1. ArchDaily
  2. Arquitetas E Arquitetos Negros

Arquitetas E Arquitetos Negros: O mais recente de arquitetura e notícia

O Laboratório do Futuro: Bienal de Arquitetura de Veneza anuncia tema da edição de 2023

De 20 de maio a 26 de novembro de 2023, a 18ª Exposição Internacional de Arquitetura ocupará os espaços do Giardini, Arsenale e outros locais de Veneza. Intitulada O Laboratório do Futuro, a mostra foi anunciada hoje pelo presidente da Biennale di Venezia, Roberto Cicutto, e pela curadora da exposição, Lesley Lokko.

O tema e título desta edição considerará o continente africano como protagonista do futuro. “Há um lugar neste planeta onde todas essas questões de equidade, raça, esperança e medo convergem e se unem. África. A nível antropológico, somos todos africanos. E o que acontece na África acontece com todos nós”, explica Lokko.

O Laboratório do Futuro: Bienal de Arquitetura de Veneza anuncia tema da edição de 2023O Laboratório do Futuro: Bienal de Arquitetura de Veneza anuncia tema da edição de 2023O Laboratório do Futuro: Bienal de Arquitetura de Veneza anuncia tema da edição de 2023O Laboratório do Futuro: Bienal de Arquitetura de Veneza anuncia tema da edição de 2023+ 14

“Arquitetura é mais que arte e muito mais do que edifícios”: uma conversa com Francis Kéré

Conheça o vencedor do Prêmio Pritzker de Arquitetura, Francis Kéré, em uma entrevista ao Louisiana Channel em que ele conta sobre sua visão de arquitetura. Como a nota oficial do Prêmio Pritzker de Arquitetura diz "por meio de edifícios que demonstram beleza, modéstia e invenção, e pela integridade de sua arquitetura e gesto, Keré assume graciosamente a missão deste prêmio", de maneira contínua "empoderando e transformando comunidade através do processo da arquitetura".

“Arquitetura é mais que arte e muito mais do que edifícios”: uma conversa com Francis Kéré“Arquitetura é mais que arte e muito mais do que edifícios”: uma conversa com Francis Kéré“Arquitetura é mais que arte e muito mais do que edifícios”: uma conversa com Francis Kéré“Arquitetura é mais que arte e muito mais do que edifícios”: uma conversa com Francis Kéré+ 21

Rompendo barreiras: o mês da história negra nos EUA

Pouco menos de dois anos após o início de uma pandemia global, a inclusão na profissão de arquiteto infelizmente ainda é um tema limitado. Uma pesquisa de 2020 do Architects' Journal do Reino Unido revelou uma quantidade preocupante de obstáculos para arquitetos negros naquele país. Nos Estados Unidos, por sua vez, profissionais negros renomados, como Mabel O. Wilson, do Studio &, questionaram a natureza eurocêntrica de uma grande quantidade de estudos arquitetônicos.

Rompendo barreiras: o mês da história negra nos EUARompendo barreiras: o mês da história negra nos EUARompendo barreiras: o mês da história negra nos EUARompendo barreiras: o mês da história negra nos EUA+ 12

David Adjaye é o primeiro vencedor do Prêmio Charlotte Perriand

Elogiado pelas suas impactantes contribuições à arquitetura, design e comunidade, Sir David Adjaye foi reconhecido com primeiro o Prêmio Charlotte Perriand, uma honra criada pelo Créateurs Design Awards que reconhece a excelência e integridade na indústria do design. O fundador da Adjaye Associates foi selecionado pelas suas realizações que "vão além de marcos na cidade", e pela sua abordagem holística e impactante no desenvolvimento de tipologias residenciais, comerciais e culturais.

