Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Poluição

Poluição: O mais recente de arquitetura e notícia

Londres passa a taxar a circulação de veículos poluentes

A partir de amanhã, 8 de abril, a Prefeitura de Londres, na Inglaterra, passará a implementar regras rígidas de emissão de poluentes e materiais particulados na região central da cidade. O objetivo é reduzir os níveis de contaminação do ar. De acordo com o prefeito londrino Sadiq Khan, essa medida pode ajudar a reduzir a incidência de doenças pulmonares e mortes prematuras relacionada à efeitos da poluição atmosférica – segundo estimativas oficiais, cerca de nove mil pessoas morrem anualmente vítimas de doenças associadas à poluição na cidade.

30 Esquemas e Detalhes Construtivos para uma Arquitetura Sustentável

A concepção do sustentável na arquitetura é fundamentada a partir do ambiente. Os múltiplos focos que são abordados em projetos a partir do conceito de sustentabilidade permitiram configurar uma diversidade de espaços habitáveis com melhores rendimentos quando comparados com outros tipos de aproximações projetuais.

Os benefícios da incorporação de vegetação - tanto em fachadas como em coberturas - e os estudos em relação ao desenho de conforto térmico e os sistemas construtivos - respeito ao material e sua manufatura - outorgam uma série de questões que permitem considerar o desenho sustentável como um fator determinante na busca de edificações que melhoram as condições de vida e respeitam seu entorno natural.

Veja uma seleção de 30 esquemas e detalhes construtivos de projetos que se destacam por sua abordagem sustentável.

Ilhas de plástico: possibilidades de reuso do lixo oceânico na arquitetura

Cortesia de Emily-Claire Goksøyr
Cortesia de Emily-Claire Goksøyr

Com o aumento do nível do mar e o consumo incessante de plástico, os oceanos têm sofrido uma rápida deterioração. Em vez de descartar ou queimar os resíduos plásticos, os arquitetos Erik Goksøyr e Emily-Claire Goksøyr questionaram se existe algum potencial arquitetônico neste material negligenciado. Ao conduzir um extenso estudo do material, a dupla projetou três protótipos para postular essa teoria.

Embora começando como uma humilde tese, este projeto está sendo atualizado sob a organização Out of Ocean. Das margens das Ilhas Koster, na Suécia, amostras de plástico foram coletadas e estudadas para o desenvolvimento de vários materiais que variam em nuances como cor, textura, luz e translucidez.

Cortesia de Emily-Claire Goksøyr Cortesia de Emily-Claire Goksøyr Cortesia de Emily-Claire Goksøyr Cortesia de Emily-Claire Goksøyr + 36

Ruas para pessoas, fim dos estacionamentos e ônibus movidos a café: Londres combate a poluição

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, lançou esse mês o esboço do novo plano para a cidade que, segundo ele, marca uma ruptura com os planos anteriores. E ele não está exagerando, já que entre as novas metas a serem perseguidas até 2029 estão a quase completa proibição de estacionamentos para carros e a construção de 650 mil novas habitações. Enquanto o plano ainda está em sua versão inicial, os esforços da capital inglesa para conter a poluição do ar fazem avançar o processo de pedestrianização de uma de suas principais avenidas centrais, a Oxford Street, e até a apostar em biocombustível derivado do café para mover os ônibus pela terra da Rainha.

Maior purificador de ar do mundo é testado na cidade de Xi'an na China

A torre de purificação de ar de 100 metros de altura construída na cidade de Xi'an na China - considerada o maior purificador de ar do mundo - melhorou consideravelmente a qualidade do ar da cidade, como sugerem os dados que estão sendo avaliados desde o início de sua operação.

Segundo pesquisadores do Institute of Earth Environment da Academia Chinesa de Ciências, a estrutura é capaz de filtrar até 10 milhões de metros cúbicos de ar por dia. Uma área de observação de 10 quilômetros quadrados está sendo monitorada. Os níveis de smog foram reduzidos à níveis moderados, até mesmo nos piores dias, uma considerável melhora em relação às péssimas condições as quais a cidade tem sido submetida ao longo dos últimos anos.

Nova Iorque é a primeira cidade a exigir que edifícios reduzam emissões de gases de efeito estufa

Recentemente, o prefeito de Nova Iorque, Bill de Blasio, anunciou novas regras para reduzir drasticamente as emissões de gases de efeito estufa da cidade. A ideia é fazer com que os proprietários dos edifícios modernizem seus prédios com projetos que visem a redução do impacto ambiental.

