O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Materiais inovadores para construções sustentáveis

Materiais inovadores para construções sustentáveis

  • 06:00 - 31 Agosto, 2016
  • por Materials
Materiais inovadores para construções sustentáveis

Nos últimos anos diversas empresas e nacionais e internacionais como a LEGO, por exemplo, que anunciou no ano passado a criação de seu próprio centro de pesquisas em materiais sustentáveis cujo objetivo principal é a busca e desenvolvimento de alternativas ao plástico usado em seus produtos e embalagens. Houve também iniciativas de universidades e institutos, como o Instituto Cradle to Cradle Products Innovation, em parceria com Make it Right, que promoveu uma espécie de concurso no qual o mote era entender o real significado da expressão "material verde" ou "material sustentável", quando em 2013 selecionou produtos de dez companhias finalistas do Product Innovation Challenge. Neste mês o Ministério do Meio Ambiente do Governo Federal Brasileiro disponibilizou uma cartilha on-line para capacitação e informação acerca do tema e suas devidas metodologias. Você pode clicar aqui e conhecer mais detalhes sobre o material gratuito.

Hoje selecionamos alguns materiais que têm o objetivo de tornar a construção civil mais consciente ecologicamente que descobrimos recentemente e relembramos outros que já publicamos em ArchDaily Brasil.

REPLAST: tijolo feito com resíduos dos plásticos retirados dos oceanos

Dez materiais inovadores que podem mudar a indústria da construção

A iniciativa do inventor e engenheiro neozelandês Peter Lewis, que faz parte da startup americana ByFusion tinha como objetivo principal desenvolver uma nova alternativa sustentável aproveitando os resíduos plásticos retirados dos oceanos de todas as partes do planeta, no entanto, era primordial que esta criação possibilitasse que o material não voltasse a ser despejado no meio ambiente, desta maneira, criaram o tijolo REPLAST, que é produzido a partir da compressão dos restos de plástico em blocos modulares de diversas formas e densidades, com base nas configurações personalizadas para serem encaixados, não necessitando de cola ou adesivos.

Materiais inovadores para construções sustentáveis, via Stylo Urbano
via Stylo Urbano

O processo de sua fabricação não emite CO² e também não é tóxico. Segundo os fabricantes, os tijolos podem ajudar a melhorar a sustentabilidade de projetos de construção e contribuir para a certificação LEED. Embora até agora terem sido utilizados apenas em paredes e barreiras de estrada, a empresa afirma que está aberta à personalização do material de construção para uso em outros tipos de construções de grande e média escalas.

Esta casa, foi construída com tijolos de plástico reciclado em apenas 5 dias

Além disso, seu sistema de transporte, em contêineres, também é ecologicamente correto, prático e eficiente pois as peças podem ser transportadas por caminhões e/ou navios para qualquer lugar do mundo. 

Confira no vídeo abaixo a construção de uma parede executada com o simples encaixe dos tijolos de plástico.

ECOTOP®: placas, telhas e cumeeiras produzidas com material oriundo de aparas de tubos de creme dental

ByFusion_Intro_10.28.15

A empresa produz telhas, placas e cumeeiras economicamente vantajosas tanto para o cliente como para o meio ambiente. Esses produtos são compostos por 25% de alumínio e 75% de plástico PEBD (polietileno de baixa densidade), totalmente provenientes de aparas de tubos de creme dental, embalagens e resíduos pós-industrial.

Em seu processo de fabricação não ocorre qualquer queima, ou seja, não há liberação de CO² e consequentemente, não aumenta a poluição. Além disso, 100% dos materiais utilizados é reciclado e de difícil degradação ambiental (plástico e alumínio), dessa forma, não agridem ao meio ambiente; não oferecem riscos à saúde, não geram nenhum tipo de efluente ou poluente atmosférico. Outras vantagens e benefícios dos produtos desenvolvidos pela Ecotop® são:

  • Leveza e impermeabilidade;
  • Alta durabilidade;
  • Resistência à agentes químicos;
  • Baixa absorção de calor;
  • Alta resistência físico-mecânica;
  • Excelente isolante termo acústico;
  • Fácil corte e fixação;
  • Suportam cargas de até 125 Kgf/m²;
  • Não propagam chamas;
  • Produto 100% reciclado que pode ser reciclado inúmeras vezes.

