1. ArchDaily
  2. Playground

Playground: O mais recente de arquitetura e notícia

A cidade como um jogo de peças

A alteridade é fundamental para o desenvolvimento humano. Se privado de estímulos variados, o cérebro não se desenvolve, perde a plasticidade e se deteriora como um músculo atrofiado. Tal argumento é amplamente aceito quando se trata de relações sociais, atividades cognitivas ou físicas. E quanto aos estímulos promovidos pelo ambiente construído?

Para além da habitação temporária: cinco exemplos de infraestrutura social para refugiados

© Y. MeiriCourtesy of CatalyticAction© Filippo Bolognese© Shidhulai Swanirvar Sangstha+ 6

Ao longo da história do planeta terra, a migração humana - seja em busca de alimento, abrigo ou melhores condições de vida - tem sido a norma e nunca a exceção. Atualmente, no entanto, estamos testemunhando um fenômeno migratório sem precedentes. Segundo números publicados pelas Nações Unidas, mais de 68,5 milhões de pessoas encontram-se bem longe de suas casas no presente momento; os números oficiais apontam para mais de 25 milhões de refugiados, dos quais, mais da metade tem menos de dezoito anos. Entre outros fatores, os conflitos que os países do chamado "primeiro mundo" levam para países como a Síria e Mianmar, estão transformando algo que está na natureza do homem - o processo migratório - em uma crise sem precedentes e um dos principais desafios do século XXI.

Projetos emergenciais geralmente são associados à catástrofes naturais como terremotos e tsunamis. Abrigos emergenciais tem sido projetados e construídos ao longo dos últimos anos com mais e mais frequência e em números cada vez maiores. Mas até hoje, por incrível que pareça, projetos de habitação emergencial que possam proporcionar mais dignidade à vida de milhões de refugiados não tem  recebido apoio suficiente e muito menos, a atenção devida por parte da nossa comunidade internacional de arquitetos. Questões importantíssimas permanecem sem respostas: Como adaptar as nossas cidades para poder atender às necessidades mais urgentes criadas pelo cada vez mais intenso processo de migração? Como podemos garantir que nossas comunidades sejam capazes de absorver e integrar refugiados e migrantes em seu tecido urbano e contextos culturais, econômicos e sociais?

No dia mundial dos refugiados, queremos chamar a atenção de todos os arquitetos e arquitetas, divulgando cinco exemplos brilhantes de projetos sociais ao redor do mundo - escolas, hospitais e centros comunitários - especificamente aqueles criados para dar abrigo e uma vida mais digna para populações deslocadas e refugiados.

Snarkitecture projeta instalação lúdica na orla de Hong Kong

O estúdio colaborativo de design Snarkitecture, de Nova Iorque, divulgou sua mais recente instalação interativa que traz um sentido lúdico para a orla de Hong Kong. Intitulada BOUNCE, a instalação apresenta centenas de bolas saltitantes contidas em um espaço definido semelhante a uma gaiola e convida o público a interagir com estes elementos.

O trabalho do estúdio se distribui por três locais: a zona portuária de Harbour City, uma instalação interna no Ocean Center intitulada “Gallery by the Harbour” e um “Eyeball Maze” infantil no Ocean Terminal.

Gallery by the Harbour. Cortesia de SnarkitectureBOUNCE. Cortesia de SnarkitectureBOUNCE. Cortesia de SnarkitectureEyeball Maze. Cortesia de Snarkitecture+ 26

Hefei Wantou & Vanke Paradise Art Wonderland Fase 1 / ASPECT Studios

© arch-exist© arch-exist© arch-exist© arch-exist+ 22

  • Arquitetos: ASPECT Studios
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  15
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: HAGS Global

Esta coluna de concreto complexa foi feita através de impressão tridimensional

Enquanto a impressão 3D em grande escala para a arquitetura continua a ser uma área de pesquisa muito movimentada, a empresa XtreeE, com sede na França, vem usando o concreto impresso 3D em projetos desde 2015. Sua mais recente criação é uma estrutura de suporte orgânica para um parque infantil em Aix -en-Provence.

