1. ArchDaily
  2. Público

Público: O mais recente de arquitetura e notícia

Bairro Maestranza Ukamau e o direito à moradia no Chile

"A cidade é conflito, assim como a sociedade é conflito, mas que conflitos são moldados e expressos em cada cidade fala de como é cada uma delas", diz a antropóloga urbana María Cristina Cravino quando se refere ao direito à cidade na América Latina. Em um contexto crescente de cidades com processos de gentrificação, onde os altos preços dos terrenos e da habitação expulsam os moradores de baixa renda, o novo bairro Maestranza Ukamau oferece um exemplo interessante que tem muito a dizer sobre possíveis caminhos de acesso à moradia pública em Santiago do Chile.

O projeto, localizado nos terrenos da antiga Maestranza de Ferrocarriles San Eugenio, no centro, entre as ruas Santiago Watt e Exposición no bairro da Estación Central, não foi projetado apenas pelo arquiteto Fernando Castillo Velasco nos últimos anos de sua vida e continuado por seu filho Cristián Castillo junto com Elías Becerra e Pamela González, mas também pela comunidade de famílias organizada nas assembléias do Movimento Social e Popular Ukamau, onde deliberaram e discutiram passo a passo o projeto de suas casas. São quase 3 hectares de terra, 424 apartamentos.

Chamada aberta para o Arquiteturas Film Festival Porto 2022

O Arquiteturas Film Festival convida cineastas, distribuidores e profissionais da indústria a submeter trabalhos que estejam relacionados com o tema de 2022, “Slow Down!”.

CANDIDATURAS NESTE LINK: https://filmfreeway.com/ArquiteturasFilmFestival

A natureza destes filmes é diversa: poderão ser curtas-metragens, longas, documentários, filmes de animação e experimentais - todos os formatos são bem-vindos. O comité de seleção é composto por Sofia Mourato, Vasco Mendes, Sara Nunes e Andreia Garcia.

O júri, a anunciar em breve, irá selecionar filmes em várias categorias de prémio - “Melhor Documentário”, “Melhor Filme de Ficção”, “Talento Emergente” (para o melhor 1º filme) e “Prémio do Público”. Esta edição traz

Harvard GSD anuncia série de eventos públicos on-line para abril

A Harvard GSD está apresentando durante o mês de abril de 2020, uma série on-line de palestras e webinários via Zoom, onde os participantes podem interagir e enviar perguntas. Acessível a todos que se registram, os eventos também são transmitidos ao vivo na página da GSD no YouTube.

Por um meio ambiente mais arRUAdor

Porventura não haverá conceito tão mais genérico e abrangente quanto impessoal e difícil de consensualizar como o meio ambiente (fixando a atenção na própria definição de meio ambiente da Conferência das Nações Unidas – o meio ambiente é o conjunto de componentes físicas, químicas, biológicas e sociais capazes de causar efeitos diretos e indiretos, em prazo curto ou longo, sobre os seres vivos e as atividades humanas – e descobrimos, de imediato, que a pacificação de um suporte conceitual comum e assertivo é difícil de atingir e de generalizar o seu reconhecimento…)

Abril no ArchDaily - Público

Na Grécia Antiga, a Polis se referia à cidade e seus cidadãos, onde um não pode existir sem o outro. É nesse cruzamento que a arquitetura pública tem a oportunidade de ajudar a construir os ideais da sociedade: um espaço onde os indivíduos se reúnem, se relacionam e se tornam cidadãos.

Pelas pessoas e para as pessoas: O que é arquitetura pública de acordo com nossos leitores

Aarhus Harbor Bath / BIG. Imagem: © Rasmus Hjortshøj
Aarhus Harbor Bath / BIG. Imagem: © Rasmus Hjortshøj

Na última semana convidamos nossos leitores pelas redes sociais a darem suas opiniões a respeito da pergunta: "O que significa arquitetura pública para você?". Essa é uma reflexão que faz parte do debate arquitetônico de forma permanente e entra em jogo em diversos tipos de projeto, sobretudo nos que se referem ao planejamento dos espaços de uso comum nas cidades.

O que significa co-living?

Muitos de nós já moramos, estão morando ou viverão em uma república de estudantes - uma boa mistura entre moradia barata e convivência intensa com amigos e colegas. Por uma quantia razoável, é possível ter um quarto individual e dividir espaços comuns. Pois, cada vez mais, não são só universitários que estão vivendo desta forma. O conceito de co-living vem se firmando como uma solução atrativa e eficaz.

Oosterwold Co-living Complex / bureau SLA. Image © Filip DujardinCortesia de WeWorkOosterwold Co-living Complex / bureau SLA. Image © Filip DujardinCortesia de WeWork+ 7

O belo e o feio na arquitetura: uma conversa entre Álvaro Siza e Souto de Moura

Parceiros de trabalho e amigos há mais de quatro décadas, Álvaro Siza e Eduardo Souto de Moura somam dois Pritzkers e uma série de outros prêmios que atraem a admiração e o respeito de qualquer profissional da arquitetura. Em conversa mediada por Isabel Lucas e publicada no jornal português Público.pt, a dupla discute os primeiros momentos dessa longa parceria que, com o passar do tempo, se transmutou em cumplicidade que permite um desenhar sobre o croqui do outro num processo que os próprios chamam de "osmose".

Mirante "Kaymanta": arquitetura participativa no Equador

Em 2015, três arquitetas italianas - Agnese Grigis, Chiara Oggioni e Marta Petteni - viajaram ao Equador para desenvolver um projeto participativo junto à comunidade de Cachiviru, localizada no Lago de San Pablo, em Otavalo. O nome do projeto é 'Kaymanta', que no idioma Kichwa significa "daqui", e se trata de um molhe-mirante que tem como objetivo ativar uma série de processos que gerem benefícios em longo prazo para a comunidade.

Cortesía de Agnese Grigis, Chiara Oggioni y Marta PetteniCortesía de Agnese Grigis, Chiara Oggioni y Marta PetteniCortesía de Agnese Grigis, Chiara Oggioni y Marta PetteniCortesía de Agnese Grigis, Chiara Oggioni y Marta Petteni+ 17

Arquivo de Álvaro Siza pode ser transferido para o Canadá

O arquivo de Álvaro Siza, cuja obra está exposta nas mais renomadas instituições culturais de todo o mundo, pode, em breve, ser transferido para o Centro Canadense de Arquitetura (Centre Canadien d’Architecture, CCA), em Montreal, uma das mais importantes instituições mundiais no campo da arquitetura.

O arquiteto confirmou nesta quarta-feira ao PÚBLICO estar “em conversações” com esta e outras instituições de diferentes países com o objetivo de “decidir o futuro a dar” aos seus arquivos. Mas recusou nomear as outras, e também não disse se entre elas se encontram entidades portuguesas.

Seis Projetos de Interesse Público vencedores de SEED Awards

Crematório Seul Memorial Park / Haeahn Architecture

Centro de Visitantes do Jardim Botânico do Brooklyn / Weiss/Manfredi

Centro de Recursos Participativos de Málaga / Natalia Muñoz Aguilar

© Duccio Malagamba