Dentre os materiais produzidos com as placas estão armários para vestiários, lixeiras ecológicas, coletoras seletivas, coletores ecológicos (lâmpadas fluorescentes, cartuchos e tonners, óleo, etc), brinquedos infantis e até mesmo casinhas de cachorro - quem sabe um dia constituirão paredes de habitações.

Placas
- Dimensão: 2,20 x 1,00m
- Espessura: 04 mm / 06 mm / 08 mm / 10 mm / 12 mm / 15 mm
- Peso Médio: 12 Kg / 14 Kg / 18,6 Kg / 23,3 Kg / 28 Kg / 35 Kg 

Telhas
- Dimensão: 2,20 x 0,90m
- Espessura: 6 mm
- Peso Médio: 14 Kg

Cumeeiras
- Dimensão: 0,55 x 0,95m
- Espessura: 6 mm
- Peso Médio: 6 Kg

via Ecotop
via Ecotop

PNEUS RECICLADOS

Sistema modular de muros verdes gera eletricidade a partir de musgos

- no escoamento de águas pluviais
A cidade de Araçoiaba da Serra, localizada no interior do estado de São Paulo, construiu há alguns anos uma galeria para escoamento de águas das chuvas em uma das principais avenidas da cidade usando pneus de caminhão reciclados. Essa iniciativa culminou em uma economia de 54 mil reais nos custos finais da obra.

- na fabricação de pisos

- na construção de casas, caixas d’água, e elementos estruturais
Para que a utilização de pneus como matéria prima da construção civil seja possível, é preciso separar a borracha do aço, partes importantes da fundação de qualquer projeto. Junto às treliças de ferro, podem ser usados pneus de trator e de caminhonete, que são fixados ao solo com uma estrutura de aço e tiras de borracha, formando bobinas.
Para preencher os espaços vazios é usada uma mistura de cimento e vidro, plástico, papelão e entulho de obra reaproveitados. Em uma betoneira, todo material vira uma massa ecologicamente correta, que é moldada em fôrmas metálicas.

Conheça o piso feito com pneus reciclados

O "Hotel Ecológico", em Goiatuba (GO), foi construído com cerca de  55 mil pneus e 600 toneladas de entulho proveniente de outras obras. Neste caso, os pneus foram desmanchados e usados como tijolos. Já os entulhos, foram triturados e misturados ao cimento. O hotel possui 27 quartos e toda a sua decoração remete aos pneus, que são usados em itens como vasos de plantas e até mesmo nas caixas d’águas que abastecem o sistema hidráulico do hotel.

ISOPET: blocos para construção civil feitos com EPS reciclado (isopor) e garrafas PET (poli tereftalato de etileno)

Para construir com ISOPET basta encaixá-los (a partir do sistema macho-fêmea) e cobri-los por uma fina camada de concreto de densidade baixa. Dessa forma, não é necessário a utilização de produtos como areia grossa e fina. Substituir os blocos comuns pelos reciclados reduz o consumo de energia elétrica e, consequentemente, o valor final da obra. Outro benefício importante é o fato dos blocos serem resistentes ao fogo.

Blocos Isopet na Construção de Casas Populares

Dimensões:
0,40 x 0,40 x 0,15m (com ou sem canelata), com peso médio de 12kg.
0,40 x 0,20 x 0,15m (com ou sem canelata), com peso médio de 6kg.

Resistência:
Os blocos alcançaram uma resistência a compressão superior a 2,1 MPa, sofrendo apenas deformação. 

Assim como é o caso das construções cuja matéria-prima principal é a borracha (dos pneus), a composição química do isopor possibilita uma eficiência térmica muito positiva, já que mantém a temperatura interna dos ambientes confortável, tanto no verão como no inverno.

Reveja algumas de nossas publicações que tratam acerca deste assunto:

Conheça esses e outros materiais acessando Materials, nosso Catálogo de Produtos.

Vidro como aliado na construção de edifícios sustentáveis

Projetar considerando a economia de água

Conheça as vantagens das fachadas ventiladas

Soluções de telhado verdes para edifícios sustentáveis

Economia automática de energia - controles de luz: ASHRAE

Sobre este autor
Materials
Autor
Cita: Materials. "Materiais inovadores para construções sustentáveis" 31 Ago 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/793802/materiais-inovadores-para-construcoes-sustentaveis> ISSN 0719-8906