Herzog & de Meuron renovam o Kunsthaus Tacheles, futuro Museu Fotografiska em Berlim

Herzog & de Meuron renovam o Kunsthaus Tacheles, futuro Museu Fotografiska em Berlim

Com museus em Estocolmo, Nova Iorque e Tallinn, o Fotografiska acaba de anunciar planos para sua futura nova sede: a cidade de Berlim. Previsto para ser inaugurado já em 2022, onde antes funcionava o antigo Centro de Arte Kunsthaus Tacheles, o museu de fotografia será projetado por Herzog & de Meuron e contará com mais de cinco mil metros quadrados de área dedicada.

Construído inicialmente como uma loja de departamentos e inaugurado em 1908 no centro de Berlim, o edifício foi posteriormente convertido em prisão pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Nos anos 1990, logo após a reunificação da Alemanha, a estrutura foi reabilitada e transformada em em galeria de arte, estabelecendo-se como um dos epicentros da cena cultural alternativa da capital. Em 2012, infelizmente, a Kunsthaus Tacheles foi fechada e anos depois vendida para um grupo de investidores americanos. Como um objeto de interesse histórico, o projeto de reforma e restauro promete trazer a antiga estrutura de volta à vida, com intervenções modernas pontuais. Alguns danos causados à estrutura durante a Segunda Guerra Mundial serão preservados, enquanto a fachada e e outros espaços serão completamente renovados. O Fotografiska anunciou recentemente que o edifício da “Kunsthaus Tacheles foi tombado pelo instituto de patrimônio histórico alemão e por conseguinte, o projeto de reforma está sendo desenvolvido em estreita colaboração com as autoridades responsáveis. Enquanto a fachada será totalmente restaurada ao seu estado original, algumas marcas do tempo serão preservadas, principalmente intervenções artísticas realizadas durante os anos 90 e 2000”.

Centro de aRte "Kunsthaus Tacheles" em Berlim Mitte. Imagem via Shutterstock/ By 360b
Centro de aRte "Kunsthaus Tacheles" em Berlim Mitte. Imagem via Shutterstock/ By 360b

Nas mãos da dupla Herzog & de Meuron, o projeto de reabilitação da Kunsthaus Tacheles faz parte de uma iniciativa maior chamada Am Tacheles — também de responsabilidade do escritório de arquitetura suíço vencedor do Prêmio Pritzker de 2001. Em desenvolvimento desde 2015, o conjunto do Am Tacheles é um dos últimos grandes espaços vazios do famoso bairro Berlim Mitte. Restabelecendo elementos do tecido urbano que haviam sido perdidos ao longo dos anos, o projeto de reforma da Kunsthaus pretende recuperar a geometria original da fachada do edifício. Segundo os arquitetos, “o objetivo básico deste projeto é recuperar importantes elementos do edifício, principalmente aqueles relacionados à escala humana e a sensação de intimidade dos espaços interiores. A ideia é criar uma estrutura urbana genuína, tanto em sues detalhes construtivos quanto em sua materialidade, além de estabelecer um espaço urbano vibrante e atrativo à toda comunidade da cidade de Berlim”. Para além disso, em 2016 os arquitetos haviam anunciado que o edifício da Kunsthaus Tacheles, inscrito no plano diretor da capital como objeto de interesse histórico e cultural, deveria ser revitalizado como um espaço cultural de facto, revelando toda a profundidade de seu significado histórico para o passado, o presente e o futuro de Berlim.

Julia Fullerton Batten 2014 Fotografiska NYC. Image Courtesy of Fotografiska Museum
Julia Fullerton Batten 2014 Fotografiska NYC. Image Courtesy of Fotografiska Museum

Promovendo um diálogo direto e construtivo com a comunidade local, o Fotografiska foi fundado pela primeira vez em Estocolmo em 2010. A nova sede de Berlim se somará a outras duas filiais internacionais do Fotografiska, ambas inauguradas em 2019, uma na cidade de Nova Iorque e outra na capital da Estônia, Tallinn.

Fotografiska Stockholm - Anders Petersen Color Lehmitz. Image Courtesy of Fotografiska Museum
Fotografiska Stockholm - Anders Petersen Color Lehmitz. Image Courtesy of Fotografiska Museum

Entreter o público com fotografia não é o suficiente para nós: o Fotografiska é uma instituição que busca engajar a comunidade local em suas atividades e, através deste engajamento, criar um espaço de mudança e transformação. Neste sentido, inovação, inclusão, inspiração e sustentabilidade são elementos essenciais em nosso projeto. Depois da queda do Muro de Berlim, a Kunsthaus Tacheles se transformou no epicentro da efervescente cena artística alternativa da cidade. É hora de resgatarmos este espírito: o Fotografiska será um museu de portas abertas a todas as comunidades de uma cidade diversa como Berlim. -- Yoram Roth.

Via Fotografiska & Herzog & de Meuron.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "Herzog & de Meuron renovam o Kunsthaus Tacheles, futuro Museu Fotografiska em Berlim" [Herzog & de Meuron Renovates the Kunsthaus Tacheles, Future Home of Fotografiska in Berlin] 21 Set 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/947949/herzog-and-de-meuron-renovam-o-kunsthaus-tacheles-futuro-museu-fotografiska-em-berlim> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.