Prefeitura de Paris manterá medidas que restringem a circulação de veículos após quarentena

Prefeitura de Paris manterá medidas que restringem a circulação de veículos após quarentena

Seguindo a tendência atual e a proposta pioneira apresentada pela prefeitura da cidade de Milão na semana passada, a cidade de Paris também está planejando manter as suas ruas livres de veículos após o encerramento – ou abrandamento – das políticas de distanciamento social tomadas durante a luta contra o surto de coronavírus no país. A prefeita Anne Hidalgo anunciou recentemente que a capital francesa está considerando manter algumas das medidas que restringem o uso de veículos automotores na cidade de Paris, as quais foram introduzidas durante o período de quarentena, transformando-as em novas ferramentas de combate a poluição e os congestionamentos na capital.

Várias cidades ao redor do mundo estão aproveitando este momento onde, de repente, o mundo parece ter virado de cabeça para baixo, para repensar as suas políticas de mobilidade. Considerando que a poluição urbana é um dos principais fatores que contribuem para com o agravamento de uma série de problemas respiratórios e de saúde de forma geral, a prefeita de Paris vê nas medidas de incentivo ao transporte público e meios alternativos de mobilidade urbana, uma oportunidade para minimizara a dependência dos cidadãos do uso de veículos motorizados individuais, liberando consequentemente, mais espaço para pedestres e ciclistas no centro da maior cidade do país. Além disso, Hidalgo está propondo a criação de uma rede de novas ciclovias partindo do coração da cidade de Paris em direção aos subúrbios, uma medida que permitiria beneficiar um número ainda maior de pessoas.

Na última terça-feira, durante uma reunião convocada para discutir o plano de ação sobre a mitigação das políticas de bloqueio no país, Anne Hidalgo aproveitou para apresentar aos seus conselheiros municipais um novo plano estratégico para a capital. Desenvolvido a partir de uma proposta já idealizada antes do início do surto de coronavirus, a proposta de Hidalgo inclui o alargamento de uma série de calçadas, plantio de novas árvores e criação de mais áreas verdes além da conversão de pistas de rolagem e áreas de estacionamentos em vias acessíveis e de uso exclusivo para pedestres e ciclistas.

PARIS, FRANCE, MARCH 27: Empty street and Alexandre the third bridge with a view on the Invalides in Paris. Image via Shutterstock/ By Watch The World
PARIS, FRANCE, MARCH 27: Empty street and Alexandre the third bridge with a view on the Invalides in Paris. Image via Shutterstock/ By Watch The World

Volto afirmar com convicção que está fora dos planos da prefeitura de Paris deixar que a nossa cidade seja novamente invadida por veículos motorizados e a poluição que eles produzem. [...] Isso apenas traria mais problemas, principalmente para a saúde de todos nós. A poluição já é por si só uma crise sanitária e um perigo constante para o nosso país - e se formos somar os problemas causados pela poluição aos desafios que já estamos enfrentando com o surto de coronavírus, poderíamos estar criando uma combinação muita perigosa. É preciso deixar claro que a prefeitura de Paris não pretende facilitar a vida daqueles que pretendem se deslocar ao centro da cidade em seus veículos particulares, isso é exatamente o que estamos procurando combater com estas medidas. -- Disse a prefeita Anne Hidalgo

PARIS, FRANCE - DECEMBER 10, 2019: Traffic congestion in Paris, France. Image via Shutterstock/ By Tupungato
PARIS, FRANCE - DECEMBER 10, 2019: Traffic congestion in Paris, France. Image via Shutterstock/ By Tupungato

Quanto ao abrandamento das medidas de isolamento na cidade, a prefeita fez um apelo aos moradores, solicitando que aqueles que puderem continuar trabalhando desde casa continuem fazendo-o, e mais, ela reiterou que as medidas de distanciamento social nos transportes públicos continuarão sendo válidas por tempo indeterminado. Isso quer dizer que o uso de máscara continuará obrigatório em qualquer tipo de transporte urbano na capital e que todos os veículos estão equipados com higienizadores de mãos próximos às portas de acesso. Além disso, mesmo após o encerramento oficial do lockdown no próximo dia 11 de maio, todas as pessoas que precisarem viajar para fora da cidade de Paris, em um raio superior aos 100 quilômetros do centro da capital, deverão apresentar uma permissão oficial emitida pelas autoridades competentes.

News Via CityLab.

Convidamos você a conferir a cobertura do ArchDaily relacionada ao COVID-19, ler nossas dicas e artigos sobre produtividade ao trabalhar em casa e aprender sobre recomendações técnicas de projetos para a saúde. Lembre-se também de checar os conselhos e informações mais recentes sobre o COVID-19 no site da Organização Pan-Americana da Saúde OPAS/OMS Brasil.

Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "Prefeitura de Paris manterá medidas que restringem a circulação de veículos após quarentena" [Paris Plans to Maintain Anti-Pollution and Anti-Congestion Measures post Covid-19 Lockdown] 11 Mai 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/939014/prefeitura-de-paris-mantera-medidas-que-restringem-a-circulacao-de-veiculos-apos-quarentena> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.