David Adjaye é o primeiro vencedor do Prêmio Charlotte PerriandDavid Adjaye é o primeiro vencedor do Prêmio Charlotte PerriandDavid Adjaye é o primeiro vencedor do Prêmio Charlotte PerriandDavid Adjaye é o primeiro vencedor do Prêmio Charlotte Perriand+ 5

MoMA inaugura exposição "Reconstruções: Arquitetura e Negritude na América"

O Museu de Arte Moderna de Nova Iorque inaugurou recentemente a exposição Reconstructions: Architecture and Blackness in America [Reconstruções: Arquitetura e Negritude na América], quarto desdobramento da série Issues in Contemporary Architecture. Investigando as interseções da arquitetura, negritude e racismo no contexto dos Estados Unidos, a exposição e a publicação que a acompanha examinam a arquitetura contemporânea no contexto de como o racismo sistêmico fomentou histórias violentas de discriminação e injustiça nos EUA.

MoMA inaugura exposição Reconstruções: Arquitetura e Negritude na AméricaMoMA inaugura exposição Reconstruções: Arquitetura e Negritude na AméricaMoMA inaugura exposição Reconstruções: Arquitetura e Negritude na AméricaMoMA inaugura exposição Reconstruções: Arquitetura e Negritude na América+ 7

Leilão com trabalhos de David Adjaye e Daniel Libeskind levanta fundos para combater racismo na profissão

Recém lançada, a Architecture for Change (ARCH ) é uma iniciativa sem fins lucrativos dedicada a combater o racismo sistêmico na indústria da arquitetura e construção civil. Como parte de sua primeira série de ações, a ARCH realizou um leilão online com obras — esboços, maquetes, plantas, fotografias etc. — doadas por alguns dos mais importantes nomes da arquitetura contemporânea, incluindo Sir David Adjaye, Daniel Libeskind, Michel Rojkind, David Rockwell, Jennifer Bonner, Trey Trahan entre outros.

Bienal de Arquitetura de Chicago divulga o tema e o diretor artístico da edição de 2021

Refletindo sobre a atual situação global, a Bienal de Arquitetura de Chicago (CAB) reinventou sua edição de 2021 buscando fomentar debates sobre a “interseção da arquitetura e do design com questões críticas como saúde, sustentabilidade, equidade e justiça racial”. A Bienal também nomeou David Brown, designer, pesquisador e professor da Escola de Arquitetura da Universidade de Illinois, como o Diretor Artístico da quarta edição, intitulada The Available City [A Cidade Disponível].

"Cresci onde a arquitetura foi projetada para oprimir": Wandile Mthiyane sobre impacto social e educação na África do Sul

A justiça do projeto é baseada na experiência pessoal e construída por meio de ações cotidianas. Wandile Mthiyane é um arquiteto que personifica essa ideia, um ativista que cresceu em Durban, na África do Sul, durante o Apartheid. Desde jovem sentiu-se atraído pela construção e pelo design, um contexto diretamente ligado à sua infância. Com o tempo, percebeu que queria construir um futuro melhor trabalhando para desfazer os efeitos arquitetônicos da segregação racial institucionalizada. Hoje, Wandile é reconhecido por estratégias que geram impacto social, incluindo seu trabalho para transformar sua cidade natal, Durban.

Cresci onde a arquitetura foi projetada para oprimir: Wandile Mthiyane sobre impacto social e educação na África do SulCresci onde a arquitetura foi projetada para oprimir: Wandile Mthiyane sobre impacto social e educação na África do SulCresci onde a arquitetura foi projetada para oprimir: Wandile Mthiyane sobre impacto social e educação na África do SulCresci onde a arquitetura foi projetada para oprimir: Wandile Mthiyane sobre impacto social e educação na África do Sul+ 15

Em busca de uma identidade para a arquitetura angolana: entrevista com o grupo BANGA

O momento talvez nunca tenha sido tão propício a investirmos nossas energias em projetos virtuais, afinal, fomos parcialmente privados do contato com o mundo concreto das coisas. Explorando a particularidade do momento atual e a potência de engajamento da internet, um grupo de arquitetas e arquitetos de Angola deu início a um trabalho ambicioso: buscar uma nova identidade para a arquitetura angolana.

Formado por Yolana Lemos, Kátia Mendes, Mamona Duca, Elsimar de Freitas e Gilson Menses, o Grupo BANGA é responsável pelo projeto Cabana de Arte, que une os esforços de jovens arquitetos e artistas de Angola em trabalhos virtuais que buscam trazer visibilidade a profissionais emergentes e aproximar a arquitetura do cotidiano das pessoas.

