Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Reforma

Reforma: O mais recente de arquitetura e notícia

Demolir ou recuperar? 20 projetos de remodelação no Brasil

Um dos principais desafios das cidades contemporâneas é a renovação da infraestrutura existente visando acomodar o crescente número de habitantes urbanos. Passando à escala da arquitetura, do objeto construído, recuperar antigas estruturas para lhes atribuir novos usos e funções parece ser também um desafio e uma grande oportunidade dos tempos atuais. Nunca se construiu no ritmo que se constrói hoje no mundo, mas não se deve perder de vista as qualidades daquilo que já está construído e que pode ser reaproveitado.

Residência Torre / Andrew Maynard Architects

© Peter Bennetts © Peter Bennetts © Peter Bennetts © Peter Bennetts + 49

Ampliação  · 
Alphington, Austrália

Mouraria 53: um experimento em arquitetura e habitação

No experimento do coletivo Mouraria 53 o funcionamento do espaço, ao contrário do que ocorre normalmente em um projeto arquitetônico, começa antes da conclusão da obra e faz parte do seu desenvolvimento: exposições, apresentações, shows, oficinas e aulas funcionam como uma troca cotidiana na construção da casa. O processo possui um valor excepcional nessa iniciativa, que reúne projetos, materiais, conversas, execuções e sonhos coletivos.

Centro Cultural Daoíz y Velarde / Rafael De La-Hoz

© Alfonso Quiroga © Alfonso Quiroga © Alfonso Quiroga © Alfonso Quiroga + 12

Venturada, Espanha

Dormitório Tsukiji H / Yuichi Yoshida & associates

© Katsumi Hirabayashi © Katsumi Hirabayashi © Katsumi Hirabayashi © Katsumi Hirabayashi + 18

Apartamentos  · 
Tóquio, Japão

Showroom "Espaço sem Uso" / Kosaku Matsumoto

© Nobutada OMOTE
© Nobutada OMOTE

© Nobutada OMOTE © Nobutada OMOTE © Nobutada OMOTE © Nobutada OMOTE + 16

Showroom  · 
Japão, Japão

Residência Pinheiros / LCAC Arquitetura

© Rómulo Fialdini © Rómulo Fialdini © Rómulo Fialdini © Rómulo Fialdini + 30

Casa V12 / Ventura Estudio

© Peter Field Peck © Peter Field Peck © Peter Field Peck © Peter Field Peck + 20

Remodelação  · 
Ulloa, Espanha

O que vem causando a onda de remodelações na China?

A China parece estar no auge de uma febre de reformas e remodelações. Não apenas as ruelas (hutongs) nos centros históricos, mas também as fábricas abandonadas estão se tornando novos pólos tecnológicos ou culturais, e mesmo os edifícios com risco de colapso estão sendo reformados para prolongar sua vida útil. Por que isso está acontecendo? Quem está investindo? Como isso pode acontecer em um país onde você não pode comprar propriedades?

Nesta edição do Editor's Talk, nossas editoras do ArchDaily China compartilham o que pensam sobre essa febre de remodelações nas grandes cidades daquele país, que há anos passa por um acelerado processo de desenvolvimento.

Conheça os vencedores do Prêmio Europeu de Intervenção no Patrimônio Arquitetônico 2019

12 projetos finalistas, uma menção honrosa e 5 obras vencedoras foram anunciadas em Barcelona como resultados da 4° edição do Prêmio Europeu de Intervenção no Patrimônio Arquitetônico AADIPA.

Casa Local / Studio Bright

© Peter Bennetts
© Peter Bennetts
Ampliação  · 
Saint Kilda, Austrália

© Peter Bennetts © Peter Bennetts © Peter Bennetts © Peter Bennetts + 26

Maio no ArchDaily: Reúso

“O prédio mais verde é aquele que já está construído.” (Carl Elefante, FAIA)

A população urbana mundial dobrará até 2050, e as cidades precisam encontrar formas sustentáveis de acomodar esse movimento de massa. Muitas vezes vemos projetos sendo construídos o mais rápido possível para apoiar o crescimento. No entanto, o crescimento rápido geralmente leva a cidades e prédios sem originalidade.

Uma solução mais inteligente e sustentável é aumentar a densidade dos centros existentes, bem como recuperar as estruturas existentes através de reformas e reaproveitamentos. Mas transformar algo antigo em algo novo é um processo desafiador - requer uma visão ousada e um compromisso rigoroso com o projeto.

Parque Skate Nou Barris / SCOB

© Adrià Goula © Adrià Goula © Adrià Goula © Adrià Goula + 6

Renovação  · 
Barcelona, Espanha
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura SCOB
  • Área Área deste projeto de arquitetura

Residência DCA / Metamoorfose Studio

© Manuel Sá © Manuel Sá © Manuel Sá © Manuel Sá + 21

Renovação  · 
Vila Anglo Brasileira, Brasil

Casa Cubo / PHOOEY Architects

© Peter Bennetts Photographer © Peter Bennetts Photographer © Peter Bennetts Photographer © Peter Bennetts Photographer + 45

Renovação  · 
Melbourne, Austrália

Cobre na arquitetura: uma sala brilhante e com curvas barrocas

Este projeto de renovação de Peter Ebner + ZT GmbH trata da história do lugar e de gostos e tempos em mudança. É sobre a não necessidade de uma grande escala para melhorar radicalmente o espaço ao redor. Trata-se da beleza e o caráter da cidade, com sua vida refletida e cintilante, o céu noturno sombrio, gotas de chuva e luzes de carros que passam. É sobre pessoas que estão com muita pressa, mas que às vezes param por alguns segundos para observar algo especial, como uma sala brilhante.

© Paul Ott © Paul Ott © Paul Ott © Paul Ott + 21

Palladium Nighclub de Arata Isozaki, pelas lentes de Timothy Hursley

Em maio de 1985, um antigo teatro e sala de concertos abriu suas portas ao público para a inauguração de uma boate em Nova Iorque. O projeto fora encomendado pelos empresários Steve Rubell e Ian Schrager, proprietários do também famoso clube Studio 54, e foi concebido como uma estrutura independente, vibrante e luminosa instalada dentro de uma envoltória bastante clássica, que serviu como belo pano de fundo para as geometrias de Isozaki.

De acordo com o New York Times em sua edição de 20 de maio de 1985: “Arata Isozaki é ao mesmo tempo uma grande eminência da arquitetura japonesa e fonte de alguns de seus pensamentos mais recentes. E todas as facetas do Sr. Isozaki estão visíveis no Palladium."

© Timothy Hursley © Timothy Hursley © Timothy Hursley © Timothy Hursley + 14

FRAC Dunkerque do Lacaton & Vassal é um eco histórico em forma e conceito

Com a mudança da indústria no último século, seja em termos de forma, localização ou tipo, os espaços de produção espalhados pelo mundo ocidental foram reaproveitados. Não há dúvidas ao ver essas estruturas. As grandes janelas, tetos altos e plantas otimizadas para o trabalho fabril agora marcam os espaços da “indústria criativa”. Pense na renovação do Tate Modern (de uma antiga central elétrica) realizada pelo escritório Herzog + de Meuron, ou na recente transformação colaborativa de um pátio de locomotivas em biblioteca nos Países Baixos.