Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Hisao Suzuki

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Alberto Campo Baeza é premiado com a Medalha de Ouro de Arquitetura 2019 na Espanha

O arquiteto Alberto Campo Baeza é a nova Medalha de Ouro de Arquitetura, o reconhecimento mais importante da profissão na Espanha, concedido pelo mesmo grêmio de arquitetos desde 1981. Instituída pelo Conselho Superior dos Colegiados de Arquitetos da Espanha (CSCAE), a Medalha de Ouro reconhece o esforço das pessoas e instituições que enobrecem a prática arquitetônica com seu trabalho.

Museu da Memória de Andalucía / Alberto Campo Baeza. Imagem © Javier Callejas Entre Catedrais. Imagem © Javier Callejas Casa Gaspar. Imagem © Hisao Suzuki Residência do. Imagem © Javier Callejas + 6

Estações de trem: exemplos em planta e corte

Estações de trem: exemplos em planta e corte Estações de trem: exemplos em planta e corte Estações de trem: exemplos em planta e corte Estações de trem: exemplos em planta e corte + 31

Estações de trem são programas complexos que devem resolver não apenas a partida e a chegada dos comboios, mas também a circulação de passageiros, oferecer uma variedade de serviços e garantir a conexão entre os sistemas de transporte de uma cidade ou região. Profissionais de diferentes partes do mundo desenvolveram soluções diversas para este programa; veja, a seguir, 10 delas acompanhadas por seus desenhos. 

Por que Arata Isozaki ganhou o Prêmio Pritzker 2019?

Laureado com o Prêmio Pritzker em 2019, o arquiteto japonês Arata Isozaki é incrivelmente prolífico e influente entre seus contemporâneos. Profundamente alinhado com o período de mudança e reinvenção que o Japão experimentou após a Segunda Guerra Mundial e a Ocupação Aliada, Isozaki desenvolveu uma sólida carreira em uma escala verdadeiramente global, evitando rótulos e estilos específicos ao longo de sua vida.

Sheila O'Donnell e Xu Tiantian são premiadas no Women in Architecture Awards 2019

Para o Women in Architecture Awards deste ano, a The Architectural Review e o Architects' Journal selecionaram Sheila O'Donnell como Arquiteta do Ano e Xu Tiantian para ganhar o Prêmio Moira Gemill de Arquitetura Emergente. O prêmio de Arquiteta do Ano reconhece a excelência em projeto especificamente no contexto de uma obra recém-concluída e o Prêmio Moira Gemmill de Arquitetura Emergente é concedido a arquitetas mulheres com menos de 45 anos que mostram excelência em projeto, indicando um futuro brilhante.

As obras de Arata Isozaki, vencedor do Prêmio Pritzker 2019

Hoje, o arquiteto e teórico japonês Arata Isozaki foi anunciado como o vencedor do Prêmio Pritzker deste ano, o prêmio mais conceituado do mundo da arquitetura. Desde os anos 60, Isozaki vem apresentando excelentes e inovadoras ideias em seus trabalhos, influenciando os profissionais orientais com uma abordagem inovadora que tem suas raízes no Japão. O arquiteto de 87 anos possui vários projetos construídos de diferentes escalas em todo o mundo - de Tóquio e Xangai a Barcelona e Qatar. Então, vamos dar uma olhada na imensa lista de projetos de Arata Isozaki e recriar o caminho de desenvolvimento profissional do arquiteto desde seus primeiros trabalhos.

© Alessandra Chemollo. ImageALLIANZ Tower Ice Kraków Congress Centre. Image Courtesy of Ingarden & Ewý Architects + Arata Isozaki & Associates Nara Centennial Hall. Image © Hisao Suzuki Palau Sant Jordi. Image © Hisao Suzuki + 17

Arata Isozaki vence o Prêmio Pritzker 2019

Arata Isozaki foi nomeado o vencedor de 2019 do Prêmio Pritzker de Arquitetura. Isozaki, que pratica arquitetura desde os anos 1960, tem sido considerado um visionário arquitetônico por sua abordagem transnacional e destemidamente futurista ao projeto. Com mais de 100 obras construídas, Isozaki também é incrivelmente prolífico e influente entre seus contemporâneos. Ele é o 49º arquiteto e oitavo arquiteto japonês a receber a honra.

