1. ArchDaily
  2. Palha

Palha: O mais recente de arquitetura e notícia

De paredes de terra a coberturas em palha: 10 técnicas de bioconstrução

A bioconstrução consiste no processo construtivo através de materiais e técnicas de baixo impacto ambiental, além da adequação da arquitetura às condições locais e tratamento de resíduos durante a ocupação do edifício. Portanto, construir com base nesses princípios não significa necessariamente utilizar materiais ditos sustentáveis, que frequentemente precisam ser transportados por longas distâncias ou passar por algum processo de pré-fabricação antes de serem empregados, mas utilizar materiais, técnicas e mão-de-obra locais, tendo como base estratégias vernaculares que levam em consideração estes fatores.

Parede construída a partir da técnica de taipa de pilão. Cortesia de Hive Earth© Trajinus, via Wikimedia Commons; sob licença Creative CommonsMasoro Village Project / GA Collaborative. Imagem © Riaan HoughCatenarius / Ramiro Meyer. Imagem © Federico Cairoli+ 12

Rusticidade contemporânea: 9 projetos que utilizam palha

Assim como a pedra, a madeira e outros materiais naturais, desde os primórdios da história mundial o Homem já utilizava a palha como material construtivo. Contanto, com o advento de novas tecnologias, como é o caso do concreto, e a ideia de Progresso  alavancada com a revolução Industrial e consequentemente, com o surgimento do aço, parte dos materiais anteriormente utilizados perderam força e foram massivamente substituídos por outras tecnologias.

8 Materiais comuns que são sustentáveis (mas você não sabia)

Sustentabilidade. Uma palavra que foi inserida em nossas mentes desde o início de nossas carreiras como arquitetos. Assumimos nossa responsabilidade com o planeta e as gerações futuras quando projetamos edifícios socialmente conscientes. De painéis solares a vidros triplos, tentamos de tudo.

Como (e por que) integrar terra e bambu em um projeto de arquitetura

Ao conhecer e analisar as múltiplas possibilidades construtivas e arquitetônicas do bambu, é natural que surjam as seguintes perguntas: Como aproveitar suas qualidades e potencializar seu uso em climas mais frios, que requerem necessariamente uma espessura que possibilite o isolamento de paredes, pisos e coberturas? O que ocorre se mesclarmos com materiais que complementares?

Conversamos com Penny Livingston-Stark, arquiteta e professora de permacultura que tem trabalhado durante 25 anos no campo dos projetos regenerativos com base em materiais naturais não-tóxicos, para aprofundar as oportunidades na junção entre terra e bambu.

Terra e bambu são extremamente compatíveis. Oferecem diferentes capacidades. Complementam-se maravilhosamente. Ambas requerem condições similares, como a transpiração. 

© José Tomás Franco© José Tomás Franco© José Tomás Franco© José Tomás Franco+ 26

Workshop na Itália constrói estruturas de taipa para resgatar tradições

Em um workshop de 12 dias, a Building Trust International e a Terraepaglia juntaram-se ao Instituto Técnico Agrícola Ciuffelli em Todi, Itália, com o objetivo de explorar uma série de técnicas de construção com solo cru. Além de produzir tijolos terrestres e estruturas de terra batida - em colaboração com especialistas como Eliana Baglioni e Pouya Khazaeli-, uma parede curva foi erguida com uma estrutura de madeira e uma estrutura de cana, sobre a qual uma enorme camada de terra e palha foi espalhada.

A atividade gerou uma série de espaços internos como um tipo de laboratório, para mostrar os métodos construtivos e os materiais in loco.

© Elettra Melani, Building Trust international© Elettra Melani, Building Trust international© Elettra Melani, Building Trust international© Elettra Melani, Building Trust international+ 11

Em Detalhe: Madeira, Palha e Adobe / Centro Holístico Punto Zero

Com o desafio de gerar o mínimo impacto no entorno natural, o Centro Holístico Punto Zero - desenvolvido pelos arquitetos do escritório Dio Sustentable - ergue-se a base de materiais ecológicos e sistemas limpos de geração de energia, além de incorporar a permacultura e o estudo de geometrias sagradas durante o processo de projeto.

Veja como seus diferentes edifícios são construídos em madeira, palha e adobe, através de uma série de detalhes, a seguir.

© Jean Pierre Marchant y Fernando J. Romero© Jean Pierre Marchant y Fernando J. Romero© Jean Pierre Marchant y Fernando J. Romero© Jean Pierre Marchant y Fernando J. Romero+ 45

Georges Batzios Architects propõe centro cultural revestido de palha

A proposta de George Batzios Architects para o Centro Cultural Konaki Averof na Grécia apresenta um enfoque sustentável para revigorar um local histórico. O projeto combina elementos da arquitetura e da agricultura para reparar uma estrutura existente com referência nas planícies de Tesalia. A nova arquitetura recria os revestimentos de palha, regenerando o "ambiente dourado" que caracterizou a região no século XIX.

Agricultural Montain / Grupo IUT

Esperanza Dos / al bordE

© Sebastián Melo

Mercado de Yusuhara / Kengo Kuma & Associates

Casa na Comporta / Aires Mateus