Arquitetura do Ruanda

  1. ArchDaily
  2. Países
  3. Ruanda

Projetos mais recentes em Ruanda

Últimas notícias em Ruanda

Os projetos humanitários de Shigeru Ban

Shigeru Ban, Premio Pritzker de 2014, é conhecido pelo seu uso inovador de materiais assim como pela sua abordagem compassiva em seus projetos. Por um pouco mais de três décadas, Ban, fundador da Voluntary Architects Network, também aplicou seu extenso conhecimento em materiais recicláveis, principalmente papel e papelão, para construções de alta qualidade, abrigos de baixo custo para vítimas de desastres em todo o mundo – Ruanda, Haiti, Turquia e Japão, são alguns dos países que receberam seus projetos.

Fresta Arquitetura e Whabout ficam em segundo lugar no concurso "Hope Dental Center: Rwanda Clinic and Trainning Institute"

O escritório Fresta Arquitetura e o coletivo Whabout foram premiados com o segundo lugar no concurso internacional Hope Dental Center: Rwanda Clinic and Trainning Institute. Organizado pela Archstorming, em parceria com a His Hands On Africa (HHOA), o concurso tinha como objetivo escolher o projeto que será construído e abrigará uma clínica dentária e um instituto de formação em Kigali, capital do Ruanda.

Estúdio Módulo é finalista de concurso para uma clínica dentária e instituto de formação em Ruanda

O escritório paulistano Estúdio Módulo, dirigido por Guilherme Bravin e Marcus Vinicius Damon, foi um dos finalistas do concurso internacional Hope Dental Center: Rwanda Clinic and Trainning Institute. Organizado pela Archstorming, em parceria com a His Hands On Africa (HHOA), o concurso tinha como objetivo escolher o projeto que será construído e abrigará uma clínica dentária e um instituto de formação em Kigali, capital do Ruanda.

Combatendo doenças infecciosas: 9 unidades de saúde projetadas pelo MASS

Abordando o problema da saúde na África e outros países, o escritório MASS ajudou a definir estratégias de projeto para mitigar e reduzir questões médicas críticas. Com alguns projetos operacionais e outros em andamento, estas instalações ajudam a combater uma ampla gama de doenças.

Reconstruindo Ruanda: o projeto de um novo futuro

Localizada na região dos Grandes Lagos da África centro-oriental, a Ruanda pode ser considerada um novo país, um exemplo de renascimento cultural, social e econômico depois de sofrer com décadas de guerras civis e miséria. No início dos anos noventa, um genocídio que matou cerca de oitocentas mil pessoas, chamou a atenção do mundo todo, comovendo a comunidade internacional. Mais de duas décadas após o fim da guerra civil no país, a Ruanda renasceu. A reconstrução do território e o recente desenvolvimento econômico e social viu nascer uma nova forma de arquitetura no país, profundamente enraizada na cultura local e intimamente conectada com o seu povo. Brotando da terra com o esforço de uma população unida e independente, a nova arquitetura ruandese se transformou em um catalisador da recente transformação do país. Reformas econômicas e estruturais colaboraram com a transformação do ambiente construído que, por sua vez, estão moldando o desenvolvimento da arquitetura contemporânea em todo o país.

Norman Foster explica como drones em Ruanda podem abrir caminho para um novo modelo de cidade

Em setembro passado, o escritório Foster + Partners divulgou detalhes de seu projeto para o aeroporto de drones em Ruanda, uma iniciativa humanitária que busca alavancar soluções para os problemas de infraestrutura em economias emergentes. Neste vídeo, Foster e outros envolvidos no projeto explicam os processos por trás da realização do aeroporto de drones e de sua participação na Bienal de Veneza deste ano.

Foster + Partners divulga proposta para aeroporto de drones em Ruanda

Foster + Partners divulgou uma proposta para um aeroporto de drones em Ruanda numa tentativa de trazer tratamento médico e serviços comerciais mais eficientes para as comunidades africanas.

Masoro Village Project / GA Collaborative

A construção de uma pequena casa unifamiliar a vinte quilômetros norte de Kigali, Ruanda, está concluída. O edifício é modesto: três pequenos dormitórios, uma sala de estar simples e espaço para cozinhar. Pouca disponibilidade de material e limitações financeiras significaram um compromisso com a praticidade na hora da elaboração do projeto. A casa é um protótipo de uma série de habitações que os designers da GA Collaboratibe, irão construir em Masoro para membros da cooperativa de mulheres l’Association Dushyigikirane. Com o método não usual de construção no projeto – construção em superadobe, a primeira desse tipo em Ruanda – a GA Collaborative pretende capacitar seus clientes através de uma técnica de construção rápida e barata que requer pouco treinamento e nenhuma experiência prévia em construção

Carregando... Pode demorar alguns segundos