Arquitetura Iraniana

  1. ArchDaily
  2. Países
  3. Irã

Projetos mais recentes em Irã

Últimas notícias em Irã

Abstração e espacialidade: a representação da arquitetura nos antigos manuscritos persas

O antigo território persa, atualmente ocupado pelo Irã, passou por um período de amplo crescimento e expansão durante os séculos XIV e XVI, principalmente sob o domínio das dinastias Timúrida e Safávida. Ao longo destes dois séculos de soberania e prosperidade, centenas de milhares de mesquitas e palácios foram construídos—edifícios simbólicos e religiosos que passaram atrair cada vez mais fiéis e estabelecendo novos destinos de peregrinação no país. Entretanto, dentre as inúmeras estruturas icônicas construídas até o final do século XVI no Irã, não muitas sobreviveram até os dias de hoje. Neste contexto, os poucos antigos manuscritos preservados são uma rica fonte de informação, os quais nos ajudam a entender a complexidade e vastidão da arquitetura persa.

Antigos miranetes persas são transformados em colagens retrofuturistas

No passado, os minaretes eram considerados um importante elemento arquitetônico com diversos propósitos. Eles eram construídos ao lado das mesquitas para a chamada à oração, bem como nas entradas das cidades como um marco para orientar os viajantes. Hoje, entretanto, não têm a mesma utilidade de outrora, tornando-se símbolos de tempos históricos.

A história da arquitetura: do Neolítico à Mesopotâmia e Egito Antigo

Até onde chega os antigos registros escritos da história da humanidade, a “pré-história” pode ser estabelecida em um período de tempo que vai de 35.000 a.C. até 3000 a.C. no caso do Oriente Médio e até 2000 a.C. na Europa Ocidental. Segundo o que foi possível observar, os construtores de outrora detinham um profundo conhecimento à respeito das condições ambientais e das necessidades físicas do ser humano em sua busca por abrigo. Inicialmente organizados em grupos ou tribos, humanos utilizavam estruturas construídas com pele e ossos de animais para se proteger da chuva e do sol, do frio e do calor assim como das ameaças do mundo exterior. Milhares de anos se passaram e as cabanas primitivas evoluíram para se tornarem estruturas complexas construídas em paredes de tijolos ou com solo compactado, assumindo formas geométricas pontuadas por aberturas responsáveis pela ventilação e iluminação natural dos espaços interiores. 

Artista recria a cidade iraniana de Persépolis através de montagens com elementos contemporâneos

O arquiteto e artista visual Mohammad Hassan Forouzanfar combina marcos arquitetônicos contemporâneos com construções tradicionais iranianas em uma série de fotomontagens intitulada Retrofuturism. Em seu mais recente trabalho, Peace, o arquiteto recria o Persépolis, a antiga capital do Império Aquemênida.

FMZD transforma estrutura de concreto abandonada no Irã em galeria vertical

O Teerã Eye é um projeto de shopping center integrado à cidade, concebido como uma extensão do espaço público em pleno centro da capital iraniana. Projetado para atender a demanda por espaços comerciais e de serviço no centro de Teerã, o edifício concebido pela Farshad Mehdizadeh Design, é na verdade, um projeto de reforma e reformulação de uma antiga estrutura de concreto existente.

Tijolo por Tijolo: Repensando a Construção em Alvenaria no Irã

A arquitetura do Irã está enraizada na cultura persa. De casas e pavilhoões de chá a cabanas domésticas e elaboradas mesquitas, o ambiente construído do país está intimamente ligado a essas influências, bem como à paisagem e seu contexto mais amplo. No coração dos projetos mais recentes do Irã está o desejo de reinterpretar a história através de novos espaços e formas.

Projeto Kamyaran propõe novo conceito de escola voltada para a cidade

A cidade curda de Kamyaran - localizada na fronteira entre Curdistão e o Irã - é uma cidade em desenvolvimento que sofreu um terremoto devastador há alguns anos. Ela está situada em um distrito privado de instalações modernas com a maior parte da renda dos residentes adquirida com o transporte de produtos através da fronteira comum com o Iraque e a Turquia. Os investidores da região enfrentam vários desafios, um dos quais é a quantidade de projetos necessários para melhorar o status da cidade.

Artista recria antigas pinturas persas com arquiteturas contemporâneas

O arquiteto e artista visual Mohammad Hassan Forouzanfar mesclou ícones contemporâneos com edifícios tradicionais iranianos em uma série de imagens intitulada Retrofuturism. Em sua última postagem, o arquiteto persa deslocou edifícios emblemáticos de nossa era, reinserindo-os em pinturas do século XIX que retratam o Irã, feitas pelo artista Eugène Flandin.

Prêmio Tamayouz para Mulheres na Arquitetura e Construção 2019 divulga lista de finalistas

O Tamayouz Excellence Award divulgou a lista de finalistas do prêmio Mulheres na Arquitetura e Construção 2019, concedido a profissionais emergentes no campo da arquitetura e construção em todo o Oriente e Norte da África. Este reconhecimento anual abrange 2 categorias, Rising Star e Woman of Outstanding Achievement; as vencedoras serão anunciadas no próximo mês.

Retrofuturismo: colagens mesclam palácios persas e arquitetura contemporânea

É frequente o debate se arquitetos e engenheiros devem restaurar edifícios antigos e preservar o que ainda está de pé como um símbolo do passado, introduzir elementos contemporênos ou simplesmente demoli-los completamente. No Irã, ruínas de monumentos históricos, algumas das quais consideradas Patrimônio da Humanidade, ainda não tiverem um destino devido a esta incerteza sobre como lidar com elas. 

Carregando... Pode demorar alguns segundos