Cortesia de XtreeECortesia de XtreeECortesia de XtreeECortesia de XtreeE+ 11

Paisagens arquitetônicas fornecem terapia para crianças com autismo

© Sean Ahlquist, Universidade de Michigan
© Sean Ahlquist, Universidade de Michigan

Esse artigo foi publicado originalmente em Redshift, como "Architecture for Autism Could Be a Breakthrough for Kids With ASD."

Os bons arquitetos sempre projetaram com sensações táteis em mente, do grão da madeira em um corrimão, ao tapete grosso e peludo, em uma creche. É uma maneira eficaz de envolver todos os sentidos, conectando os olhos, a mão e a mente de maneiras a criar ambientes mais interessantes.

Mas um professor de arquitetura da Universidade de Michigan em Ann Arbor está trabalhando em um ambiente de arquitetura tátil para autistas que faz muito mais do que oferecer aos visitantes uma experiência háptica agradável e diversificada: É uma forma de terapia para crianças como sua filha Ara, de 7 anos de idade, que tem Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Baixe arquivos CAD para teu projeto: parques infantis e equipamentos para espaço público

Com o objetivo de apoiar os projetos de nossos leitores, a empresa UrbanPlay compartilhou conosco uma série de arquivos em formato .DWG de seus diferentes modelos de brinquedos e equipamentos para o espaço público. Você pode fazer o download dos arquivos (2D e 3D) neste artigo.

Veja todas as opções de download, a seguir.

Casas de bonecas para caridade: Como um concurso de projeto conseguiu angariar fundos para crianças em situação de risco

Você já cogitou projetar uma casa perfeitamente cúbica? É pouco provável, a menos que você estivesse envolvido no evento da Dallas CASA, "Desfile de Casas de Bonecas". Há 25 anos, a associação convidou arquitetos, designers e construtores a conceber, construir e doar casas de bonecas para arrecadar fundos para crianças abusadas e negligenciadas. Todo ano, as pequenas casas são exibidas no Northpark Mall - o principal centro cultural de Dallas - onde as pessoas podem comprar rifas de US$ 5 para ganhar uma das casas expostas.

O Arquiteto Bob Borson concebeu suas duas primeiras casas para Dallas CASA em 2009, antes de iniciar seu popular blog Life of an Architect e, posteriormente lançar o "Concurso de Projeto The Life of an Architect". A ideia surgiu em 2010, quando um grande número de arquitetos sofreu com a crise econômica. Como Borson explica: "Eu queria propor um concurso de projeto de casas de bonecas aberto a outros arquitetos para que eles pudessem permanecer ligados à profissão de arquitetura." Isso também exigiu que Borson arrecadasse dinheiro e encontrasse construtores para construir os projetos. "Eu sempre cobri todas as despesas para que o concurso continuasse com entrada livre - as casas de bonecas eram para caridade e parecia que era a coisa certa ser feita", refletiu Borson.

Casa “Amor & Paz”, Mashrur Dewan (2016). Imagem Cortesia de The Life of an ArchitectCasa “Cuidado”, Zach George e Taylor Proctor (2016). Imagem Cortesia de The Life of an ArchitectCasa “Diga Queijo!”, Manuel Millán (2016). Imagem Cortesia de The Life of an ArchitectCasa “Janela Contínua”, Toda Junya (2016) . Imagem Cortesia de The Life of an Architect+ 58

CatalyticAction projeta parques infantis para crianças refugiadas no Líbano

"Dentro de programas humanitários as crianças muitas vezes se tornam invisíveis." (Marc Sommers)

A guerra civil na Síria obrigou milhares de famílias a deixarem suas casas em busca de lugares seguros para continuar suas vidas. Muitas famílias se mudaram para o Líbano, onde a ONU ergueu uma série de assentamentos informais. Embora eficaz no fornecimento de abrigo, eles não fornecem soluções específicas para crianças, muitas dos quais tiveram seus estudos interrompidos e não têm espaços públicos equipados para praticar esportes e interagir com outras crianças.

