Cada vez mais verde: os novos padrões de arquitetura sustentável da Dinamarca

Cada vez mais verde: os novos padrões de arquitetura sustentável da Dinamarca

O design sustentável é mais que água, energia e carbono. Para a arquitetura, está profundamente enraizado na compreensão dos ciclos de vida e nas mudanças culturais sistêmicas. Nos últimos trinta anos, a palavra "sustentabilidade" começou a perder peso à medida que se transformou em uma palavra da moda, vagamente definida. Mas as ideias por trás do termo abrangente cresceram e se expandiram e, por sua vez, novos edifícios icônicos estão sendo projetados para repensar o que o futuro reserva.

© Rasmus Hjortshøj - COAST© Laurian Ghinitoiu© Rasmus Hjortshøj - COAST© Adam Mørk+ 10

© Adam Mørk
© Adam Mørk

A Dinamarca é um país que se tornou um modelo pelo design sustentável e mudanças culturais. Para os dinamarqueses, a sustentabilidade é uma abordagem holística que inclui um foco nas emissões de carbono, energia renovável, gerenciamento de água, reciclagem de resíduos e transporte ecológico. Mas também se estende à programação e à vida cotidiana. Os projetos a seguir mostram uma gama diversificada de edifícios em toda a Dinamarca que foram construídos em torno da vida sustentável e, por sua vez, ajudam a redefinir como podemos construir uma arquitetura mais inclusiva e regenerativa.

Estação de Tratamento de Água Solrødgård / Henning Larsen

© Jacob Due
© Jacob Due

O Parque Climático e Ambiental Solrødgård, que serve a cidade de Hillerød, procura se destacar no desafio global do uso sustentável de recursos. Desenvolvido a partir de um plano diretor de 50 hectares e 1 bilhão de DKK, o parque visa abrir o diálogo da comunidade sobre o uso de recursos e a conscientização do clima, criando um apelo público dentro de uma infraestrutura municipal.

Centro de Saúde / NORD Architects

© Adam Mørk
© Adam Mørk

O novo Centro para a Saúde e Câncer em Copenhague é concebido como um edifício icônico, que desperta a conscientização do câncer sem estigmatizar os pacientes. Projetado como uma série de pequenas casas combinadas numa só, o centro fornece o espaço apropriado para uma instalação de saúde contemporânea, sem perder a escala confortável do individual. 

Estação de carga ultra rápida para veículos elétricos / Cobe

© Rasmus Hjortshøj - COAST
© Rasmus Hjortshøj - COAST

Em cooperação com a Powered by E.ON Drive & Clever, COBE projetou um novo tipo de estação de recarga para veículos elétricos na Escandinávia. As estações não apenas prometem recarregar um veículo em apenas 15 minutos, mas também oferecem aos motoristas e passageiros um merecido descanso e a possibilidade de recarregar suas próprias baterias mentais, enquanto o carro está sendo abastecido.

House of the Arts Kildegaarden / Svendborg Architects

© Rasmus Hjortshøj - COAST
© Rasmus Hjortshøj - COAST

A Casa das Artes está localizada em Roskilde, na Dinamarca. Em 2016, a Svendborg Architects, juntamente com os arquitetos paisagistas BOGL e as empresas de engenharia Regnestuen e Spangenberg & Madsen, venceram um concurso para o novo plano mestre do Kildegaarden. O conceito por trás do projeto é simplesmente aproximar artistas praticantes e o público.

Casas para todos - Dortheavej Residence / Bjarke Ingels Group

© Rasmus Hjortshøj - COAST
© Rasmus Hjortshøj - COAST

Dortheavej leva o nome da rua onde está implantado na zona noroeste da cidade de Copenhage, uma homenagem ao tradicional bairro suburbano caracterizado pela presença massiva de oficinas mecânicas, armazéns e edifícios industriais da década de 1930 a 1950. Os arquitetos do BIG foram desafiados a desenvolver um projeto de habitação social que contemplasse também espaços públicos tão urgentes na área, integrando-os aos passeios e a área verde adjacente. 

Biblioteca e Casa de Cultura Tingbjerg / Cobe

© Rasmus Hjortshøj - COAST
© Rasmus Hjortshøj - COAST

A Biblioteca e Casa de Cultura Tingbjerg é o novo marco da cidade de Copenhague, na Dinamarca. Os arquitetos do COBE buscaram projetar um catalisador urbano e um espaço destinado a atividades sociais e culturais, contribuindo, ao mesmo tempo, para um desenvolvimento positivo da comunidade local.

Community Center / NORD Architects

© Adam Mørk
© Adam Mørk

Como um pequeno edifício comunitário construído em laminado de madeira cruzada (CLT), este novo centro paroquial está localizado em um subúrbio de Copenhague. Feito para aproximar as pessoas, ele apresenta a madeira natural para proporcionar um clima interno saudável e confortável, além de ser uma opção sustentável para materiais de construção com baixa pegada de carbono e maior durabilidade.

Usina de energia e centro de recreação urbana CopenHill / BIG

© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

 A CopenHill, também conhecida como Amager Bakke, foi inaugurada como uma nova geração de usinas de desperdício de energia, com uma pista de esqui, uma trilha para caminhadas e uma parede de escalada. O excêntrico edifício está alinhado com o objetivo da capital dinamarquesa em se tornar a primeira cidade neutra em emissões de carbono do planeta até 2025.

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Cada vez mais verde: os novos padrões de arquitetura sustentável da Dinamarca" [Building Green: Denmark's New Class of Sustainable Architecture] 14 Mai 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Bisineli, Rafaella) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/939212/cada-vez-mais-verde-os-novos-padroes-de-arquitetura-sustentavel-da-dinamarca> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.