Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Simon Menges

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Xixi Wetland Estate / David Chipperfield Architects

© Simon Menges © Simon Menges © Simon Menges © Simon Menges + 27

Apartamentos  · 
Hangzhou, China
  • Arquitetos: David Chipperfield
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 11800.0 m2
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2015

James-Simon-Galerie / David Chipperfield Architects

© Ute Zscharnt for David Chipperfield Architects © Ute Zscharnt for David Chipperfield Architects © Simon Menges © Simon Menges + 39

Ampliação  · 
Berlim, Alemanha

Ginásio de Esportes / Atelier st

© Simon Menges © Simon Menges © Simon Menges © Simon Menges + 16

Ginásio  · 
Zwickau, Alemanha
  • Arquitetos: Atelier st
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 1.85
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2019

Evocando Quatremère de Quincy, Entre a Tradição e a Invenção da Arquitetura

A obra do escritório catalão Barozzi Veiga é explorada a partir da tensão entre tradição e invenção na arquitetura, neste artigo de João Paulo Rapagão, publicado através da parceria com a AMAG.

Iconic Awards 2019: David Chipperfield é premiado como "arquiteto do ano"

Os vencedores do ICONIC AWARDS 2019: Innovative Architecture competition, foram anunciados. Os prêmios de Arquiteto do Ano e Designer de Interiores do Ano foram, respectivamente, concedidos a David Chipperfield Architects e Snarkitecture. Quanto ao prêmio Cliente do Ano, foi dado à cidade de Freiburg im Breisgau, na Alemanha.

Novo museu de David Chipperfield é inaugurado em Berlim

A James-Simon-Galerie, projetada por David Chipperfield, foi inaugurada na Ilha dos Museus em Berlim. O projeto funciona como uma nova entrada entre o canal Kupfergraben e o Neues Museum. O projeto foi planejado para receber um grande número de visitantes e abrigar todas as instalações adicionais necessárias ao museu.

James-Simon-Galerie. Imagem © Ute Zscharnt James-Simon-Galerie. Imagem © Simon Menges James-Simon-Galerie. Imagem © Simon Menges James-Simon-Galerie. Imagem © Ute Zscharnt + 9

Aprendendo com os mestres seis formas de projetar com a luz natural

A luz é uma importante, embora complexa, ferramenta na arquitetura. Não apenas proporciona atmosfera, textura e vitalidade, mas é cada vez mais essencial em uma época onde a tecnologia nos afasta da natureza. Neste trecho do novo livro de Mary Guzowski, The Art of Architectural Daylighting, a autora introduz a ciência e a arte da iluminação natural - e detalha seis maneiras pelas quais os mestres abordam o desafio.

Arquitetura escolar: 70 exemplos em plantas e cortes

Escolas e instituições de ensino são estruturas complexas de projetar. Elas devem oferecer uma diversidade de espaços para aprendizado, mas também considerar atividades esportivas e recreacionais. Além de possuírem, geralmente, grandes dimensões, o maior desafio no projeto de edifícios escolares é conceber espaços que fomentem apropriações positivas pelas crianças. A seguir, compilamos 70 projetos escolares acompanhados de seus desenhos que podem servir de inspiração para seus próximos projetos educacionais.

Escola de Música / BAROZZI VEIGA

© Simon Menges © Simon Menges © Simon Menges © Simon Menges + 13

Renovação  · 
Bruneck, Itália
  • Arquitetos: BAROZZI VEIGA
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 2200.0 m2
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2017

Fábrica Inteligente Trumpf Chicago / Barkow Leibinger

© Steve Hall © Hall + Merrick Photographers © Steve Hall © Hall + Merrick Photographers © Steve Hall © Hall + Merrick Photographers © Steve Hall © Hall + Merrick Photographers + 39

Showroom  · 
Hoffman Estates, Estados Unidos
  • Arquitetos: Barkow Leibinger
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 5295.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2017

Três projetos portugueses entre os finalistas do FAD 2017

Foram divulgados os projetos finalistas para os Prêmios FAD de Arquitetura e Interiores, o FAD Internacionais e o FAD de Pensamento e Crítica, convocados por ARQUIN-FAD, a Associação Interdisciplinar de Projeto do Espaço de FAD. O júri, coordenado por Belém Moneo, Johan Celsing e Anna Calvera respectivamente em cada uma das categorias, elegeu os finalistas, entre 463 projetos.

23 Exemplos de museus impressionantes no mundo

Projetar um museu é sempre um desafio arquitetônico emocionante. Os museus muitas vezes vêm com suas próprias necessidades e limitações - desde museus de arte que precisam de espaços especializados para preservar as obras, até enormes coleções que requerem um extenso espaço de arquivos. Em homenagem ao Dia Internacional dos Museus, selecionamos 23 museus emblemáticos que fazem parte de nossa base de dados, com cada editor do ArchDaily explicando o que torna esses edifícios tão impressionantes.