De acordo com o júri, na citação do prêmio: “... em sua busca por uma arquitetura significativa, ele criou edifícios de grande qualidade que até hoje desafiam categorizações, refletem sua constante evolução e estão sempre atualizados em sua abordagem”.

© Hisao Suzuki © Hisao Suzuki © Yasuhiro Ishimoto © Hisao Suzuki + 11

Anunciados os projetos finalistas para o EU Mies Award 2019

A Comissão Européia e a Fundação Mies van der Rohe anunciaram as 40 obras pré-selecionadas que concorrerão ao Prêmio da União Européia de Arquitetura Contemporânea - Prêmio Mies van der Rohe de 2019. O Prêmio, do qual o ArchDaily é parceiro de mídia, partiu de 383 trabalhos nomeados pelo júri para uma seleção de 40 finalistas, celebrando as tendências e oportunidades da reutilização adaptativa, habitação e cultura em toda a Europa.

Taipei Nanshan Plaza / Mitsubishi Jisho Sekkei

© Shinkenchiku-sha Cortesia de Mitsubishi Jisho Sekkei © Hisao Suzuki © Hisao Suzuki + 44

Casas de menos de 100 m²: 30 exemplos de plantas

O desafio de projetar uma casa com um orçamento apertado e metros quadrados escassos, juntamente com o dever essencial de responder corretamente aos requisitos específicos do usuário, pode ser uma das atribuições mais motivadoras e provocativas para um arquiteto. Como aproveitar o espaço da melhor maneira? Como evitar o desperdício de material? Como antecipar a possível expansão futura da habitação? Como desenvolver uma arquitetura simples e ao mesmo tempo entregar um alto valor a seus habitantes?

Mergulhamos em nossa biblioteca de obras para ajudá-lo neste processo, selecionando 30 casas que oferecem soluções arquitetônicas interessantes em 70, 80 e 90 metros quadrados.

RCR arquitectes 1988-2017 / Arquitectura Viva

Voluntariamente distantes da atenção midiática, desde seu estúdio em Olot, os vencedores da última edição do Prêmio Pritzker estão há três décadas desenvolvendo uma arquitetura radical em sua linguagem, ancorada ao contexto e comprometida com a natureza.

A editora Arquitectura Viva apresenta "RCR arquitectes 1988-2017", um volume único de 240 páginas, em edição bilíngue espanhol-inglês, que reúne 40 das principais obras do estúdio.

Em foco: Smiljan Radić

Conhecido principalmente por seu projeto para o Serpentine Gallery Pavilion de 2014, o arquiteto Smiljan Radić (nascido no dia 21 de junho de 1965) é uma das figuras mais proeminentes da arquitetura chilena contemporânea. Com uma abordagem distinta em relação à forma, materiais e contextos naturais, Radić  se detém sobretudo em projetos de pequena e média escala que flertam com a noção de fragilidade.

O luxo discreto de Alberto Campo Baeza

A Escola de Arquitetura da Universidad Politécnica de Madrid acaba de homenagear merecidamente o Catedrático Alberto Campo Baeza. Eu gostaria de juntar-me a este jubileu justo e necessário com esta reflexão originalmente intitulada como "Campo Baeza, Fiat Lux" (Faça-se a luz).

Estamos tão acostumados a ver a luz do dia que já não paramos para dar as graças por essa cotidiana alegria. Nós que somos mais jovens que Baeza, embora pareçamos mais velhos pela imagem eterna de seu rosto moreno, calmo e cheia de vida por seus olhos brilhantes, estamos acostumados a vê-lo sempre ali, dando-nos tempo ao tempo, sem oprimir. Isso porque não são muitos seus projetos, são como um novo frasco de luz que nos traz o aroma de sua arte. E dizemos frasco pois muitas vezes sua poesia nos é oferecida em obras pequenas, casas que, entretanto, correm as páginas do mundo. E nós, como se fosse um dom que merecemos, tampouco sentamos a escrever e dar graças por ele e seu elixir. Quantos anos passaram já desde aquela escola de tijolos e aquele espaço curvo, onde a luz se ordenava nas pedras e a escala era medida com uma criança? Quantos anos se passaram desde que as janelas da Casa Turegano foram dispostas na planta, e nos deixaram sem palavras com um raio de luz que cruzava escalonado? Nós não dizemos. São muitos!