A queima de combustíveis fósseis utilizados para disponibilizar calefação e água quente em edifícios é a maior fonte de emissão de gases de efeito estufa da cidade de Nova Iorque. Em breve, espera-se que haja melhorias em aquecedores de água quente, telhados e janelas, caldeiras e sistemas de distribuição de calor.

Projeto busca requalificar a relação da Índia com o rio Ganges

A empresa Morphogenesis, com sede em Déli, concluiu recentemente uma proposta para um projeto que reabilita e desenvolve os ghats (escadarias que levam ao rio) e crematórios ao longo de um trecho de 210 quilômetros do rio Ganges, o rio mais longo da Índia. O projeto, intitulado "A River in Need", faz parte da Missão Nacional de Ganges Limpa (NMCG), uma empresa do Ministério dos Recursos Hídricos do Governo indiano formada em 2011 com dois objetivos: garantir uma redução efetiva da poluição do rio além de conservá-lo e revitalizá-lo.

Organização Seccional do Programa. Imagem Cortesia de Morphogenesis Ghat típico no nível de água normal. Imagem Cortesia de Morphogenesis Layout de Crematório. Imagem Cortesia de Morphogenesis Colunas inteligentes para criar espaço sombreado. Imagem Cortesia de Morphogenesis + 23

Pesquisadores do RMIT desenvolvem tijolo feito com bitucas de cigarro

O lixo de alguns é o material construtivo de outros. Pesquisadores do Royal Melbourne Institute of Technology (RMIT University)  desenvolveram uma técnica para fazer tijolos a partir de uma dos descartes mais comuns do mundo: bitucas de cigarro. Liderada pelo Dr. Abbas Mohajerani, a equipe descobriu que produzir tijolos de argila com apenas 1 porcento de sua massa oriunda de bitucas de cigarro poderia equilibrar a poluição causada pela produção anual de cigarros e, ao mesmo tempo,  produzir tijolos mais leves e eficientes. 

Vídeo da NASA mostra como se espalha a poluição da terra

Este ano o nível de dióxido de carbono (CO2) em grande parte da atmosfera do hemisfério norte superou as 400 partes por milhão. Segundo a NASA, esse é um nível inédito mesmo durante a Revolução Industrial, momento em que as taxas alcançaram 270 partes por milhão.

Baseando-se nisso e com o objetivo e monitorar as emissões e fluxos de CO2, a NASA criou o Nature Run, o primeiro visualizador que mostra como se espalha a poluição pela atmosfera.

Diferente dos sistemas usados pela meteorologia, este conta com uma resolução 64 vezes maior, o que permite simular o movimento das emissões das indústrias e dos vulcões, além do pó, vapor de água, sal marinho em suspensão e outros tipos de partículas.

Mais informações a seguir.

“Ciudades de Noche”: Um projeto para medir e reduzir a poluição luminosa

Desde 2003, a Estação Espacial Internacional da NASA tem feito e publicado em seu site fotografias noturnas de cidades. Entre outros fins, estas imagens têm sido usadas para identificar o alcance da poluição luminosa, considerada um fator que afeta a qualidade de vida nas cidades.

A partir destas imagens, um grupo de pesquisadoras da Universidad Complutense de Madrid (UCM) decidiu realizar a investigação “Ciudades de Noche”. Do que se trata este estudo? Mais detalhes na continuação.

As cidades mais poluídas do mundo segundo a OMS (2014)

A contaminação atmosférica de 1.600 cidades de 91 países, entre 2008 e 2013, foi analisada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que tinha como meta estabelecer quais são as cidades mais contaminadas do mundo.

No informativo, as 10 cidades mais contaminadas foram determinadas de acordo com os níveis de Material Particulado 2,5, o mais perigoso para a saúde humana devido ao seu pequeno tamanho que permite com que ele penetre mais facilmente no organismo, provocando doenças respiratórias e cardíacas. Os resultados mostraram que dentre as 10 cidades com maiores níveis de MP 2,5, 6 são indianas.

De acordo com os resultados, a OMS calculou que a contaminação ambiental foi a causa da morte de 3,7 milhões de pessoas com menos de 60 anos em 2012 e que somente 12% da população mundial que vive nas cidades respira ar puro.

A criação de ruas verdes poderia reduzir em 30% a poluição no Reino Unido