Guia de arquitetura da Cidade do México: 30 lugares que todo arquiteto deveria conhecer

Entre os núcleos mais populosos da América Latina e do mundo, a Cidade do México oferece uma diversidade cultural particular que é evidenciada tanto por suas tradições como por sua arquitetura. A cidade é o principal centro turístico, educativo, cultural, econômico e político do México, apresentando, assim, um enorme panorama para o encontro social entre habitantes e turistas.

Os lugares de interesse arquitetônico -- com exemplos pré-hispânicos, clássicos, modernos e contemporâneos, que vão de Juan O'Gorman e Luis Barragán a Félix Candela e David Chipperfield -- estão espalhados por toda a extensão da cidade e seus espaços públicos. Veja, a seguir, uma lista com os 30 lugares que todo arquiteto deve conhecer.

Bússola política: Uma taxonomia da arquitetura emergente em um diagrama

O diagrama de compasso político completo (Versão 0.1) produzido por Alejandro Zaera-Polo e Guillermo Fernandez Abascal. Imagem © Alejandro Zaera-Polo & Guillermo Fernandez Abascal
O diagrama de compasso político completo (Versão 0.1) produzido por Alejandro Zaera-Polo e Guillermo Fernandez Abascal. Imagem © Alejandro Zaera-Polo & Guillermo Fernandez Abascal

Observando a paisagem arquitetônica atual é evidente que o tipo de trabalho que está atualmente ascendente, particularmente entre os escritórios jovens, é muito diferente do que era antes da crise financeira de 2008. Mas o que, exatamente, a paisagem arquitetônica se parece? Em um ensaio intitulado “Well into the 21st Century” na última edição da revista El Croquis, Alejandro Zaera-Polo delineou uma taxonomia da arquitetura do século 21, tentando definir e categorizar as várias novas formas de prática que têm crescido em popularidade nos anos desde, e como resposta política, à crise econômica.

As categorias definidas por Zaera-Polo abrangem sete posições políticas amplas: Os "Ativistas", que rejeitam a dependência da arquitetura em relação às forças de mercado operando amplamente fora dele, com foco em projetos de construção comunitária, envolvimento direto com a construção e financiamentos com estratégias não convencionais; Então há os "Populistas", cujo trabalho é calibrado para se reconectar com a população graças a uma abordagem mediática e diagramática da forma arquitetônica; A seguir estão os "Novos Historicistas", cuja reação ao "fim da história" saudado pelo neoliberalismo é um abraço do design historicamente informado; Os "Céticos", cuja resposta existencial ao colapso do sistema é, em parte, um retorno ao discurso crítico pós-moderno e em parte uma exploração da contingência e da brincadeira através de uma arquitetura de materiais artificiais e cores vivas; Os "Fundamentalistas Materiais", que retornaram a um uso tátil e virtuoso de materiais em resposta ao espetáculo visual da arquitetura de antes da crise; Praticantes da "Austeridade Chique", uma espécie de "normcore" arquitetônico (para emprestar um termo da moda) que se concentram principalmente no processo de produção e no desempenho resultante da arquitetura; E finalmente o "Tecno-Crítico", um grupo de práticas em grande parte produzindo arquitetura especulativa, cujo trabalho se baseia, mas também permanece crítico do parametrismo baseado em dados de seus predecessores.

Como prosseguimento desse ensaio, Zaera-Polo e Guillermo Fernandez-Abascal propuseram aplicar as categorias recentemente definidas às práticas emergentes de hoje com um diagrama de uma "bússola política". Eles convidaram escritórios a responderem sua categorização para desvendar as complexas interdependências e auto-imagem de suas posições políticas. Pela primeira vez o ArchDaily publica os resultados desse exercício.

BIGyard / Zanderroth Architekten

© Simon Menges © Simon Menges © Simon Menges © Michael Feser + 19

Apartamentos  · 
Berlim, Alemanha

Projeto do Mês: Museu de Belas Artes

Um dos principais desafios de construir novos espaços a um edifício pré-existente tem relação com o diálogo que será gerado entre a massa construída e a nova proposta. As distintas possibilidades de gerar um diálogo são infinitas e é o arquiteto quem finalmente declara sua postura mediante o uso de uma linguagem determinada através de uma cópia, reinterpretação ou ao propor algo inovador.

O Museu de Belas Artes, de Barozzi Veiga, é uma obra localizada na Suíça que funciona de maneira autônoma, utiliza a integração urbana do prédio como estratégia chave para gerar um diálogo no espaço público, trabalhando com o uso do ornamento na fachada e a composição da planta como elementos de linguagem comum entre ambas as partes.

O Projeto do Mês de agosto trabalha precisamente com a geração de um diálogo que produz um equilíbrio entre a obra existente e a nova, reinterpretando sua linguagem original ao adaptá-la com muita delicadeza ao conjunto urbano onde está inserida.

Museu de Belas Artes / Estudio Barozzi Veiga

© Simon Menges  © Simon Menges  © Simon Menges  © Simon Menges  + 15

Ampliação  · 
Chur, Suíça