Leia, a seguir, a entrevista realizada com o grupo.

Em busca de uma identidade para a arquitetura angolana: entrevista com o grupo BANGAEm busca de uma identidade para a arquitetura angolana: entrevista com o grupo BANGAEm busca de uma identidade para a arquitetura angolana: entrevista com o grupo BANGAEm busca de uma identidade para a arquitetura angolana: entrevista com o grupo BANGA+ 8

Sir David Adjaye é premiado com a RIBA Royal Gold Medal 2021

O Royal Institute of British Architects (RIBA) acaba de anunciar que Sir David Adjaye é o vencedor da Royal Gold Medal 2021. Uma das maiores honrarias do mundo da arquitetura, a medalha é concedida como reconhecimento ao conjunto da obra, "a uma pessoa ou grupo de pessoas que tiveram uma influência significativa, direta ou indiretamente, no avanço da arquitetura".

Um novo modelo urbano para outro projeto de sociedade: uma entrevista com Tainá de Paula

Tainá de Paula. Imagem: Divulgação
Tainá de Paula. Imagem: Divulgação

Abordar o contexto de ampliação das diferenças políticas e crescentes desigualdades econômicas. Um novo contrato espacial. Apreender como viveremos juntos. As indagações trazidas por Hashim Sarkis, curador da próxima Bienal de Veneza, podem levantar importantes questões sobre como a arquitetura atravessa e concretiza os conflitos sociopolíticos. Para compreender um ponto de vista descentralizado e que aponta para outras possibilidades além das impostas por um pensamento normativo, entrevistamos Tainá de Paula, arquiteta e mobilizadora comunitária em áreas periféricas.

Tainá de Paula e Guilherme Wisnik conversam sobre exclusão racial, crise sanitária e sociedade

Precariedade urbana, vulnerabilidade social, exclusão racial, crise sanitária, hecatombe ambiental, Estado genocida. Insatisfação crescente nas ruas, falseamento de dados sobre a pandemia, recessão econômica. Que pactos sociais e políticos serão possíveis para reformular a democracia num país esfacelado? Guilherme Wisnik conversa com Tainá de Paula, arquiteta e urbanista, ativista das lutas urbanas, mestre em Urbanismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Como Paul Revere Williams se tornou o primeiro afro-americano a receber a maior honraria do AIA

Este mês, o Instituto Americano de Arquitetos (AIA) anunciou o ganhador da Medalha de Ouro 2017, Paul Revere Williams. Apesar da altíssima taxa de produção de sua carreira de cinco décadas, aqueles que não estão familiarizados com a arquitetura dos primeiros anos de Hollywood podem ser perdoados por não reconhecer o nome de Williams. Mas ele é notável por ter projetado cerca de 3.000 edifícios, por ser "o arquiteto das estrelas", incluindo, entre muitos outros, Frank Sinatra ... e por ser o primeiro membro negro do AIA.

Como Paul Revere Williams se tornou o primeiro afro-americano a receber a maior honraria do AIAComo Paul Revere Williams se tornou o primeiro afro-americano a receber a maior honraria do AIAComo Paul Revere Williams se tornou o primeiro afro-americano a receber a maior honraria do AIAComo Paul Revere Williams se tornou o primeiro afro-americano a receber a maior honraria do AIA+ 7

A Arquitetura precisa reconhecer, além do papel social, os debates sobre Raça e Gênero / Stephanie Ribeiro

Resolvi fazer arquitetura de forma bem inocente depois de ter feito vários testes vocacionais que encontrei no Google. Quando descobri ser um dos cursos mais concorridos nas universidades públicas brasileiras, pensei em desistir. Mas já estava fisgada pela história da arquitetura e seu papel social.

Entretanto, nada é perfeito. Arquitetura e Urbanismo é um dos cursos mais elitizados nas mais renomadas universidades brasileiras e isso reflete também para fora das salas de aula. O arquiteto passou a servir aos mais ricos, deixando de lado as necessidades urbanas e os mais pobres.