Casa Gaspar. Imagem © Hisao Suzuki Oficinas en Zamora. Image Cortesía de Alberto Campo Baeza Caja Granada. Impluvium de luz. Imagem © Hisao Suzuki Museu da Memoria de Andalucía. Imagem © Javier Callejas Sevilla + 19

Ramon Vilalta, do RCR Arquitectes, fala sobre receber o Pritzker e as ambições após a premiação

Há dois dias atrás, o ArchDaily teve a honra de entrevistar Ramon Vilalta, um dos três arquitetos agraciado com o Prêmio Pritzker de 2017. Vilalta nos ofereceu uma perspectiva única sobre a história por trás de sua colaboração com Rafael Aranda e Carme Pigem, e como sua conexão com a sua pequena cidade natal Olot, na Espanha, influenciou uma carreira que tem produzido projetos excepcionais em seu escritório RCR Arquitectes.

Como foi o início do escritório? Porque vocês se juntaram tão rápido após terem concluído a faculdade?

RV: Nesse sentido fomos pessoas bastante disciplinadas. Nós fizemos o curso rapidamente e depois de sair decidimos criar um escritório; tomar a decisão de enfrentar a arquitetura através da partilha, realmente compartilhando ela. Somos pessoas com personalidades diferentes, cada um é de uma maneira, mas o que sai da química dos três acho que nos torna especiais. É isso que sinto, uma grande decisão que não foi fácil de tomar naquele momento.

Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta vencem o Prêmio Pritzker 2017

Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta foram nomeados os vencedores do Prêmio Pritzker 2017. Seus projetos destacam a materialidade e as técnicas construtivas - fazendo intenso uso da cor, transparências e luz - e abrangem uma ampla gama de programas, de museus e teatros a escolas e residências.

Os três arquitetos, todos catalães e originários de Olot, trabalham conjuntamente como RCR Arquitectes desde 1988 e se formaram em arquitetura pela ETSAV (Escola Tècnica Superior d’Arquitectura del Vallès) um ano antes. Esta 39ª edição do Pritzker é a primeira vez em que três arquitetos são premiados simultaneamente a apenas a segunda vez que o prêmio é concedido a algum arquiteto espanhol - a primeira vez que isso ocorreu foi com a premiação de Rafael Moneo em 1996.

Quem são os RCR Arquitectes? 9 coisas que você deve saber sobre os vencedores do Prêmio Pritzker 2017

Hoje, o Pritzker, o prêmio mais importante da arquitetura, anunciou Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta, os três fundadores do escritório catalão RCR Arquitectes, como vencedores da edição de 2017. Como projetistas de uma arquitetura estilística e fisicamente local - o trabalho do RCR Arquitectes encontra-se principalmente na Catalunha, embora tenham desenvolvido recentemente projetos na França e na Bélgica - o escritório criou um forte perfil no nordeste da Espanha e uma espécie de culto entre os círculos acadêmicos em todo o mundo. No entanto, outros membros da comunidade arquitetônica se vêem forçados a procurar um mecanismo de busca mais próxima. Para essas pessoas, os seguintes 9 fatos ajudarão a obter as informações necessárias para entender aos mais novos ganhadores do Prêmio Pritzker de Arquitetura.

Quer construir uma casa boa, bonita e barata? Contrate um arquiteto. A experiência de Alberto Campo Baeza

Neste artigo, publicado originalmente no Blog de Arquitetura da Fundación Arquia, o autor Alberto Campo Baeza nos fala o quão importante é um arquiteto no diagnóstico e execução de uma obra. Tanto quanto é imprescindível um médico para tratar de uma enfermidade, um arquiteto é essencial para executar uma obra sempre e quando o problema for exposto e as variáveis e condições estiverem absolutamente claras.

Este arquiteto nos relata, através de um exemplo pessoal, a Casa Gaspar, as capacidades que se podem adquirir na disciplina desmitificando o papel do arquiteto e aludindo finalmente que o barato sempre acaba saindo caro!

Estádio de Atletismo Tossols Basil / RCR Arquitectes

© Simon Garcia © Simon Garcia © Hisao Suzuki © Simon Garcia + 51

Estádios  · 
Olot, Espanha

Casa Gaspar / Alberto Campo Baeza

© Raúl del Valle © Raúl del Valle © Hisao Suzuki © Hisao Suzuki + 12

Casas  · 
Zahora, Espanha
  • Arquitetos: Alberto Campo Baeza
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 90.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 1992