image © Sharona Sinke. Licença CCO 1.0
Paris, França. Image © Sharona Sinke. Licença CCO 1.0

Na última sessão do Conselho Municipal de Paris, realizada nos dias 30 e 31 de janeiro, foi aprovada uma Estratégia Peatonal que tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos pedestres, ou seja, de todos que circulam a pé pela capital francesa.

Por um lado, o interesse da estratégia está focado em facilitar os deslocamentos e as condições dos pedestres, incentivando que mais pessoas caminhem, sendo que este já é o meio de transporte mais usado na cidade, totalizando 60% dos percursos. Além disso, quando se trata de deslocamentos para realizar compras, 79% dos trajetos são realizados a pé, quando apenas 4% deles são de carro. 

Favelas e mobilidade urbana: uma relação simbiótica

12:00 - 17 Fevereiro, 2017
Favelas e mobilidade urbana: uma relação simbiótica, © ITDP Brasil
© ITDP Brasil

As favelas têm um papel importantíssimo no tecido urbano das grandes cidades brasileiras, pois são a principal alternativa de moradia para parcelas significativas da população excluída do mercado formal da habitação.  

Roteiro de projetos de Paulo Mendes da Rocha em São Paulo

10:00 - 17 Fevereiro, 2017

Nem todo cinza de São Paulo é triste. A cidade foi o caldeirão de uma das escolas mais importantes da arquitetura brasileira, a brutalista. Com nomes fortes como Lina Bo Bardi e Vilanova Artigas, o movimento buscou a poesia dura do concreto. Mas o maior expoente do brutalismo paulista acaba de entrar também para o seletíssimo grupo de um dos maiores arquitetos do mundo. Na semana passada, Paulo Mendes da Rocha recebeu a medalha de ouro do Royal Institute of British Architects, honraria que receberam também Le Corbusier e Frank Lloyd Wright. Esse prêmio só vem a se somar a tantos outros como o Leão de Ouro na Bienal de Veneza, o Praemium Imperiale japonês e o Prêmio Pritzker, considerado o Oscar da arquitetura.

Mas diferentemente de seus colegas premiados, Paulo Mendes foge dos holofotes e do modus operandi dos starchitects. Trabalha até hoje (tem 88 anos) quase sozinho em seu pequeno escritório no prédio do IAB, no Centro. De lá, há mais de 60 anos saem algumas das criações mais emblemáticas da nossa cidade, e que continuam de pé, como registro da beleza que só São Paulo sabe encontrar no concreto. Para quem não conhece o trabalho desse grande mestre, montei um roteiro com algumas das obras mais importantes. Muitas dá para visitar por dentro, mas algumas não tem jeito, só dá para admirar da rua mesmo.

Leituras essenciais: John Ruskin e as 'Sete Lâmpadas da Arquitetura'

12:00 - 16 Fevereiro, 2017
Leituras essenciais: John Ruskin e as 'Sete Lâmpadas da Arquitetura', Capa do livro 'The Seven Lamps of Architecture'
Capa do livro 'The Seven Lamps of Architecture'

Esse é o segundo texto de nossa série Leituras Essenciais,  onde apresentaremos textos notáveis e imprescindíveis que abrangem temas diversos, como a arquitetura contemporânea, urbanismo, arquitetura de interiores e paisagem.
Neste extrato do livro "As Sete Lâmpadas da Arquitetura", publicado em 1849 e considerado o primeiro livro completo de John Ruskin sobre arquitetura, seus estudos são destilados em sete princípios morais. Essas "Lâmpadas" destinavam-se a orientar a prática arquitetônica da época, defendendo um profundo respeito pela trama original dos edifícios existentes. O capítulo de abertura -A Lâmpada do Sacrifício- tenta "distinguir cuidadosamente entre Arquitetura e Construção", contra o pano de fundo da visão de mundo de Ruskin (muitas vezes criticada) sobre a disciplina em geral.

Como uma impressora 3D mudou minha vida

07:00 - 16 Fevereiro, 2017
Como uma impressora 3D mudou minha vida, Cortesia de Héctor Llano | Teamstudio
Cortesia de Héctor Llano | Teamstudio

Que a impressão 3D chegou para ficar é um fato. Todos os dias vemos artigos que mostram os avanços mais recentes com impressão 3D. Desde pontes impressas a próteses para uma criança, passando por máquinas que imprimem pizzas. No campo da arquitetura, vemos a impressão 3D como a próxima revolução que nos libertará do trabalho de realizar maquetes, mas... por que limitar essa tecnologia apenas a isso?

Picnic Noturno: Uma experiência coletiva de apropriação dos espaços públicos em Rosário

16:00 - 15 Fevereiro, 2017
Picnic Noturno: Uma experiência coletiva de apropriação dos espaços públicos em Rosário

O Parque de las Colectividades na cidade argentina de Rosário é o resultado de um projeto de regeneração urbana que converteu os antigos terrenos do porto e das ferrovias em uma enorme área verde de 30 mil metros quadrados. 

Este local foi escolhido pela Secretaria de Ambiente e Espaço Público da Prefeitura de Rosário para lançar o programa Picnic Noturno, que convida os habitantes a desfrutarem de uma experiência coletiva de cidade. 

10 Dicas para aperfeiçoar suas fotos de arquitetura

15:00 - 15 Fevereiro, 2017
10 Dicas para aperfeiçoar suas fotos de arquitetura, © Balint Alovits
© Balint Alovits

Em nossos tempos modernos, a cultura obcecada pela imagem nos faz consumir uma grande quantidade de arquitetura através de fotografias, ao invés de experiências físicas e espaciais. As vantagens da fotografia de arquitetura são muitas: permitem que as pessoas obtenham uma compreensão visual de edifícios que talvez nunca tenham a oportunidade de visitar, criando um recurso valioso que permite expandir nosso vocabulário arquitetônico. No entanto, devemos permanecer críticos em relação às desvantagens da fotografia quando se trata de arquitetura. Jeremy Till, autor de "Architecture Depends,” (Arquitetura Depende, ainda sem versão em português) resume isto no capítulo "Out of Time" (Fora do tempo): "A fotografia permite que esqueçamos o que veio antes (o sofrimento do trabalho prolongado para cumprir com a entrega de um edifício completamente formado) e o que está por vir depois (as intempéries do tempo, sujeira, usuários, reformas). Ela congela o tempo. A fotografia de arquitetura 'eleva o edifício para fora do tempo' e proporciona um consolo para os arquitetos que podem sonhar por um momento que a arquitetura é um poder estável existente por sobre as marés do tempo".

As dicas a seguir tem o objetivo de não apenas melhorar a força visual de suas fotografias de arquitetura, mas também as histórias que elas contam - indo além das imagens individuais para comunicar as relações dos edifícios com seus contextos, espaço e tempo.

© Iwan Baan © Iwan Baan © Balint Alovits © Iwan Baan +11