Em resposta a esta situação, os arquitetos da CatalyticAction projetaram e construíram um parque infantil em uma das escolas desenvolvidas pela Fundação Kayany e pelo Centro de Engajamento Cívico e Serviços Comunitários da Universidade Americana de Beirute, envolvendo crianças ao longo de todo o processo e permitindo que a estrutura seja facilmente desmontada, transportada e remontada ou reaproveitada.

Cortesia de CatalyticAction Cortesia de CatalyticAction Cortesia de CatalyticAction Cortesia de CatalyticAction + 23

Casinhas de criança baseadas na arquitetura japonesa contemporânea

O designer barcelonense David Lamolla, do estúdio SmartPlayhouse, desenvolveu casinhas de criança baseadas em estilos arquitetônicos contemporâneos, tendo como objetivo criar espaços de diversão que sejam também elementos escultóricos. Sua série de casinhas Kyoto é inspirada na arquitetura minimalista japonesa e toma a forma do edifício Mikimoto Ginza 2 de Toyo Ito.

Playground de tambores na Casa Daros / Basurama

Quando levantamos os pés do chão começam acontecer coisas extraordinárias. Quando nos elevamos desse solo onde estamos acostumados ficar, também saímos de nosso espaço de conforto e olhamos pra coisas que normalmente não percebemos, abrindo as portas e as janelas da aprendizagem.

Cortesia de BasuramaCortesia de BasuramaCortesia de BasuramaCortesia de Basurama+ 10

Playground Ciclo de Conferências: atelier ASPA + atelier MOOV

...e quando se fala de cada projeto como um campo de reflexão e experiência onde o rigor geométrico é fundamental, para que a forma adquira a sua própria autonomia e se transforme em significado...

Dia 30 de maio, quinta-feira, às 21h00, palestra com atelier ASPA e atelier MOOV

Temporada de arquitetura na Galeria Boavista

Rua da Boavista, 50, Lisboa, Portugal

Conheça a artista por trás desses surpreendentes playgrounds

Wonder Space II, by Toshiko Horiuchi MacAdam and Interplay, at Hakone Open Air Museum. Photo © Masaki Koizum.
Wonder Space II, by Toshiko Horiuchi MacAdam and Interplay, at Hakone Open Air Museum. Photo © Masaki Koizum.

Toshiko Horiuchi MacAdam é conhecida por seus enormes e coloridos esculturas/playgrounds. O exemplo mais famoso de seu trabalho é a extensa estrutura-rede dentro do Pavilhão "Woods of Net" Pavilion no Hakone Open Air Museum no Japão - na qual Horiuchi MacAdam tricota, inteiramente a mão, no período de um ano.

Nós reservamos um momento para conversar com a Sra. Horiuchi MacAdam sobre o Pavilhão e seus outros trabalhos, como eles ligam o mundo da arte e da arquitetura, e como eles convidam o mundo para brincar. Você pode ler a entrevista, e ver mais imagens dessas estruturas fantásticas, abaixo...

© Masaki Koizum© Masaki KoizumWonder Space II, by Toshiko Horiuchi MacAdam and Interplay, at Hakone Open Air Museum. Photo © Masaki Koizum.Wonder Space II, by Toshiko Horiuchi MacAdam and Interplay, at Hakone Open Air Museum. Photo © Masaki Koizum.+ 19

Arte e Arquitetura: Espaço Lúdico - Escola Classe 304 / MGS

Bienal de Veneza 2012: "CANCHA – Chilean Soilscapes" / Pavilhão do Chile

Arte e Arquitetura: Arquitetura para a diversão